}); PORTAL ORÓS: “QUEM NÃO TEM COMPETÊNCIA, QUE NÃO SE ESTABELEÇA”, REBATE MARUN FALA DE CAMILO

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

“QUEM NÃO TEM COMPETÊNCIA, QUE NÃO SE ESTABELEÇA”, REBATE MARUN FALA DE CAMILO

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, rebateu nesta segunda-feira (29) as declarações do governador Camilo Santana, que responsabilizou o Governo Federal os problemas relacionados a segurança publica, após a chacina da Cajazeiras, que deixou 14 mortos e 18 feridos na madrugada do último sábado (27) em Fortaleza.

Marun chegou a elogiar o trabalho feito pelo governo estadual na apuração do crime. No entanto, ao ser avisado de que o governador também cobrou a responsabilidade do Planalto no caso, mudou o tom.

“Nós lamentamos muito, mas entendemos que é uma questão de segurança pública mais focada neste momento no Estado do Ceará.[…] Transferir isso para o governo federal é um absurdo, então, como todo o respeito, quem não tem competência, que não se estabeleça”, declarou Marun.

De acordo com o ministro, o Planalto entende que a chacina é uma “questão de segurança pública” e um “conflito entre gangues” que deve ser focada no Ceará. Para ele, a União só deve agir quando houver “descontrole”.

“A União tem participado de ações quando existe um descontrole. Não entendemos que neste momento isso esteja acontecendo no Estado do Ceará. […] Isso é combate direto à criminalidade”, declarou.

“Nós entendemos que o Estado do Ceará tem condições apoiado pelo governo federal, mas não com uma ação direta do governo federal. […] Senão, a cada momento acontece um crime bárbaro como esse e chama o Exército, Marinha, Aeronáutica. Não é o caso”, disse.


Fonte: Ceará News 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário