}); PORTAL ORÓS: Fevereiro 2015

sábado, 28 de fevereiro de 2015

PEÇA DE TEATRO NAVALHA NA CARNE EM ORÓS É UM GRANDE SUCESSO

Fila na porta do Clube do Rio Seco em Orós para a peça de teatro Navalha na Carne
O Grupo Imagens apresenta sua leitura de Navalha na Carne, peça mais encenada do dramaturgo Plínio Marcos, que relata a história de três personagens em um quarto de bordel: a prostituta Neusa Suely, o cafetão Vado e o empregado homossexual Veludo. É o retrato duro do submundo brasileiro, com suas gírias, violência, opressão e luta de cada personagem pela sobrevivência, utilizando-se de chantagem, sedução e humilhação. O espetáculo chega neste final de semana ao município de Orós e será apresentado na sexta (26/02), no sábado (27/02) e no domingo (28/02), no Clube do Rio Seco, às 19h. A Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas no Ceará é uma iniciativa da Fundação Amigos do Teatro José de Alencar, com patrocínio da Petrobras, pelo Mecenato Estadual, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado do Ceará (Secult – CE).

Longe de ser uma mera encenação de texto, o espetáculo convoca o público a participar, desde o início, do universo dos cinemões eróticos brasileiros, ao deslocar prostitutas para vagar pelas dependências do teatro em busca de clientes. Ao fundo, o locutor chama os passantes, em altos brados, a exercerem a sua libido adentrando no Cine Tentação. O pitorescoambiente criado pelo grupo inclui ainda projeções de filmes eróticos, faixas, balões e luzes vermelhas. Já acomodado, o público acompanha o strip-tease de Viviane, a Internacional (Neusa Suely), com seus movimentos pesados e apelativos, numa que cena vai do surpreendente ao grotesco.

Ganhador de prêmios como Myriam Muniz, Prêmio Balaio e Festival Nacional de Lauro de Freitas, na Bahia, o espetáculo passou um ano em intenso processo de produção e pesquisa visitando hospícios, presídios, cinemas pornôs, cabarés, praças, boates, além de participar de palestras com psiquiatras e historiadores. Uma gravação com a voz real de Plínio Marcos, em Nas Quebradas do Mundaréu, poderá ser ouvida ao final do espetáculo.

Sobre a Plataforma de Circulação:

A Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas no Ceará promove, de dezembro de 2014 a março de 2015, a circulação de espetáculos de música, teatro, dança e circo por municípios cearenses, descentralizando o acesso a apresentações artísticas e culturais e promovendo um intercâmbio entre cenários e linguagens. Através de edital, foram selecionados 16 grupos e artistas, nas áreas de artes cênicas e música, para promover ações formativas e realizar, cada um, nove apresentações, em três municípios cearenses, incluindo Fortaleza. Ao todo, serão até 145 apresentações e 48 ações formativas, beneficiando 33 municípios. O projeto é uma iniciativa da Fundação Amigos do Theatro José de Alencar, com patrocínio da Petrobras, pelo Mecenato Estadual, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado do Ceará (Secult).

::SERVIÇO::

Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas do Ceará - Espetáculo “Navalha na Carne”

Sábado – 28/02 no Clube do Rio Seco - Rua Matriz, 278, Orós

Horas: 19h

Domingo – 29/02 no Clube do Rio Seco - Rua Matriz, 278, Orós


Horas: 19h

Foto do facebook de Edson Cândido

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

CRESCE O NÚMERO DE CAMINHONEIROS EM PROTESTO NA BR-116, NO CEARÁ

Já somam mais de 40 os caminhões parados no quilômetro 213 da BR-116, no limite das cidades de Limoeiro e Tabuleiro do Norte, interior do Ceará. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-CE), o protesto é pacífico. Agentes e caminhoneiros tentam negociar a retirada dos veículos.

Estradas de terra e terrenos próximos estão sendo usados como pátio de estacionamento para alguns caminhoneiros. Mas a maior parte está enfileirada em uma das faixas da via. A PRF-CE pede que os motoristas evitem passar pelo local, usando as CE-40 e CE-35 como rotas alternativas.

Manhã

O protesto da categoria no Ceará começou na terça-feira (24), bloqueando um dos principais acessos a Fortaleza. Na manhã desta quinta-feira , os profissionais autônomos que ocupavam a BR-116, no município do Eusébio, foram notificados de que a Justiça Federal no Ceará determinou a desobstrução da via na tarde de quarta-feira (25). Mas, quatro horas depois, por volta de 14h, começaram um novo bloqueio em Limoeiro do Norte.
O protesto

O protesto dos caminhoneiros autônomos na BR-116, em Fortaleza, começou por volta das 16 horas da  terça-feira, quando cerca de 60 motoristas, principalmente os que chegaram de outros estados, ocuparam os acostamentos do km 12 da rodovia, importante acesso à capital cearense, já que a BR liga o Ceará ao Rio Grande do Sul. Na quarta, o protesto cresceu e a fila de caminhões chegou a cerca de 5 km de cada sentido. Do quilômetro 12 até o 15, o G1 contou mais de 1.300 caminhões parados.

Além de exigirem a redução do preço do combustível, os caminhoneiros reivindicam ainda o aumento do frete e valores recebidos conforme a carga e a distância da viagem feita por eles.

O caminhoneiro Adilson da Rocha, 52 anos, estava estacionado debaixo da Avenida Quarto Anel Viário, no Bairro Pedras, em Fortaleza, desde 16h de terça-feira (24). Segundo ele, a carga de cerâmica já havia sido descarregada, mas mesmo assim, ele diz que terá prejuízos.

"O prejuízo já começou desde que eu parei aqui. A sorte é que a cerâmica que veio de Tambaú em São Paulo já foi entregue. A cada dia parados, nós perdemos dinheiro, mas acho a paralisação uma forma correta de protestar, pois não podemos trabalhar com os preços do diesel dessa forma. Os preços estão altos e é preciso o governo tomar uma providência”, afirmou.

O caminhoneiro baiano Claudimar Rosa que entregou nesta terça-feira uma carga de coco de Barreiras (BA) para Paraipaba, a 94 Km de Fortaleza. “Tive sorte como muitos de já ter conseguido entregar a carga. No entanto, estou parado aqui e já era para estar hoje à noite (quarta-feira) em Barreiras. Pegar outra carga e voltar para cá. Faço várias viagens para poder aumentar o lucro. O valor do frete que recebemos conforme a carga e a distância da viagem é baixa, diminuiu, devido o valor do combustível. Vivemos hoje com apenas 20% do frete”, disse. Ainda segundo Claudimar Rosa a cada dois dias parados ele perde algo em torno de R$ 3 mil.

Reivindicações

Em reunião em Brasília, o Governo Federal se comprometeu a sancionar sem vetos a Lei dos Caminhoneiros, aprovada pela Câmara no dia 11, e a não reajustar o preço do diesel nos próximos seis meses, em contrapartida, exigiu a liberação imediata de todas as estradas.


Do G1 CE

QUADRILHA EXPLODE AGÊNCIA BANCÁRIA EM MOMBAÇA

Cerca de 20 homens armados explodiram, na madrugada desta sexta-feira, 27, caixas eletrônicos de uma agência bancária do Banco do Brasil em Mombaça, a 291 quilômetros de Fortaleza.

De acordo com a Polícia, a quadrilha invadiu o local, instalou os explosivos e fugiu logo em seguida. Não houve troca de tiros e ninguém foi preso
.
Ainda de acordo com a Polícia, por volta das 00h30min, o bando usou explosivos para invadir o estabelecimento, localizado na rua Da Anésia C Meyreles, no bairro Centro.

A polícia realiza buscas na região para identificar e prender os criminosos. A quantia levada ainda não foi informada.


Redação Iguatu.Net

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

JUIZ DO PIAUÍ MANDA TIRAR WHATSAPP DO AR NO PAIS INTEIRO

Uma decisão judicial pode tirar o Whatsapp do ar em todo o país. O juiz Luiz Moura Correia, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina (PI), determinou que uma empresa de telefonia "suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial (...), em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados".

A decisão do juiz Luiz Moura Correia é ainda mais ampla. Ele diz que a empresa de telefonia deve "garantir a suspensão do tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores da aplicação de trocada de mensagens multi-plataforma denomidada Whatsapp, em que pelo menos um desses atos ocorra em território nacional".

O processo corre em segredo de Justiça. A empresa de telefonia luta para cassar a decisão, tomada pelo juiz Luiz Moura Correia em 11 de fevereiro, antes de ser obrigada a cumpri-la. A empresa de telefonia foi comunicada da decisão de Moura Correia em 19 de fevereiro por meio de um ofício do delegado Éverton Ferreira de Almeida Férrer, do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí.


Fonte: Revista Época via Miséria

GOVERNO GASTA MILHÕES EM FARDAS ANTIGAS DA PM QUE NUNCA SERÃO UTILIZADAS

A herança maldita deixada pelo ex-governador Cid Gomes para a atual administração parece não diminuir. A cada dia, mais denúncias envolvendo ações irregulares do governo anterior estão vindo à tona, caindo no colo do atual chefe do Executivo estadual, Camilo Santana. Enquanto parlamentares questionam o cancelamento das obras do Acquário Ceará, a crise na Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) expõe uma série de problemas que até então estavam guardados a sete chaves nas gavetas do Palácio da Abolição.

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado Capitão Wagner (PR), trouxe ao conhecimento do público a compra de fardamentos para a Polícia Militar do Ceará, antes das Eleições de 2014, que nunca chegaram a ser entregues à corporação. O problema é que dias depois da compra realizada através de contrato milionário, foi alterado o modelo da farda utilizada pela PM do Ceará, deixando todo o material sem utilização. Segundo o parlamentar, toda a farda comprada pelo Governo do Estado, e não utilizada está em um depósito da Coordenadoria de Apoio Logístico da Polícia Militar.

Em aparte, o deputado Tomaz Holanda (PPS) reforçou que, além da CPI do Acquario, que já foi sugerida pelo deputado Audic Mota (PMDB), “talvez precisemos abrir uma CPI da Segurança Pública, a qual certamente eu assinarei”. Já o deputado Roberto Mesquita (PV) observou que todas essas polêmicas, somadas às suspeitas de superfaturamento de contratos do governo, “que o governo não quer investigar, esquentam a temperatura política no Ceará”. “E ainda que essa temperatura não aumente aqui na AL, espero que o Governo nos dê algumas explicações sobre tudo o que vem sendo dito aqui”, concluiu.

Veja o vídeo abaixo:



Fonte: Ceará News 7

CÂMARA APROVA QUE A VENDA DE BEBIDA ALCOÓLICA PARA MENOSRES SEJA CRIME

A Câmara dos Deputados aprovou ontem terça-feira (24) uma mudança no Estatuto da Criança e do Adolescente que torna crime a venda de bebida alcoólica para menores de idade.

Cenas cada vez mais frequentes: adolescentes tomando bebida alcóolica livremente. Dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar, feita pelo Ministério da Saúde, mostram que mais de 66% dos adolescentes entre 13 e 15 anos já experimentaram bebida alcoólica. E quase 22% ficaram bêbados pelo menos uma vez.

Nesta terça-feira (24), os deputados aprovaram um projeto que muda o Estatuto da Criança e do Adolescente. Torna crime, com pena de detenção de dois a quatro anos, vender bebida alcóolica para menores de 18 anos. O infrator também terá que pagar multa que varia de R$ 3 mil a R$ 10 mil. O estabelecimento comercial que for autuado, vai ficar fechado até o pagamento da multa.

O projeto também pune com o mesmo rigor quem servir, entregar ou der bebida a menores.
Hoje, a venda de bebida alcóolica a menores é considerada apenas uma contravenção penal e dificilmente leva o infrator para a cadeia, já que prevê detenção de dois meses a um ano.

O projeto já foi aprovado pelo Senado. O relator na Câmara, deputado Paulo Abi-Ackel disse que ele tem por objetivo preservar a saúde dos jovens.

“É preciso que haja uma legislação restritiva, punitiva, para aquele vendedor que consciente do que está fazendo, por pouco, por pequeno valor monetário, promove a venda de uma substância que é prejudicial às crianças e adolescentes, e que não ajuda em nada a educação das famílias brasileiras, que é o álcool para crianças e adolescentes.”, disse o deputado Paulo Abi-Akel, do PSDB-MG.

O projeto ainda precisa da assinatura da presidente para virar lei.


Fonte: Jornal Nacional

JUCÁS: OSSADA HUMANA ENCONTRADA ÀS MARGNES DO RIO JAGUARIBE

A Polícia de Jucás, cidade localizada a 120 km de Juazeiro do Norte, investiga o achado de uma ossada humana por volta das 9h30 desta segunda-feira (23) às margens do Rio Jaguaribe.

Policiais realizavam patrulhas de rotina quando foram informados por populares sobre um corpo encontrado na localidade.

Depois de se deslocar ao local indicado, os agentes encontraram a ossada humana e acionaram o Instituto Médico Legal e a Polícia Civil.

Idoso encontrado morto

Na noite de segunda-feira um idoso de 85 anos foi encontrado morto com suas vísceras à mostra e em estado de decomposição após ser morto à facadas dentro de uma casa na Vila Moura em Iguatu.


MISÉRIA

CANINDÉ TEVE 215 RAIOS ATÉ SEGUNDA

Canindé Este município foi o campeão em incidência de raios nas chuvas dos últimos dias no Ceará. De sábado (21/02) até a última segunda-feira, a Companhia Energética do Ceará (Coelce), registrou 2.479 raios em todo o Estado. Os municípios com maior número de descargas atmosféricas foram: Canindé, com 215; Paramoti, em segundo lugar, com 199; e Sobral, com 143.

De acordo com técnicos da Coelce, em 2015, foram contabilizadas 14.184 descargas em todo o Estado. Quixeré liderou as incidências de raios no Ceará, com 538 descargas; depois veio Granja, com 485; e, em terceiro, Canindé, com 444. Em 2014, foram registradas 153.470 descargas atmosféricas no Ceará. O Município de Granja foi o que registrou o maior número de incidências, com 9.530.

Fatalidade

Na comunidade de Sangria, no município de Paramoti, a dona de casa Maria do Socorro Bezerra, de 55 anos, perdeu o marido Francisco Amarildo Bezerra Nunes, de 57 anos, por conta da descarga de um raio, em 2014. Ele voltava do roçado com uma enxada nas costas e foi atingido. Morreu no mesmo instante.

Segundo o técnico em eletricidade Jeová Freitas, raio é uma descarga elétrica de grande intensidade que ocorre na atmosfera entre regiões eletricamente carregadas, e pode dar-se tanto no interior de uma nuvem, como entre nuvens ou também entre nuvem e terra.

"O raio vem sempre acompanhado do relâmpago (intensa emissão de radiação eletromagnética também visível), e do trovão (som estrondoso), além de outros fenômenos associados. Embora sejam mais frequentes intra-nuvens e inter-nuvens, as descargas diretamente no solo, a transferirem elétrons de nuvem para a terra (ou o contrário, conforme as polarizações mútuas) são objeto de maior interesse prático para o homem. A maior parte ocorre na zona tropical do planeta e principalmente sobre as terras emersas, associados a fenômenos convectivos, dos quais, quando é intensa a atividade elétrica, resultam as trovoadas'', explica Jeová.

Importância

O Especialista diz ainda que algumas teorias científicas consideram que essas descargas elétricas podem ter sido fundamentais no surgimento da vida, além de auxiliar na sua manutenção.

Na história humana, foi possivelmente a primeira fonte de fogo, fundamental no processo da evolução. Desta forma, os raios despertaram fascínio, sendo incorporado em inúmeras lendas e mitos representando o poder dos deuses.

Pesquisas científicas posteriores revelaram sua natureza elétrica e, desde então, as descargas têm sido alvo constante de monitoramento, por sua associação com sistemas de tempestades.

Em razão da grande intensidade (tensões e correntes elétricas), raios sempre são perigosos. Assim, edificações em geral, bem como os sistemas de transmissão de energia, necessitam de sistemas de proteção, que incluem os para-raios. Todavia, mesmo com as proteções (nem sempre são projetadas ou construídas corretamente), os raios ainda deixam milhares de mortos e feridos por todo o mundo.

Características

"Como fenômenos de alta energia, os raios manifestam-se usualmente como um trajeto extremamente luminoso que percorre longas distâncias, às vezes com ramificações. Contudo, existem formas exóticas, como o raio globular, cuja natureza se desconhece, existindo somente relatos deste fenômeno. A grande variação do campo elétrico das descargas na troposfera pode dar origem a esses eventos luminosos na alta atmosfera", explica. "São utilizados também métodos artificiais para criar descargas atmosféricas com finalidade científica. Em outros planetas do sistema solar também ocorrem raios, especialmente em Júpiter e Saturno'', conclui.

Saiba mais

Como se proteger

- Evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico, ligados à tomada

- Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica

- Evitar consertos de instalações elétricas

- Se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Cuidados fora de casa

- Evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e, principalmente, linhas telefônicas ou elétricas

- Evitar ficar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados


Diário do Nordeste - Antônio Carlos Alves Colaborador

EM PROTESTO, CAMINHONEIROS BLOQUEIAM TRECHA DA PISTA DA BR 116

Ontem por volta das 15h, 24, caminhoneiros autônomos estão bloquearam, com seus próprios veículos, o km 15 da BR 116, no município de Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza, para protestar contra o aumento dos preços de combustível e de pedágio, além de melhoria de fretes e alongamento do financiamento de caminhões, dentre outras reivindicações.

O trânsito no local segue, neste momento, ainda bastante congestionado e apenas uma faixa da via está livre. Mesmo os caminhoneiros que não concordam com o movimento, estão sendo obrigados a permanecer no bloqueio.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), há 5 km de lentidão no sentido decrescente da BR e 3 km de lentidão no sentido crescente. O protesto não tem previsão de terminar e pode seguir durante a madrugada.

