}); PORTAL ORÓS: Março 2012

sábado, 31 de março de 2012

FOTOS GENTILMENTE CEDIDAS PELA ASSOCIAÇÃO PEDRO AUGUSTO NETO



Abaixo última fotos antes de sua partida.

O fotografo Pedro registrou momentos históricos de Orós contenção da barragem.
Em um acervos de milhares de fotos Pedro guardou a história de nossa cidade.

31 DE MARÇO ANIVERSÁRIO DO SAUDOSO PEDRO AUGUSTO NETO

Ouça na voz de Meirismar Augusto a biografia do Pedro Augusto Neto, um grande amigo que estará guardado aqui no coração deste que escreve estas poucas palavras uma pequena homenagem direto do coração de todos que o amavam e queriam bem, saudades eternas amigo SENTIMENTAL DEMAIS.
Áudio: Nossa Fm.

AÇUDE ORÓS ESTÁ FALTANDO 0,54 PARA SANGRAR


Os guardas vidas já estão de plantão.

JERIMUM (ABOBORA) DE 16 QUILOS É COLHIDO EM ORÓS.

O agricultor Luiz Felirmino de Sousa de 64 anos de idade plantou e colheu um jerimum (abobora) caboclo de 16 quilos hoje (31/03) em sua roça no terreno de Chico Costa.

Morando em Orós há 27 anos eu nunca vi algo assim, fico muito feliz por está benção, ressaltou o agricultor.

sexta-feira, 30 de março de 2012

AÇUDE ORÓS ESTÁ FALTANDO 0,57 PARA SANGRAR

PROJETO SERTÃO VIVO REALIZA A 7ª JORNADA DE ARTES NA ROÇA

Nós, da Comunidade do Sítio Aroeiras, no município de Orós / CE, vivemos os dias 22 a 25 de março em clima de arte e festa, durante a realização da 7ª Jornada de Artes na Roça.


Desta vez, mesmo tendo optado por uma maneira mais interna, visando envolver o máximo as pessoas da comunidade, estiveram presentes mais de 70 pessoas das localidades vizinhas, além daquelas pessoas que participaram e nos apoiaram, enviando mensagens, compartilhando apoios em alimentos, dinheiro e dando suporte em Fortaleza.


Foram mais de oito modalidades de atividades artísticas em torno do tema-lema:

“Na horta e na comida, sertão vivo com mais vida!”.

No primeiro dia, 22 de março, em clima de lua nova, antes da 07h00min da manhã, um grupo de meninos e meninas de Guassussê, trazido por Pedro, nosso garoto mascote e, algumas mulheres dos Sítios - Sobrado e S. Romão, chegam querendo participar das oficinas de desenhos e pinturas e da criação de hortas.

Enquanto esperam que tomemos o café, assistem o DVD de Jornadas passadas. Alguns trazem um pouco de arroz, macarrão, leite... e dizem que desejam permanecer o dia todo.

No terreiro dos ancestrais, numa roda de ciranda, brincamos e dançamos, repetindo o lema: “na horta e na comida, sertão vivo com mais vida!”.

Em seguida, os grupos acompanharam seus monitores – para a horta, com Ciçô Inventor, vindo da cidade de Altaneira, no Cariri Cearense, um apaixonado pelas pequenas invenções que fazem diferença nos rumos da produção orgânica de alimento. Para desenhos e pinturas, precisamos dividir em dois grupos. O maior de meninos e meninas segue o artista plástico e vídeo-educador, nosso velho parceiro, Ivo Sousa, que vai espalhando, com sua turma, pelo chão e paredes, desenhos inspirados nos encantos de cada participante. O outro grupo, formado por algumas mulheres, acompanha Fabiana, a jovem monitora da comunidade local, que passam com segurança e ousadia, seus conhecimentos na pintura em tecido.

E na cozinha, Dos Anjos, Nena, Idacir e Denir, nossas artistas da culinária sertaneja, conversam animadas, criam, definem tarefas para Ézio, Moisés, Júnior e outros homens que ousamos chegar por perto. À tarde, chega o arte-educador Gilson Lucena, articulador da RECID (Rede de Educação Cidadã), na região, trazendo o apoio da entidade para nossa Jornada. Naquele primeiro dia, tratamos de sonhos e sementes que geram vida.

No dia 23, sexta feira, trouxemos as memórias que temperam a vida. Para o almoço, chega mais um grupo de artistas – Márcia Carneiro, terapeuta e focalizadora de Danças Circulares, com sua mãe, Niva, vindas de Curitiba, Paraná; Paulo Nogueira, de Fortaleza, arte-educador, para acompanhar a Oficina de Teatro e Pedro, nosso amigo motorista, que também participa das atividades da jornada.

A partir das duas da tarde, após uma bom relaxamento,orientado por Nena, nossa cuidadora, até a noitinha, crianças, jovens e adultos, ocupam os espaços dos terreiros, nas sombras das Tamarineiras e Cajaraneiras, um tipo de imbu-cajá, cujos frutos maduros, vão caindo pelo chão, numa bela e saborosa percussão.

O sábado foi o dia das boas surpresas que alimentam a vida. A mais expressiva delas, veio da cidade de Cariús, com o grupo de três mulheres e um homem. Uma delas, dona Francisca, 72 anos, louceira e artesã, com suas criações – panelas, pratos,jarros de barro, bonecas, toalhas, tudo saído de suas mãos, para admiração e uso de todos e todas, em plena sintonia com nosso tema.

Na parte da tarde o terreiro e os corações de todos vão se enchendo de artes – exposição de canteiros ecológicos,feitos com garrafas pet, pelo grupo com o Ciçô; saudação pela Capoeira,coordenada pelo nosso parceiro Francisco “Machado de Prata”; apresentação do grupo de bonecos, monitorado por Mônica, da comunidade, com o tema “A cozinha da vovó”.

A expressiva e interativa performance da oficina de Teatro, com jovens de Guassussê, já bem familiarizados com as ações do Projeto, monitorados por Paulo Nogueira, foi mesmo uma verdadeira mostra de potencialidade e possibilidade artística. O encerramento da mostra foi com a oficina de Danças Circulares, facilitada por Márcia Carneiro, que foi se abrindo numa grande ciranda onde todos e todas, até os nossos três cachorrinhos entraram felizes da vida!

Nas noites, o ritual de sempre, a celebração da tradicional novena a S. José, iniciada em março de 1952, pelo casal mãe Suzana e pai Zezinho Paraibano e que neste 2012, completa 60 anos,sem interrupção. O momento da novena é também uma forte vivencia de arte, com animadores e tocadores, compartilhando benditos, depoimentos e apreciações das realizações dos dias, orações tradicionais e bênçãos, numa verdadeira sintonia da espiritualidade popular tradicional com as vivências históricas da comunidade atual. Antes de dormir, aquele chá de capim santo, adoçado com um papo descontraído.

A 7ª Jornada de Artes na Roça, encerrou-se no domingo, dia 25 de março, com o café da manhã, feito pelos homens presentes – cuscuz de milho, moído na hora, cozido na vasilha de barro, frutas, leite mugido, suco verde,a Caminhada Ecológica, pelo velho riacho do Saco da Onça, um afluente do Rio Salgado, saindo pelas 06h30min, quando contemplamos as velhas e sagradas Oiticicas, Inharés, Sabiás, Veludos e as belas Avencas e Jericós. Da caminhada trouxemos os maxixes para o almoço e um ramo de flores de Mufumbo, para o altar de S. José, em nome dos amados e amadas, que tantas vezes fizeram este gesto nos tempos passados.

A festa final, em torno da mesa, debaixo das árvores, com o brinde de caipirinha, sucos naturais e vinho, numa bela roda da família de sangue,arte e mística. Ali todos nós compartilhamos nossas primeiras sensações do que vivemos – “ fortalecimentos das amizades, beleza da partilha, o encanto da mãe natureza, boas surpresas de adolescentes e jovens que já mostram seus talentos e capacidade de militância artística.”

Em todos (as), a certeza de que esta Jornada foi distinta, porque envolveu mais a comunidade local com a turma que veio de longe e um inquieto desafio, sobre em que precisamos inovar e avançar, para um novo ciclo, após o simbólico sétimo ano de Jornadas de Artes na Roça.

Após o almoço, os abraços emocionados e agradecidos e a partida dos grupos que seguiram para Fortaleza e Iguatu.

A noite veio a tão esperada chuva, com relâmpagos e trovões, sobre nossa horta e nossa semeadura de sonhos e talentos no velho e encantador sertão vivo.

Zé Vicente – poeta cantor

Contato: zvi@uol.com.br

quinta-feira, 29 de março de 2012

Icó-CE: Durante briga vendedor arranca dedo de aposentado com os dentes

Um homem que travou luta corporal com um aposentado decepou um dos dedos da mão dele com a boca. Por volta das 20 horas de 28/03 em Icó, o aposentado Osvaldo Gomes, de 47 anos, teve o dedo indicador da mão esquerda decepado pelo vendedor Carlos Alberto que fugiu. Antes, ele mordeu, também, outro dedo da vítima e quase ocorria o mesmo.


O aposentado disse à polícia que estava na casa de sua companheira Geralda Julião da Silva quando o vendedor conhecido por Carlinhos ali chegou embriagado ameaçando bater na filha de Geralda com quem vive maritalmente. Osvaldo cuidou de apaziguar os ânimos e se deu mal. Na manhã desta quinta ele esteve na delegacia com sua companheira, que é sogra do acusado, comunicando fato. O mesmo foi submetido a exame de corpo de delito no IML de Iguatu.

AÇUDE ORÓS ESTÁ FALTANDO 0,64 PARA SANGRAR

O PORTAL ORÓS ESTEVE A POUCOS INSTANTES NO AÇUDE ORÓS E A GRANDE RIQUEZA DE NOSSA CIDADE ESTÁ FALTANDO 0, 64 CENTÍMETROS PARA SANGRAR NAS ÚLTIMAS 24 HORAS O MESMO AUMENTOU 0, 12 CENTÍMETROS, COM93,35% DE SUA CAPACIDADE TOTAL.

O AÇUDE TRUSSU EM IGUATÚ ESTA FALTANDO 0,64 CENTÍMETROS PARA SANGRAR E O RIO JAGUARIBE NAQUELA CIDADE ESTÁ NO 11.

Fotos do açude Orós a poucos instantes:

quarta-feira, 28 de março de 2012

TV PORTAL ORÓS - AÇUDE ORÓS FALTA 0,76 PARA SANGRAR EM 28 03 12.mpg

LEO CLUBE DE ORÓS VISITA APAE

COMO ONTEM DIA 27/03 FOI COMEMORADO O DIA DO CIRCO O LEO CLUBE ORÓS FAZ PARCERIA TODOS OS ANOS COM A APAE DE ORÓS, COMEMOROU NA ESCOLA O DIA DO CIRCO COM AS CRIANÇA A PEDIDO DA PROFESSORA LUCIENE BERTO SENDO ASSIM OS COMPANHEIROS RODRIGO COSTA PRESIDENTE, ROBSON NOGUEIRA VICE - PRESIDENTE, JESSICA VIEIRA DIR. DE COMUNICAÇÃO, JOSÉ ÂNGELO DIR. ARTÍSTICO E COMUNICAÇÃO, JATTANAEL PINHEIRO E ANDREIA COMPANHEIROS LEO, FICARAM RESPONSÁVEIS EM REALIZAR UMA ATIVIDADE LÚDICA COM AS CRIANÇAS DA APAE ORÓS, SENDO ASSIM LEVARAM OS PERSONAGENS DO CIRCO PALHAÇO, BAILARINA, BOBO DA CORTE E ETCONDE FORAM APRESENTADOS PEÇAS TEATRAIS, PERFORMANCES E BRINCADEIRAS.

GRUPO DE TEATRO DO LEO CLUBE ORÓS: ATORES: RODRIGO, JATTANAEL, ROBSON, JESSICA E ANDREIA.

MAQUIAGEM: JOSÉ ÂNGELO FEITOSA; A EQUIPE DO LEO CLUBE ESTARÁ SEXTA PASSANDO NAS ESCOLAS COMEMORANDO O DIA DO ABRAÇO, VENHA VOCÊ RECEBER UM ABRAÇO CARINHOSO.


O dia do circo foi criado em homenagem ao palhaço Piolim, Abelardo Pinto, que comandou o circo Piolim por mais de trinta anos.

Seu pai havia sido dono de circo quando Abelardo ainda era pequeno, local onde aprendeu a tocar violino, a fazer contorcionismos e acrobacias.

A data foi instituída em razão de seu nascimento, no ano de 1897, em Ribeirão Preto, no estado de São Paulo.

Abelardo chegou a fazer espetáculos beneficentes, junto com um grupo de artistas espanhóis, que lhe deram o apelido de Piolim, que significa barbante, devido às pernas compridas e também por sua magreza.

Piolim era engajado com os movimentos artísticos e culturais, sempre preocupado em divulgar a arte como forma de expressão cultural.

Foi homenageado pelos intelectuais da semana de arte moderna (Tarsila do Amaral, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Anita Malfati, e outros) em 1922, como o maior artista popular brasileiro.

Em dois de agosto de 1931 recebeu uma homenagem de Mário de Andrade, através de uma crônica que demonstrava seu encantamento com a arte do circo de Piolim.

Um dos maiores sonhos desse palhaço era montar uma escola circense, para manter as tradições artísticas e culturais do circo, mas morreu antes de concretizá-lo, aos 76 anos de idade, no ano de 1973.

Rodrigo Costa de Lima

AÇUDE ORÓS FALTA 0,76 CENTÍMETROS PARA SANGRAR

terça-feira, 27 de março de 2012

Resultado do Processo Seletivo em Orós pela Osead e Instituto Nordeste.

Segue resultado do processo seletivo realizado nos dias 17 e 18/03 no Estado do Ceará nas cidades de Orós, Iguatú e Quixadá: http://www.osead.com.br/noticias.htm