Ainda segundo a PRF, a manifestação contou com a presença inicial de pelo menos 50 profissionais da área e o bloqueio não é total, pois carros pequenos, ambulâncias e veículos com carga viva foram liberados para circular na via. Três equipes do órgão foram destacadas de Fortaleza para realizarem o controle do trânsito no local.

Sem apoio

Em entrevista ao O POVO Online, por telefone, o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos do Ceará, Clóvis Fava Filho, afirmou que, embora considere legítima a manifestação, não a apoia. "Acho justa, mas é precipitada. Eu recomendei que eles não fizessem nada, pois já está havendo uma negociação do CNTA [Confederação Nacional dos Transportes Autônomos] com o Governo Federal".

Sem apoio

Em entrevista ao O POVO Online, por telefone, o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos do Ceará, Clóvis Fava Filho, afirmou que, embora considere legítima a manifestação, não a apoia. "Acho justa, mas é precipitada. Eu recomendei que eles não fizessem nada, pois já está havendo uma negociação do CNTA [Confederação Nacional dos Transportes Autônomos] com o Governo Federal".

Conforme apontam os dois representantes dos sindicatos, caso o pedido da União de desbloqueio das vias não seja acatado, haverá como penalidade para os órgãos o pagamento de R$ 100 mil por dia.

Manifestações no Brasil

Não é apenas no Eusébio que o protesto dos caminhoneiros autônomos toma forma. De acordo com a PRF, rodovias de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e do Rio Grande do Sul estão parcialmente ou totalmente bloqueadas por caminhoneiros.


Redação O POVO Online com informações da repórter Isabel Costa

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

ICÓ-CE: HOMEM É MORTO A BALA NA ESTRADA DO GH2

Um homicídio a bala, ocorreu na noite desta terça-feira(24), em Icó, o crime ocorreu na estrada que liga a sede ao sítio GH2.

A vítima foi identificada apenas como "Rafael dos Olhos Verdes", mais conhecido como Rafael Loc Loc.
Ele transitava numa motocicleta quando foi alvejado com disparos de arma de fogo na estrada próxima ao conjunto

Gama.  A polícia esteve no local mais não sabe das motivações do crime.

GRUPO É PRESO POR PINTAR FEIJÃO BRANCO E VENDER COMO SE FOSSE VERDE

Um grupo acusado de tingir feijão branco para vendê-lo como feijão verde foi preso em Fortaleza. Eles usavam um corante para modificar a coloração do grão. No Ceará, o feijão verde é o preferido e encontrado não só em supermercados, mas nas esquinas do centro de Fortaleza, nos semáforos e nas estradas.

Com um valor acima dos demais tipos, o grão estava sendo falsificado. A equipe composta por três mulheres e um homem vendia o pacote de 1kg a R$ 3,00. Segundo o delegado da Polícia Civil, Romério Almeida, foram apreendidos 432 kg do produto, divididos em sete sacas de 60kg e 12 pacotes de 1kg. De acordo com o delegado, o produto estava sendo vendido há três semanas. A fraude foi descoberta após uma denúncia feita no sábado.

— Uma senhora ao chegar em casa colocou o produto de molho e percebeu que o grão estava descolorindo. Em seguida ela voltou ao centro e chamou dois policiais militares que estavam nas imediações. Na hora eles perceberam a fraude e levaram o grupo e o produto que estava sendo comercializado — relata o delegado.

O grupo responderá por crime de estelionato, e poderá pegar de 1 a 5 anos de prisão. Segundo o delegado, o mentor intelectual do crime era Luiz Antônio da Silva, 48 anos. O restante do grupo formado por Francinilde de Sousa Brandão, 24 anos, Claudiana Santos Ferreira, 22, e Natália de Jesus Saraiva Silva, 19 anos, recebiam semanalmente R$ 140,00 para vender o produto falsificado.

Todos os integrantes do grupo são naturais do Maranhão, e não tem antecedentes criminais. De acordo com Romério Almeida, todos devem ser encaminhados para o presídio nesta terça-feira.

Juntamente como o feijão falso, foi apreendido o corante. O grão será analisado pela perícia e, caso a substância seja tóxica, o grupo também responderá por lesão corporal.

Os 430 kg de feijão apreendido serão incinerados. Nos supermercados de Fortaleza, o feijão verde custa em média R$ 5,00, enquanto os demais variam de R$ 3,50 a R$ 4,00.


Fonte: O Globo

GRUPO IMAGENS SE APRESENTA NESTE FINAL DE SEMANA EM ORÓS

O espetáculo, adaptado do texto do dramaturgo Plínio Marcos, se passa num cine pornô e retrata o duro submundo brasileiro.

O Grupo Imagens apresenta sua leitura de Navalha na Carne, peça mais encenada do dramaturgo Plínio Marcos, que relata a história de três personagens em um quarto de bordel: a prostituta Neusa Suely, o cafetão Vado e o empregado homossexual Veludo. É o retrato duro do submundo brasileiro, com suas gírias, violência, opressão e luta de cada personagem pela sobrevivência, utilizando-se de chantagem, sedução e humilhação. O espetáculo chega neste final de semana ao município de Orós e será apresentado na sexta (26/02), no sábado (27/02) e no domingo (28/02), no Clube do Rio Seco, às 19h. A Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas no Ceará é uma iniciativa da Fundação Amigos do Teatro José de Alencar, com patrocínio da Petrobras, pelo Mecenato Estadual, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado do Ceará (Secult – CE).

Longe de ser uma mera encenação de texto, o espetáculo convoca o público a participar, desde o início, do universo dos cinemões eróticos brasileiros, ao deslocar prostitutas para vagar pelas dependências do teatro em busca de clientes. Ao fundo, o locutor chama os passantes, em altos brados, a exercerem a sua libido adentrando no Cine Tentação. O pitorescoambiente criado pelo grupo inclui ainda projeções de filmes eróticos, faixas, balões e luzes vermelhas. Já acomodado, o público acompanha o strip-tease de Viviane, a Internacional (Neusa Suely), com seus movimentos pesados e apelativos, numa que cena vai do surpreendente ao grotesco.