ALDENIZA ALVES DE OLIVEIRA CURAS Aprovado

DANNILA PINHEIRO DO NASCIMENTO Aprovado

JULIA PINHEIRO GONDIM Aprovado

ARIANA SILVA DE ALBUQUERQUE Aprovado

IVAMAR CAITANO NOGUEIRA Aprovado

CHRISTIANA RODRIGUES DE ALBUQUERQUE B. COSTA Aprovado

STIVENSAM LUIZ DE SOUZA LIMA Aprovado

TARCISIO ALVES MEDEIROS Aprovado

MARCOS VENICIO ALVES TEIXEIRA Aprovado

AMANDA CECILIA RICARTE Aprovado

ANA VALERIA SILVA DAS NEVES Aprovado

ANTONIO EDUARDO DE SOUSA MONTE Aprovado

AQUILLA VIEIRA DA SILVA Aprovado

BRUNA DA SILVA ALBUQUERQUE Aprovado

CARLA APOLINARIO DE LIMA Aprovado

DANILO ARAUJO DOS SANTOS Aprovado

DIEGO BEZERRA FERREIRA Aprovado

ELAINE CRISTINA DE SOUSA MONTE Aprovado

FRANCISCO JOSE MAIA DA SILVA Aprovado

FRANCISCO SILLAS WAYNE DE S. LINARD Aprovado

GONÇALA MARIA BARROS GARCIA Aprovado

HERMINIO VIEIRA DE SOUSA NETO Aprovado

JACINTA VIEIRA DE ARAUJO Aprovado

JOSÉ ADAILTON BARBOSA DE OLIVEIRA Aprovado

KARINE GUERRA CUSTÓDIO Aprovado

LIDIO LUIS CUSTODIO DE FREITAS NETO Aprovado

LINDOLFO KELSON PEQUENO DE AMORIM Aprovado

MANOEL VIEIRA NETO Aprovado

MARCOS HORACIO VIEIRA B. DE MENESES Aprovado

MARCOS RODRIGUES MACIEL JUNIOR Aprovado

MARIA CECILIA DE LIMA RICARTE Aprovado

MAYKON THOMPSON RIBEIRO NUNES Aprovado

MAYRYLANNE PEREIRA MAIA Aprovado

PRISCILA VIEIRA DA SILVA Aprovado

RAMON AUGUSTO SILVEIRA CÂNDIDO Aprovado

RENNEIDE HANNA SEYLLER FORMIGA DANTAS Aprovado

ROBECIA RAYANE LIMA VERDE Aprovado

ROUSIERE NALVA BENTO DE LIMA Aprovado

ALICE DIAS DUARTE Aprovado

ALRENIR DE SOUZA RODRIGUES Aprovado

ANA SARA DOS SANTOS FERREIRA Aprovado

ANDREIA PEIXOTO LIMA VERDE LEITE Aprovado

ANDRELIZA CERQUEIRA PINHEIRO Aprovado

CICERO BEZERRA CALISTO Aprovado

FRANCIS MÁRIO DA SILVA LIMA Aprovado

FRANCISCO DE HOLANDA ARAUJO Aprovado

GABRIELA CÂNDIDO DE LIMA Aprovado

GERLANIA FREITAS MOTA Aprovado

JOSÉ MAURO VIEIRA LIMA Aprovado

JUCIENE CUSTODIO DA SILVA Aprovado

LAYRTON BESERRA SOARES Aprovado

MARIA DO SOCORRO SILVA PEIXOTO Aprovado

MARIA ERIDAN DA SILVA Aprovado

MARIA ERISLEIDA NUNES DE OLIVEIRA Aprovado

MARIA LETICIA NOGUEIRA Aprovado

MARIA RUTH KARINE QUEIROS ANDRÉ Aprovado

MICAEL AMORIM VIEIRA Aprovado

OZELEIDE GONÇALVES DE OLIVEIRA Aprovado

RENATO VICENTE DE OLIVEIRA Aprovado

TIAGO DA SILVA BEZERRA Aprovado

VERLANDIA LIMA DE SOUSA Aprovado

ANTONIA ERILEUZA SILVEIRA SILVA Aprovado

MARIA JOSÉ DA SILVA SOUSA Aprovado

LUCILEIDE DA SILVA FERREIRA Aprovado

GERUZA MARIA DE SALES NASCIMENTO Aprovado

YARA DE LIMA ALMEIDA Aprovado

VERA LÚCIA PIANCÓ MARTINS Aprovado

PHILIPPE DE OLIVEIRA SANTOS Aprovado

ALINNE JOYCE OLIVEIRA DA SILVA Aprovado

ANA ALICE GOMES DA SILVA Aprovado

ANA CLÁUDIA DE SÁ BARBOSA Aprovado

ANA MARIA MAGALHÃES Aprovado

ANTONIA MIQUEILINE ARAÚJO FERREIRA Aprovado

ANTONIO HANDSON DOS SANTOS LOPES Aprovado

CÍCERO JOSÉ BARROS DE AGUIAR Aprovado

DANIELE DE SOUSA MAGALHÃES Aprovado

DIMAS DA SILVA MARQUES Aprovado

DIVA JACINTO ALVES NETA Aprovado

EDUARDO ALVES DE OLIVEIRA Aprovado

FELIPE DA COSTA DOS SANTOS Aprovado

FRANCISCA DAYSE DA COSTA PAZ Aprovado

FRANCISCO ANDERSON GOMES GONÇALVES Aprovado

FRANCISCO CARLOS DE CARVALHO Aprovado

FRANCISCO JANDER MAGALHÃES LIMA Aprovado

GABRIELA MARIA RIBEIRO DE CARVALHO Aprovado

INÁCIO SOUSA MAGALHÃES Aprovado

ISABELLE MARIA TEIXEIRA DE SAMPAIO Aprovado

ISMARY MORAIS COSTA Aprovado

JEANA DA CRUZ ROCHA Aprovado

JERFFSON FONSECA GUARINHO Aprovado

JOSÉ JUSCELIO DE CARVALHO OLIVEIRA Aprovado

JOSÉ MAGNO FONTENELE GOMES Aprovado

LUIS EDUARDO ARRUDA PEREIRA Aprovado

LUIS FERNANDO OLIVEIRA DIAS Aprovado

MAICON XAVIER DE MATOS Aprovado

MARIA DO LIVRAMENTO MOREIRA LIMA Aprovado

MARIA DO LIVRAMENTO OLIVEIRA DIAS Aprovado

MARIA DO LIVRAMENTO SOARES DA COSTA Aprovado

MARIA LIDIANE FERREIRA Aprovado

MARIA MICHELE PERIERA FIRMINO Aprovado

MARIA PRISCILA GONÇALVES MAGALHÃES Aprovado

RAQUEL DAS CHAGAS DOS SANTOS Aprovado

RITA DE CÁSSSIA DA SILVA Aprovado

SÉRGIO JOSÉ GAMA DOS SANTOS Aprovado

SIMONE MARIA OLIVEIRA SOBRINHO Aprovado

SOCORRO LEILA FERREIRA DO ROSÁRIO Aprovado

SOLANGE CARNEIRO BRASIL Aprovado

TANCREDO FRANCISCO DE PAULA Aprovado

TATIARA ARAÚJO DE OLIVEIRA Aprovado

TAUVANIA MAGALHÃES PASSOS Aprovado

TEREZA CRISTINA DOS SANTOS ARAÚJO Aprovado

SILVANETE SOARES MARINHO Aprovado

SUNAMITA RAMOS DE ALENCAR Aprovado

TÂNIA MARIA DANTAS MONTEIRO Aprovado

TARCILA MARIA NUNES MESQUITA Aprovado

TELMARIA FREIRES DA SILVA Aprovado

Regional Sexto açude sangra no Ceará

Mais um açude sangrou no Estado nesta terça-feira (27). O Açude Ubaldinho, localizado no município de Cedro, a 430 km de Fortaleza foi o sexto reservatório a superar sua capacidade máxima de abastecimento em 2012. Outro reservatório que atingiu sua capacidade máxima nesta terça-feira foi o Muquém, em Cariús, a 420 km da Capital.

e acordo com a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), outros dois açudes estão bem próximos de sangrar: o açude Tijuquinha, em Baturité, que já está com 98,89% de sua capacidade e o Trussu, no município de Iguatu, com 94,36%. O Tijuquinha foi o primeiro reservatório a sangrar em 2012 e transbordou pela segunda vez na última segunda-feira (26).

Segundo a Cogerh, dos 138 açudes monitorados, cinco permanecem sangrando, o Ubaldinho, no Cedro, o Muquém, em Cariús, o Valério, em Altaneira, o Rosário, em Lavras da Mangabeira, e o Junco, na cidade de Granjeiro. No momento, sete açudes estão com a capacidade acima de 90%, são eles: Orós, o segundo maior do Ceará, Gavião, Tijuquinha, Quixeramobim, Trussu e Olho D'água.

CRÉDITO: HONÓRIO BARBOSA DIÁRIO DO NORDESTE


Açude Orós está perto de sangrar

Um dos maiores reservatórios do Ceará está prestes a sangrar. O açude Orós, localizado em Orós, na região do Centro-Sul do Estado, está hoje com mais de 90% de seu volume máximo e segue elevando o nível de armazenamento com as recentes chuvas.

Dados do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) indicam que oOrós está com 91% de seu volume máximo. A medição foi feita na segunda-feira (26) e aponta que o reservatório tem 1,76 bilhão de metros cúbicos, de um volume total de 1,94 bilhão.

O açude

O Orós, com mais de 50 anos, é o segundo maior açude do Ceará, de propriedade do Dnocs, e é usado para o abastecimento hídrico de várias cidades do Estado, além de funções como piscicultura.

Outros açudes

Na mesma região, em Iguatu, o açude Trussu também está próximo a atingir seu volume máximo. De acordo com o Dnocs, o nível de armazenamento é hoje de 94% – conforme medição também na segunda-feira.

Já o maior açude do Estado, o Castanhão, localizado em Alto Santo, acumula 72% de seu volume máximo.


Fonte: http://www.jangadeiroonline.com.br/ceara/acude-oros-esta-perto-de-sangrar-2/

Vacinação de tilápias eleva produtividade no criatório

A vacina é principal arma contra a Estreptococose, doença que causa a mortalidade de peixes adultos

Limoeiro do Norte Chegou neste ano ao Brasil uma novidade que já está trazendo bom retorno a produtores de peixes em cativeiro. Para combater doenças e melhorar a produtividade, já acontece no Ceará a vacinação de tilápias. O Estado, que é o maior produtor dessa espécie de peixe no País, agora difunde esse tratamento profilático para o animal que incrementa em até 15% a sobrevivência da criação. A vacina chegou como principal arma contra a Estreptococose, um mal que tem atingido os peixes e comprometido as criações. Produtores de tilápia em Municípios como Jaguaribara, Pentecoste e Cascavel já aderiram à novidade, com aposta no retorno financeiro que traz o cuidado com o bem-estar dos peixes.

O criador Lucas Alder, da Fazenda Itaparati, Município de Pentecoste, foi o primeiro beneficiário do Nordeste com a vacinação de tilápias-do-nilo, uma das espécies de peixe mais cultivadas no País. O processo de vacinação é simples. Antes de ser vacinado, o peixe é levemente sedado, provendo melhor conforto e bem-estar ao animal. A vacina é injetada na barriga (cavidade abdominal). A imunidade dura pelo menos 210 dias. Quanto à aplicação com agulha, o processo é considerado seguro e não causa mortalidade nos animais. "A agulha é apropriada e não machuca o peixe", afirma Rodrigo Zanolo, gerente de produto da MSD Saúde Animal, empresa que trouxe e tem disseminado a prática da vacinação da tilápia no Brasil. Este processo já é realizado há anos em atividades mais tradicionais de criação de peixes no mundo, como as produções de salmões no Chile e Noruega. O método injetável da vacina é considerado um dos mais eficientes.

De acordo com o engenheiro de pesca, Leonardo Cericato, a vacinação de tilápia é uma das melhores estratégias não só no combate à doença Estreptococose como uma salvaguarda no melhor rendimento e produtividade dos peixes. Leonardo é doutor em Aquicultura e Águas Continentais pela Universidade do Estado de São Paulo (Unesp) e coordenador de Território Aquicultura da MSD, Saúde Animal.

A Estreptococose é uma doença causada por uma bactéria chamada Streptococcus agalactiae e é considerada a doença de maior impacto econômico na tilapicultura mundial. No Brasil a doença apresenta distribuição em todos os polos de produção, do Nordeste ao Sudeste. As principais perdas são de animais adultos (pesam acima de 100 gramas); essa bactéria causa quadros clínicos severos de septicemia e encefalite, infecções do sistema nervoso central, em tilápias na fase de engorda, principalmente durante os meses mais quentes no ano.

A doença é observada com frequência nos cultivos em tanques-rede e a mortalidade pode ser elevada, causando prejuízos econômicos consideráveis aos produtores. Os surtos podem apresentar mortalidades de 5% a 40%, dependendo dos fatores de risco envolvidos. Mas o prejuízo não é só na mortalidade. Outra perda está associada aos animais sub-clínicos, que mantêm a doença na criação e trazem baixo desempenho ao lote.

A Merck (conhecida como MSD fora dos Estados Unidos e do Canadá) é hoje a líder no ramo de assistência à saúde animal. A Merck Animal Health ficou conhecida no Brasil como MSD Saúde Animal. Oferece a veterinários, fazendeiros, proprietários de animais de estimação e governos variedade de produtos farmacêuticos veterinários, vacinas e soluções e serviços de gerenciamento de saúde.

A vacinação ainda configura um avanço no tratamento de doenças com peixes, antes tratadas com antibióticos incorporados à ração (para animais em engorda) e que acabavam gerando impacto no ambiente, por associar resíduos químicos à água e também causar a seleção de bactérias resistentes.

O Ceará é o maior produtor de peixe em cativeiro do Brasil. A tilápia é o que desponta, e o Ceará responde por 20% da produção nacional. De acordo com a Associação Cearense de Aquicultores (Aceaq) a produção de tilápia aumentou 50% entre fevereiro de 2011 e mesmo mês em 2012. E a expectativa é de 30 mil toneladas de tilápia no Ceará neste ano. De acordo com a Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece) a tilápia é produzida em cerca de 60 açudes em 57 Municípios do Estado. Orós, Jaguaribara e Pentecoste estão entre os principais municípios produtores.

MELQUÍADES JÚNIOR

REPÓRTER

Fonte:http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1119734

CHOVE EM ORÓS

CAGECE ENTREGA AVISOS DE CORTES EM ORÓS

Nos últimas dias os clientes da cagece de Orós tem recebido os avisos de corte só que o promotor da cidade pediu ao escritório local da cagece que não fizesse nenhum corte até o caso das contas altíssimas fosse resolvido, mais com a entrega dos avisos de cortes fica bem claro que nem a opinião do promotor importa para os responsáveis da cagece em Orós.

Por isso mesmo que a solução tem que partir do povo e da Câmara Municipal de Vereadores que são nossos representantes os cidadãos que lá estiveram dia 16 de Março pediram aos nobres edis que:

1º Fosse revogada a lei que deu 30 anos de exclusividade a cagece nos serviços de água e esgoto em nossa cidade. Só assim eles passariam a respeitar mais o povo oroense concorrência é sempre bom para os clientes.

2º A criação de uma tabela municipal com preços fixos e justos para um metro cúbico de água em Orós, já que pagamos até R$ 7,03 e isso é um absurdo total o povo oroense quer e merece pagar por preços fixos e justos em suas contas de água.

É por isso que o portal Orós está nesta luta em defesa do povo oroense que está cansado de sofrer com esse abuso da cagece.

O nosso portal não tem rabo preso com ninguém por isso é o ÚNICO meio de comunicação da cidade a DEFENDER O POVO, e vamos continuar assim mesmo diante das pressões e ameaças.