Ganhador de prêmios como Myriam Muniz, Prêmio Balaio e Festival Nacional de Lauro de Freitas, na Bahia, o espetáculo passou um ano em intenso processo de produção e pesquisa visitando hospícios, presídios, cinemas pornôs, cabarés, praças, boates, além de participar de palestras com psiquiatras e historiadores. Uma gravação com a voz real de Plínio Marcos, em Nas Quebradas do Mundaréu, poderá ser ouvida ao final do espetáculo.

Sobre a Plataforma de Circulação:

A Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas no Ceará promove, de dezembro de 2014 a março de 2015, a circulação de espetáculos de música, teatro, dança e circo por municípios cearenses, descentralizando o acesso a apresentações artísticas e culturais e promovendo um intercâmbio entre cenários e linguagens. Através de edital, foram selecionados 16 grupos e artistas, nas áreas de artes cênicas e música, para promover ações formativas e realizar, cada um, nove apresentações, em três municípios cearenses, incluindo Fortaleza. Ao todo, serão até 145 apresentações e 48 ações formativas, beneficiando 33 municípios. O projeto é uma iniciativa da Fundação Amigos do Theatro José de Alencar, com patrocínio da Petrobras, pelo Mecenato Estadual, da Secretaria da Cultura do Governo do Estado do Ceará (Secult).

::SERVIÇO::

Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas do Ceará - Espetáculo “Navalha na Carne”

Sexta-feira – 26/02

Local: Clube do Rio Seco - Rua Matriz, 278, Orós

Horas: 19h

Sábado – 27/02

Local: Clube do Rio Seco - Rua Matriz, 278, Orós

Horas: 19h

Domingo – 26/02

Local: Clube do Rio Seco - Rua Matriz, 278, Orós

Horas: 19h


BLOG DIÁRIO DO NORDESTE

CHOVE EM 135 MUNICÍPIOS DO CEARÁ

Sobral Continua chovendo na maior parte dos municípios do Ceará. Até 14horas de ontem, 135 municípios (190 postos espalhados pelo Estado) registraram precipitações. A maior delas foi registrada em Independência no Sertão de Crateús, a 306 quilômetros de Fortaleza (72.5milímetros). Vale lembrar que a região é uma das mais castigadas pela seca que vem abatendo o Semiárido brasileiro desde 2012. O segundo município com maior registro foi Ipaporanga (66 milímetros), na mesma região, a 352 quilômetros da Capital. O terceiro foi Orós, no Centro-Sul do Ceará, distante 341 quilômetros de Fortaleza.

> Capital tem transtornos com maior chuva do mês

Em Sobral, na Zona Norte do Estado, choveu durante o fim de semana de modo pontual, principalmente após as 19h. Ao meio-dia de ontem, após uma manhã de sol, a cidade foi surpreendida por uma forte chuva acompanhada de trovões. Em algumas residências houve ocorrência de equipamentos eletrônicos danificados, como na casa da microempresária Roxele Amaral, onde uma televisão e um estabilizador queimaram. "Caiu um trovão aqui perto, na Beira-Rio, e tremeu tudo. Não tinha tirado a TV da tomada, minha filha estava assistindo. Agora vai ser um gasto imenso para trocar esses equipamentos", lamenta.

No centro, diversas lojas fecharam, o que incomodou consumidores. O universitário Eduardo Paiva estava fazendo pesquisa de preço e reclamou do ocorrido. "Qualquer chuvinha que dê, eles fecham as portas. Parece que nada funciona na cidade quando chove", reclamou.

Um pequeno açude de Independência, no Sertão de Crateús, sangrou ontem após a chuva durante a noite de domingo. O excesso do volume deve ir para o Rio Poti, em direção a Crateús. A chuva encheu riachos de várias localidades e alagou ruas.

Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) o Estado deverá continuar sob a influência de áreas de instabilidade atmosférica até amanhã. Essas áreas se formam em virtude da atuação de um Vórtice Ciclônico de Ar Superior (VCAS), sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária a aproximadamente 12km de altura.

Ainda de acordo com a Funceme o quadro também será favorável à ocorrência de precipitações hoje. O Ceará deverá ficar com nebulosidade variável entre a madrugada e manhã com possibilidade de chuvas na faixa litorânea. Ao longo do dia, há possibilidade de chuva em todas as regiões.

Prognóstico

As chuvas alegram principalmente aqueles que dependem diretamente delas no dia a dia, a exemplo dos produtores rurais. Mas ninguém tira da cabeça o prognóstico divulgado pela Funceme, na semana passada, com a sentença de que teremos mais um ano de chuvas abaixo da média, devido às condições termodinâmicas dos oceanos Pacífico e Atlântico, que não sofreram relevantes alterações em fevereiro e permanecem desfavoráveis a precipitações regulares no Estado entre os meses de março, abril e maio.

De acordo com o que foi analisado, as chances que chova abaixo da média nos três últimos meses da quadra chuvosa são de 50%, enquanto as probabilidades para as categorias em torno da média e acima da média são 35% e 15%, respectivamente.


DIÁRIO DO NORDESTE - Jéssyca Rodrigues Colaboradora

CHUVAS NÃO CONSEGUEM ALTERAR VOLUME DE AÇUDES NO CEARÁ

Até ontem 23/02/15 o açude Orós estava com 46.35% da sua capacidade total.

O Ceará continua registrando chuvas intensas graças a um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis que, desde a última semana, favorece a formação de nuvens no Nordeste. A atuação do sistema, conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), deve provocar precipitações no Estado até amanhã. Porém, apesar das chuvas, o volume total armazenado nos açudes do Ceará segue inalterado.

Ontem, segundo boletim da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), os 149 reservatórios monitorados possuíam 19,03% da capacidade total. Nas semanas anteriores, o volume chegou a 19,33%. Das 11 bacias hidrográficas do Estado, apenas a do Sertão de Crateús teve aumento no nível - passando de 0,35% para 0,46%. Os dados, divulgados em boletins da companhia, se referem aos últimos dias 12 e 20. A bacia de Crateús é considerada uma das mais críticas em relação ao abastecimento - acompanhada pelas bacias Banabuiú, Baixo Jaguaribe e Curu.