Josemberg Vieira...

segunda-feira, 26 de março de 2012

Acidente de trânsito deixa uma idosa ferida em Orós

Na tarde deste domingo, 25, por volta das 17h, um acidente de trânsito na Vila Santarém, a 15 km de Orós deixou uma idosa ferida.

O policiamento foi informado através do SD Medeiros, segundo o mesmo a sua mãe a aposentada Maria Medeiros Santana, de 63 anos, passava em frente a residência do vendedor Adailton Pinheiro, de 30 anos, quando o mesmo deu uma ré no veículo FORD KA atingindo a vítima, que sofreu fratura exposta no pé esquerdo.

A vítima foi socorrida pelo próprio condutor do veículo até o Hospital da cidade de Icó.

EQUIPE DE TRILHA PAPIM & CIA EM UMA NOVA AVENTURA

A equipe de trilha Papim & Cia em uma nova aventura na região de Iguatú e Orós.

Açude Muquém é o quinto a sangrar em 2012 e o Açude Orós está com 90% de sua capacidade

Dos 138 açudes monitorados pela Cogerh em parceria com O DNOCS, cinco já sangraram em 2012 e quatro permanecem sangrando. O último reservatório que atingiu a capacidade máxima foi o Muquém, em Cariús, Bacia do Alto Jaguaribe, que sangrou hoje (26). Os outros três são: Valério, em Altaneira, Bacia do Alto Jaguaribe, Rosário, Lavras da Magabeira e Junco, no município de Granjeiro, ambos pertencentes a Bacia do Salgado. O Tijuquinha, em Baturité, nas Bacias Metropolitanas, foi o primeiro a sangrar em 2012 e parou no dia 13 de março.


No momento seis açudes estão com a capacidade acima de 90%: Orós, o segundo maior do Ceará, localizado no município de mesmo nome, pertencente a Bacia do Alto Jaguaribe, Gavião, em Pacatuba e Tijuquinha, em Baturité, Bacias Metropolitanas, Ubaldinho, em Cedro, Bacia do Salgado, Açude Quixeramobim, em Quixeramobim, Bacia do Banabuiú e Trussu, em Iguatu, na Bacia do Alto Jaguaribe.


Oito açudes estão com o nível acima de 80%: Jaburu I, em Ubajara, Bacia do Parnaíba, Aracoiaba, em Aracoiaba e Batente, em Ocara, ambos das Bacias Metropolitanas, Acaraú Mirim, em Massapê, Bacia do Acaraú, Diamante, em Coreaú, Bacia do Coreaú, Cachoeira, em Aurora e Tatajuba, em Icó, Bacia do Salgado e Capitão Mor, em Pedra Branca, Bacia do Banabuiú.


O acúmulo dos 138 reservatórios estão atualmente, com 69,98%, o que representa mais de 12 bilhões de metros cúbicos, dos 18 bilhões de metros cúbicos da capacidade total do Estado do Ceará.


26.03.2012


Assessoria de Comunicação e Marketing da Cogerh
Vanja Boaventura - 85 3218.7024/3218.7025.

domingo, 25 de março de 2012

ONDE ESTÃO ELES, SEUS REPRESENTANTES E O QUE FIZERAM POR ORÓS?

Um ano e cinco meses após as eleições de 2010 onde estão os deputados estaduais e federais e principalmente os seus representantes que andaram de casa em casa pedindo o apoio do povo oroense e fazendo as suas promessas?

Você sabia que em Orós nas eleições de 2010 foram votados 438 DEPUTADOS ESTADUAIS e 113 DEPUTADOS FEDERAIS?

Em ano de eleição é hora de fazermos algumas perguntas:

- Quantos deles vieram a Orós após as eleições?

- Quantos deles deslocaram emendas (recursos) para obras e benefícios para o povo oroense?

- Será que eles e seus representantes só vão reaparecer daqui a quatro anos como de costume?

- Este ano os seus representantes novamente vão andar de casa em casa pedindo o voto do povo oroense?

Você lembra-se em quem votou nas últimas eleições? Se sua resposta é sim então está mais do que na hora de cobrar daqueles que foram ai na sua casa pedir e fazer promessas já passou do tempo deles mostrarem serviço já que receberam seu voto e sua confiança porque eles são EMPREGADOS DO POVO e eles nos devem explicações.

OLHOS ABERTOS MINHA GENTE ESTAMOS EM ANO ELEITORAL E ELES ESTÃO A SOLTA.

VAMOS NOS DEIXAR ENGANAR NOVAMENTE?

Aqui fica o espaço para os nobres deputados e seus representantes divulgarem os trabalhos feitos em prol do povo oroense.

Nosso e-mail é josembergvieiraoros@hotmail.com

Link TRE-CE http://www.tre-ce.gov.br/tre/eleicoes/ele2010/resultados/menu.html#

VEREADOR DR. WELLINGTON DIZ QUE A EMPRESA ELISEU BATISTA S/A NÃO POLUI RIO JAGUARIBE.

Ouça:

VEREADORES FALAM DO CASO DA CAGECE ORÓS CEARÁ


Os vereadores Luhanna Úrya, Geraldo Vidal e José Patrício falam do caso da cagece em Orós.

VEM AI 3ª MOSTRA DE ARTE E CULTURA DO SERTÃO, 13,14 DE JULHO.

ASA BRANCA VEM CANTA E ENCANTA 100 ANOS DO REI DO BAIÃO.

Já começaram os preparativos para 3ª mostra de arte e cultura do sertão.

A comunidade de Santarém já está em clima frenético, ensaios do coral sobre a regência do professor Jessé Nunes e das coreografias sobre o comando da coreografa Tamires Andrade, a comunidade se envolve, as crianças e adolescentes vibram na expectativa de mais um grande evento que esse ano homenageia o centenário do Rei do Baião.

A mostra é uma vitrine na qual apresentamos ao publico todo trabalho desenvolvido durante o ano com as crianças e adolescentes assistidos pelo projeto é também uma forma de valorizar os artistas da terra.

Este ano teremos novidades no espetáculo: Será um musical com a participação da Fundação Raimundo Fagner.

Mais de 100 artistas estarão envolvidos nesse espetáculo, bailarinos, músicos, atores etc...

Também receberemos as comunidades vizinhas que ocuparam o palco central e faram a festa conosco com muita dança musica e teatro.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Chico Anysio morre aos 80 anos

Morreu nesta sexta-feira (23), aos 80 anos, o humorista Chico Anysio. Ele estava internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, havia três meses. Ao longo de seus 65 anos de carreira, Chico Anysio criou mais de 200 personagens e foi um dos maiores humoristas do Brasil com destaque no rádio, na TV, no cinema e no teatro (abaixo, nesta reportagem, relembre sua trajetória). Ele deixa oito filhos.


Anysio apresentou uma piora nas funções respiratórias e renal na quarta-feira (21) e voltou a respirar com ajuda de aparelhos durante todo o dia. Ele estava no CTI do hospital carioca desde 22 de dezembro do ano passado por conta de um sangramento. O comediante chegou a ter o problema controlado, mas apresentou uma infecção pulmonar e retornou à internação. Ele seguia em sessões de fisioterapia respiratória e motora diariamente, somadas a antibióticos.


O ator também já foi submetido a uma laparotomia exploradora, procedimento cirúrgico que serve para revelar um diagnóstico. Essa cirurgia fez com que Chico Anysio tivesse um segmento de seu intestino delgado retirado.

No final de 2010, ele foi levado ao mesmo hospital com falta de ar. Após uma obstrução da artéria coronariana ser encontrada, passou por uma angioplastia, procedimento para desobstrução de artérias. Após 110 dias, teve alta em março do ano passado.

Com fortes dores nas costas, o humorista foi novamente internado em novembro. Ficou no hospital durante cinco dias, para receber medicação intravenosa devido a problema antigo nas vértebras que provocava dor. No fim de novembro, teve febre e os médicos descobriram uma contaminação por fungos, tratada com antibióticos. No começo de dezembro, retornou ao hospital com infecção urinária e ficou internado por 22 dias. Um dia depois, voltou ao Hospital Samaritano.

Nos momentos mais críticos, quando esteve no hospital entre dezembro de 2010 e março de 2011, Chico necessitou da ajuda de aparelhos para respirar e se comunicava com médicos e familiares por meio de mímica. Durante o período pós-operatório, houve o diagnóstico de um tamponamento cardíaco, que acontece quando o sangue se acumula entre as membranas que envolvem o coração (pericárdio).

Durante o período de internação, que alternou momentos no CTI e em unidades intermediárias, Chico Anysio apresentou quadros de pneumonia e passou por sucessivas broncoscopias. As infecções foram tratadas com uso de antibióticos.

Antes, em agosto de 2010, o humorista precisou ser internado para a retirada de parte do intestino grosso após ser constatado um quadro de hemorragia no aparelho digestivo. Em maio de 2009, outra pneumonia o levou ao hospital.


Rádio e TV

Foi no Rádio Guanabara, ainda nos anos 50, que os seus tipos cômicos começaram a surgir. Até o “talento para imitar vozes”, como o proprio Chico descreveria em seu site, evoluir para a televisão. A estreia aconteceu em 1957, na extinta TV Rio, no programa “Aí vem dona Isaura”. Foi lá que o Professor Raimundo teve sua primeira aparição no vídeo, como o tio da protagonista que vinha do Nordeste — até então o programa só havia sido veiculado pelo rádio.

“Até tinha uma coisa de sentar para criar, mas uns nasceram pela voz, outros pelo tipo, pela personalidade, pela caracterização. Sempre fiz questão de que eles fossem encontrados sem que eu estivesse presente. Que alguém dissesse: "'Na minha terra, tem um Pantaleão. No Rio tem muito Azambuja’”, explicou o humorista ao “Estado de S. Paulo”, em 2009.


Num tempo em que ainda não existiam contratos de exclusividade, Chico pôde fazer participações especiais em programas de outras emissoras e em chanchadas da Atlântida.
O “Chico Anysio Show”, seu primeiro programa de humor, foi lançado no início da década de 60. Foi ao ar pela TV Rio, depois pela Excelsior e em 1982 voltou a ser exibido pela Rede Globo — onde o humorista já trabalhava desde 1969.
Mas foi na Globo que teve seus programas humorísticos de maior sucesso e onde desenvolveu a maioria de seus personagens. Entre as atrações, destaque para “Chico city” (1973-1980), “Chico total” (1981 e 1996) e “Chico Anysio show” (1982-1990).

Alguns desses personagens quase que se misturam à história da televisão brasileira, como o ator canastrão Alberto Roberto, o pão-duro Gastão Franco, o coronel Pantaleão, o pai-de-santo Véio Zuza, o velhinho ranzinza Popó, o alcoólatra Tavares e sua mulher Biscoito (Zezé Macedo) e o revoltado Jovem.

Com o passar dos anos, novos tipos eram criados e incorporados ao programa: o funcionário da TV Globo Bozó, que tentava impressionar as mulheres por conta de sua condição; o mulherengo e bonachão Nazareno, sempre de olho nas serviçais; o político corrupto Justo Veríssimo; e o pai de santo baiano e preguiçoso Painho são alguns dos mais populares.

Apresentada como quadro em outros programas desde a década de 1980, a “Escolinha do Professor Raimundo” tornou-se uma atração independente em 1990. No ar até 2002, o humorístico lançou toda uma geração de comediantes. Entre os “alunos” revelados pelo “professor Chico” estão Claudia Rodrigues, Tom Cavalcante e Claudia Gimenez.

Chico também atuou em novelas e especiais da Globo, como “Pé na jaca” (2007), “Sinhá Moça” (2006), “Guerra e paz” (2008) e “A diarista” (2004). Chico Anysio também teve um quadro fixo no Fantástico por 17 anos (de 1974 a 1991), e supervisionou a criação no programa “Os Trapalhões” no início dos anos 90.