Influência nas chuvas

Por causa do vórtice, há previsão de tempo nublado com chuva em todas as regiões do Ceará. A Funceme divulgou que as precipitações motivadas pelo sistema fazem parte da quadra chuvosa oficial. “Mas precisariam ser ainda mais regulares para que os índices atingissem a média histórica”, registrou o órgão.

 Na última sexta-feira, 20, a fundação divulgou que haviam sido registrados, até a data, 52,4 mm de chuvas durante o mês de fevereiro. A média histórica do período é de 127,1 mm. Ontem, a quantidade de precipitações registradas em todo o Estado somava 73,6 mm. O aumento de 21,2 mm em apenas um fim de semana foi atribuído à forte ação do vórtice.
Segundo o meteorologista Raul Fritz, da Funceme, a média de chuvas no Ceará é auferida a partir de um cálculo específico, que apenas lembra uma média aritmética. “O vórtice se desloca e, com a mudança de local, ele muda a área de atuação das chuvas relacionadas a ele. Pelos próximos dias deve haver chuva. Na quarta-feira (amanhã) já poderá diminuir bastante a ocorrência, mas ainda deve haver chuva moderada. O vórtice está atuando em todo o Estado”, comentou o meteorologista.

O sistema acontece nos meses de janeiro e fevereiro, com pouca possibilidade de exercer alguma influência para ocorrência de chuvas nos meses de março, abril e maio. Para esse período, a esperança é que a Zona de Convergência Intertropical traga chuvas ao Ceará. Na última semana, a Funceme divulgou um prognóstico para esses meses, que são os últimos da quadra chuvosa. As chances que chova abaixo da média no Ceará são de 50%.
O POVO

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

ORÓS: JOVEM MORRE AFOGADO APÓS ATAQUE DE CÃO ROTTWEILER.

Era por voltas das 13 horas quando uma pescaria entre dois amigos terminou de forma trágica, no açude Orós ás margens da ‘’ ilha vermelha”, José Michael da Silva Nunes de 19 anos, estava na companhia do amigo Dereca (apelido) quando foram surpreendidos com o atraque de dois cães da raça hottwalle, segundo relatos um dos cachorros teria pulado dentro da canoa.

Assustados os dois jovens pularam na água, Dereca (apelido) conseguiu fugir já José Michael não sabia nadar e morreu afogado. O corpo de José Michael foi resgatado pelos guardas vidas veteranos Beto, Francisquim, Chico e Assis mesmo sem vida ele foi trazido para Hospital e Maternidade Luíza Teodoro da Costa e em seguida foi conduzido pelo rabecão para o IML da cidade de Iguatu.

As polícia civil nas pessoas da escrivã Rosa Lopes e do Inspetor Márcio Lima, juntamente com a polícia militar, foram até a ilha vermelha para colher informações sobre o trágico acontecimento o amigo da vítima e o dono dos cães foram ouvidos para prestar maiores esclarecimentos.

Aos familiares:


Por meio dessa mensagem, quero demostrar meus sentimentos pelo triste fato aocorrido, na tarde de hoje no Orós com o jovem José Michael da Silva Nunes. Infelizmente, por obras de forças que estão muito além de nós, nem tudo segue como desejamos. Todavia, Deus sabe o que faz e o que é melhor para cada um de nós.  Sei que dói muito perder alguém que amamos, mas não se preocupem, pois DEUS lhes dará muita força para transpor está dor. Que Deus ilumine e console a vida de vocês!

Josemberg Vieira

ESTREIA HOJE NA BRASIL FM A PARTIR DAS 17 HORAS FORROZÃO 106


CANAL DE TRANSPOSIÇÃO DESMORONA EM ICÓ

Icó. Mais um exemplo de desperdício de recursos federais vem deste município, na região Centro-Sul do Ceará. O canal de adução ou transposição de água no Perímetro Irrigado Icó - Lima Campos não suportou a primeira chuva. Cerca de dois quilômetros foram totalmente destruídos. As placas de cimento foram arrastadas.

O fato gerou revolta entre os agricultores que reivindicam o projeto há mais de 15 anos. A obra está orçada em R$ 15 milhões e é construída pelo consórcio formado pelas empresas Cosampa e Britânia. Os recursos são oriundos do Ministério da Integração Nacional, por meio do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs). O prejuízo ainda não foi calculado, mas foram pelo menos seis meses perdidos de trabalho, além do material.

A chuva que banhou o município na quinta-feira passada, em torno de 20mm, foi suficiente para destruir cerca de dois quilômetros do canal em obra. O projeto mostrou-se frágil. Não foi feita drenagem e nem contenção de água pluvial. Em um dos trechos, o canal está bem abaixo do solo. O terreno de característica vertissolo (barro ou massapê) racha com facilidade no período chuvoso. A água encobriu com facilidade o canal e houve infiltrações ao longo das bordas que abalaram as placas (finas) de cimento com brita, que se soltaram e foram arrastadas.

"Parece que houve um terremoto", disse o presidente da Associação do Perímetro Irrigado Icó-Lima Campos, Rui Teixeira. "O nosso sonho de espera de 15 anos virou pesadelo". Teixeira reafirmou que não faltaram avisos. "Qualquer pessoa vê que essa obra está mal feita, sem drenagem, sem colocação de piçarra", frisou. "Nós avisamos por diversas vezes que não daria certo".

A água da chuva seguiu o nível do terreno e abriu uma cratera em um ponto do canal, demonstrando a necessidade de obra de escoamento. O presidente da Associação de Moradores do Conjunto Alfa, local onde houve o estrago do canal, Antonio Barbosa de Lima, estava revoltado. "O riacho encheu e a água escorreu para dentro do canal porque não fizeram obra de contenção e nem de desvio de água das chuvas. Todos sabiam que esse projeto não estava sendo bem feito", disse. O aposentado, Francisco Souza, foi irônico: "Essa obra parece que foi feita por criança".

Um funcionário da empresa falou sob a condição de não ser identificado e reafirmou o que os leigos observaram. "Houve avisos, mas não quiseram ouvir que era preciso serviço de drenagem". Rui Teixeira comparou a construção do canal atual com os outros existentes no Perímetro, implantado na década de 1970. "Os primeiros estão aí, de pé, foram bem feitos".

O engenheiro responsável pela execução da obra, identificado por Bruno, disse que não podia falar pela empresa, mas adiantou que a obra foi executada conforme o projeto. Sobre o valor do prejuízo, limitou-se a dizer que "está sob análise". Ainda não se sabe quem vai arcar com o prejuízo, se o consórcio ou o Dnocs.

O coordenador regional do Dnocs, José Falb Ferreira Gomes, esteve reunido, na sexta-feira, com representantes da Adicol e o chefe local do Dnocs, que lhe mostrou fotos do canal destruído. "O projeto será readequado e a empresa assumiu o compromisso de refazer a obra", disse. "Serão realizados serviços adicionais e outros não necessários serão retirados. O projeto vai continuar".

O canal de adução terá 9 km de extensão em sua primeira etapa. Cerca de 3 km estavam em construção, mas dois foram destruídos. A obra começou em março de 2014 e teria prazo de conclusão de um ano. O projeto é uma reivindicação antiga dos agricultores do perímetro, pois vai possibilitar a transferência de água do Açude Lima Campos, por gravidade, para a irrigação de dois terços dos lotes que permanecem praticamente sem produção há quase 20 anos. Será feito um sifão e canal de passagem de água sob o Rio Salgado.

Está prevista para hoje (segunda-feira) uma visita de engenheiros e dos donos das empresas responsáveis pela construção do canal e de técnicos do Dnocs para avaliar as causas da destruição da obra.

Mais informações:

Dnocs Fone: (85) 3391. 5300
Adicol Fone: (88) 3561. 1974


DIÁRIO DO NORDESTE - Honório Barbosa Colaborador

CHOVE EM ORÓS DURANTE QUASE TODA MADRUGADA

Uma verdadeira benção, assim foi a chuva que caiu durante quase toda madrugada desta segunda-feira (23/02), Orós acordou hoje com a boa notícia dada pelo nosso amigo seu Dantas de que a chuva foi de 50 milímetros em Palestina foi de 33 milímetros.


Que DEUS mande mais e mais bênçãos como esta, amém.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

CHUVAS SERÃO ABAIXO DA MÉDIA, AFIRMA FUNCEME

Estudos divulgados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), durante a tarde de ontem, apontam que existem 50% de chance da quadra chuva, entre os meses de março, abril e maio, ser abaixo da média histórica. Isso é resultado da pouca mudança, em fevereiro, da temperatura atmosférica dos oceanos Pacífico e Atlântico, o que indica um enfraquecimento das precipitações no Estado.

> Chove em 130 municípios do Ceará

A expectativa de que chova em uma quantidade esperada para esse período do ano é de 35%, já para que as precipitações sejam acima do estimado são de, apenas, 15%. "As chuvas aqui no Ceará dependem da temperatura atmosférica, principalmente do Oceano Atlântico, do Trópico Sul e do Norte. Precisamos que o Trópico Sul se aqueça mais que o norte para que a Zona de Convergência Intertropical ocorra bem", explica o meteorologista da Funceme, Leonardo Valente.

Mas, ainda segundo o estudioso, não se pode afirmar com certeza o que ocorrerá durante essa época. "O fato da maior probabilidade ser que não atinja a média não significa que as precipitações não possam acontecer. Afinal, estamos no período mais chuvoso do ano", assegura.

A média histórica de precipitações acumuladas no Estado entre os meses de março, abril e maio é de 480,3mm. As médias de cada um dos próximos três meses são 206,2mm, 184,3mm e 89,9m, respectivamente.

"O último período chuvoso que foi acima da média histórica foi em 2009. Em 2010, o resultado foi 50% abaixo da expectativa; 2011 conseguiu ultrapassar a média em 8,5%; nos anos de 2012, 2013 e 2014 foram inferiores ao esperado", lembra o meteorologista.

Seca

Por se tratar do quarto ano consecutivo de seca, as chuvas contabilizadas em 2015 pela Funceme apresentam índices preocupantes e que podem agravar a situação. Em janeiro, quando a média é 98,7mm, choveu somente 28,6mm. Em fevereiro, a expectativa é de 127,1mm e choveu, até hoje, 52,4mm, ressaltando que ainda faltam oito dias para terminar o mês.

A análise mostra também que as precipitações no centro sul do Estado tendem a ficar mais próximas da média histórica, enquanto na metade norte a tendência são índices mais baixos de chuva no acumulado do trimestre.

Segundo o presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins, existem fortes chances que a Zona de Convergência Intertropical, principal causadora das precipitações da região, não atue por aqui. Por isso, a possibilidade do impacto ser negativo nas quadras chuvosas aumenta.

Apesar das chuvas registradas em várias regiões do Ceará, as condições termodinâmicas dos oceanos Pacífico e Atlântico não sofreram relevantes alterações em fevereiro e, dessa forma, permanecem desfavoráveis para precipitações regulares no Estado entre os meses durante o próximo trimestre.


Diário do Nordeste - Ana Beatriz Vieira Especial para Cidade

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

ICÓ-CE: TIROTEIO ENTRE POLÍCIA E BANDIDOS TERMINA EM MORTE E PRISÕES.


O plantão de polícia registrou na tarde de Hoje (20/02), uma troca de tiros entre bandidos e policiais no município de Icó. De acordo com as primeiras informações um homem conhecido por Gean morreu após ser socorrido em estado grave para o Hospital regional de Icó.

Outros dois bandidos foram presos e apresentados a imprensa local. Segundo informações da polícia militar os bandidos estavam na mira da polícia e faziam parte do bando de "Rafael das Pedrinhas" que foi preso também.