Cinema
A incursão mais recente de Chico Anysio no cinema foi como dublador. É dele a voz do protagonista da animação “Up - Altas aventuras", animação do estúdio Pixar. Antes disso, o humorista fez uma participação especial no recordista de bilheteria “Se eu fosse você 2” (2008), de Daniel Filho. “Nos créditos finais fiz questão de colocar ‘senhor Francisco Anysio’. Ele é um astro, merece ser tratado com toda reverência”, explicou o diretor em entrevista aoG1 durante o lançamento do longa.

Em 1996, o humorista interpretou o personagem Zé Esteves, pai da personagem-título, em “Tieta”, de Cacá Diegues. O trabalho coincidiu com o aniversário de 25 anos da estréia de Chicono cinema, na pornochanchada "O doce esporte do sexo". Antes havia participado de comédias como "Mulheres à vista" e "Cacareco vem aí".

Em 2011, em sua última aparição pública, recebeu o prêmio especial do Júri do Festival do Rio pelo seu desempenho no longa “A hora e a vez de Augusto Matraga”, do diretor Vinícius Coimbra.
"O filme é importantíssimo, a obra é linda. Vinícius realizou algo quase inacreditável. É um filme que, tenho certeza, Sergio Leone assinaria com alegria", destacou o bem humorado Chico, que fez questão de receber o Troféu Redentor pessoalmente, mesmo de cadeira de rodas.

Literatura e artes plásticas
Além de se dedicar ao humor, Chico também foi artista plástico. Apaixonado pela pintura, retratou paisagens ao redor do mundo a partir de fotografias que tirava dos países que visitava. Realizou exposições de seus quadros em diversas galerias do Brasil e chegou a afirmar que gostaria de ter dedicado mais tempo à atividade.

“Porque teria tido mais tempo para aprender, para melhorar. Teria mais tempo para me tornar conhecido e aceito, para vender meus quadros por um preço melhor. Cheguei a admitir que a pintura seria meu emprego da velhice, mas não vai ser, porque ninguém está comprando nada de obra de arte, e pintar para guardar é terrível”, disse em entrevista à “Folha de S. Paulo”, em 2007. Foi autor de 21 livros, tendo publicado vários best-sellers na década de 70, como "O Batizado da vaca", "O telefone amarelo" e "O enterro do anão". Sua última publicação foi “O canalha”, lançada em 2000.

“É a história do cara que participou de todos os governos, desde Eurico Gaspar Dutra até o primeiro mandato de Fernando Henrique. Foi ele o responsável por todas as canalhices que ocorreram de lá para cá, como dar um revólver de presente a Getúlio Vargas”, explicaria o escritor Chico Anysio em entrevista à revista “Época”, no mesmo ano.

Outra de suas obras de destaque na literatura é o bem humorado manual “Como segurar seu casamento”, também de 2000. Na época, advertiu os leitores: “Não dou conselhos, transmito os erros que cometi e foram cometidos em cinco casamentos. Conviver é a arte de conceder. Essa troca de concessões gera a convivência harmônica”, comentou.

Carreira esportiva

Caçula de oito irmãos, Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho nasceu no dia 12 de abril de 1931, no município de Maranguape, no Ceará. A cidade constantemente era citada de forma saudosa pelo humorista – seu personagem mais popular, o Professor Raymundo, era de lá.

“Maranguape, cidade de que tanto falo, representa uma grande saudade. Foi um pequeno paraíso, o Éden da minha infância durante gloriosos anos. Foi lá que aprendi a ler sozinho”, escreveu o humorista em seu site oficial.

Aos 7 anos mudou-se para o Rio de Janeiro, após a falência da empresa de ônibus da família. Morador do Catete, contrariou a vontade do pai e do irmão mais velho — botafoguenses convictos — e se tornou vascaíno. Sonhava em ser jogador de futebol.

Mas a carreira esportiva logo foi esquecida, quando Chico passou em testes para ser locutor e ator da Rádio Guanabara. Ele ficou em segundo lugar, perdendo apenas para Silvio Santos.

Nos anos 50, também trabalhou nas rádios Mayrink Veiga, Clube de Pernambuco e Clube do Brasil. Foi na primeira que criou o programa que se tornaria um de seus maiores sucessos, "Escolinha do Professor Raymundo", inicialmente composta por três alunos: Afrânio Rodrigues (o que sabia tudo), João Fernandes (o que não sabia nada) e Zé Trindade (o que embromava o professor).

Apesar da tentativa de se tornar um galã de radionovelas, sua veia humorística se destacava desde o início. “A rádio Guanabara descobriu meu jeito para imitar vozes. Neste dia perdi minha chance de ser um Tarcísio Meira”, contou o comediante em seu site. Foi assim que começou a compor os mais de 70 tipos cômicos que marcariam sua carreira.

Casamentos e filhos

O primeiro de seus casamentos foi aos 22 anos, com a atriz Nancy Wanderley. Depois foi a vez de Rose Rondelli. Sobre a união com a cantora e ex-frenética Regina Chaves, dizia mal se lembrar. Já com Alcione Mazzeo, rompeu a relação por conta de um ensaio nu. Mas foi seu matrimônio com a ex-ministra da Economia do governo Collor, Zélia Cardoso de Mello — com quem teve dois filhos — que provocou mais polêmica. "Passou a ser uma pessoa de meu desagrado total. Fui um biombo para ela”, disse Chico à revista “Isto É”, em outubro de 2000.

Antes, porém, teve seis filhos, entre eles os atores Lug de Paula (famoso por interpretar o Seu Boneco, da “Escolinha do Professor Raimundo”), Nizo Neto (o Seu Ptolomeu, do mesmo programa, também dublador) Bruno Mazzeo (ator e roteirista). Chico também era tio do ator Marcos Palmeira, filho do cineasta Zelito Vianna, irmão do humorista; e da atriz Maria Maya, filha de Cininha de Paula, sobrinha do humorista.

Em novembro de 2009 foi agraciado com a Ordem do Mérito Cultural, a mais alta comenda do governo brasileiro na área. Da vida, dizia levar apenas um arrependimento: “Me arrependo enormemente de ter fumado durante 40 anos.”

Fonte:http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2012/03/chico-anysio-morre-aos-80-anos.html