Em Breve Informações completas aqui. (Fotos: Richard Lopes)

BANDIDO MORRE EM TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA EM MOMBAÇA

Aconteceu na manhã dessa sexta-feira 20, por volta de 6:30 da manhã no município de Mombaça, um assalto que terminou em perseguição e troca de tiros entre bandidos e policiais militares.

Um pague rápido que fica localizado no centro da Cidade, foi atacado por dois bandidos, na tentativa de assaltar aquele estabelecimento mas foram surpreendidos pela Polícia.

Quando perceberam os policias, os bandidos tentaram uma fuga mais houve troca de tiros e um bandido foi atingido e acabou morto no local, o outro comparsa foi preso e levado para delegacia de Mombaça e na troca de tiros um policial militar saiu baleado na mão.


Fonte: Blog Lindomar Rodrigues

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

JOVEM MORRE APÓS COLIDIR MOTO CONTRA UMA VACA, NA CE QUE LIGA IGUATU A QUIXELÔ

Diogo morreu no dia de seu aniversário

Um jovem de apenas 26 anos morreu na noite desta quarta-feira, 18 de fevereiro, após colidir sua motocicleta contra um animal na CE 060, entre as cidades de Quixelô e Iguatu. Segundo informações da Polícia Militar, Diego Coelho de Lima trafegava na moto de placa OSR – 8152 quando teria sido surpreendido por uma vaca no meio da rodovia.

Com o impacto frontal, Diego foi arremessado e teve morte imediata. A vítima trabalhava Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará – EMATERCE e morreu no dia do seu aniversário. Não sabe-se se as condições climáticas – choveu bastante na região durante a noite de ontem, relembre clicando aqui – contribuíram para o acidente fatal.


Redação Iguatu.Net

MORTANDADE DE PEIXES INTRIGA PESCADORES NO AÇUDE ORÓS

Orós. Produtores de tilápia em tanques-redes no Açude Orós, localizado na região Centro-Sul do Ceará, enfrentam um novo ciclo de mortandade do pescado. A ocorrência de morte é mais comum no período de maio a julho, mas, neste ano, vem surpreendendo os criadores desde janeiro passado. O reservatório é o segundo maior do Ceará e acumula atualmente 46% de sua capacidade.

O Orós tornou-se um dos maiores produtores de peixe da espécie tilápia em cativeiro, no Estado do Ceará. São cerca de 500 famílias, em 18 comunidades, envolvidas com a atividade econômica e uma produção mensal estimada em 420 toneladas. Nos últimos dez anos, a criação de pescado trouxe uma significativa melhoria de renda para os moradores, que antes viviam da pesca artesanal e da agricultura de subsistência.

Gaiolas

O problema pode estar relacionado com a quantidade de peixe nas gaiolas, a queda do nível do reservatório, a baixa produção de oxigênio e a inversão térmica. A mortandade vem ocorrendo em quase todas as comunidades e revela que os produtores precisam seguir as orientações técnicas e que há um limite para manter a sustentabilidade da produção em larga escala.


O piscicultor Pedro Emídio da Costa confirmou a morte de peixe nas localidades de Jardim, Brejinho, Jurema e Pereiro dos Pedros. "É mais um prejuízo que atinge os produtores que já têm dívidas. Costa adiantou que os criadores estão reduzindo a compra de alevinos. "A nossa preocupação é com a queda do nível do açude. Dizem que vão liberar mais água para o Castanhão",

O coordenador local do Centro Vocacional Tecnológico (CVT), Paulo Landim, observa que o momento é de dificuldade, mediante a queda de volume de água do reservatório e a incerteza se haverá chuva suficiente para a recarga do açude.

"Estamos atravessando um momento de dificuldades e não podemos, de maneira alguma, pensar em expansão da atividade", frisou. "Os produtores devem diminuir a quantidade de peixe nas gaiolas".

Os técnicos avaliam que a redução deveria ser em torno de 50%. A decisão, se for tomada, representa queda na produção ao longo deste ano. "É o caminho correto para reduzir o risco de morte", frisou Landim. "À noite, os ventos fortes seguem na direção da água para a margem, criando ondas que retornam por baixo, levando material aquático e água com pouca oxigenação. É esse processo que causa a falta de oxigênio e a morte dos peixes", explicou.

Preso nas gaiolas, o pescado não tem como sair para águas mais profundas, oxigenadas. A orientação é que nesse período os criadores reduzam a quantidade de alimentação, restringindo-a ao período da manhã. "O peixe não morre por fome, mas por falta de oxigênio. Se tiver sido alimentado no período da tarde vai precisar de mais oxigênio para digestão e respiração, exatamente à noite, quando ocorre a fotossíntese", explicou. "Para reduzir a mortandade é uma questão de manejo".

Outra saída é a retirada das gaiolas das áreas mais próximas das margens para águas mais profundas. "Os criadores precisam verificar à noite o comportamento dos peixes e quando perceberem que há risco de morte, conduzir os tanques redes para locais mais distantes, com melhor qualidade de oxigenação", frisou Landim.

Outro problema é evidente no Açude Orós: a poluição. O reservatório recebe, por meio do Rio Jaguaribe e de seus afluentes, dejetos de dezenas de cidades e de vilas rurais, que não têm saneamento básico.

Prejuízo

Em maio de 2014, a mortandade de tilápias atingiu cerca de três mil gaiolas, deixando prejuízo para mais de 100 famílias. Somente na localidade de Jurema, o prejuízo foi em torno de R$ 300 mil. Os projetos experimentais de criação de tilápia em tanques redes começaram em 2004, com 20 gaiolas. Logo houve expansão. Hoje são 3.500.

Esse número pode ser superior, pois há queixa de que unidades são implantadas de forma irregular, sem autorização e a outorga das instituições envolvidas. O mercado é favorável e o êxito do empreendimento está relacionado à capacidade de organização e conhecimento dos produtores. "Há dificuldades, mas a atividade é lucrativa. Os grupos que investem parte dos recursos conseguem crescer".

Mais informações

Centro Vocacional Tecnológico (CVT)
Município de Orós Centro-Sul (88) 3584-2704

DIÁRIO DO NORDESTE - Honório Barbosa Colaborador