}); PORTAL ORÓS: CEARÁ É O TERCEIRO DO BRASIL EM INDENIZAÇÕES PAGAS POR INVALIDEZ APÓS ACIDENTE DE TRÂNSITO

terça-feira, 20 de março de 2018

CEARÁ É O TERCEIRO DO BRASIL EM INDENIZAÇÕES PAGAS POR INVALIDEZ APÓS ACIDENTE DE TRÂNSITO


Nos dois primeiros meses de 2018, o Ceará registrou o pagamento de 3.778 indenizações por invalidez permanente em decorrência de acidentes de trânsito. O número, representa 9,34% do total de 40.463 indenizações do tipo pagas no Brasil, no primeiro bimestre. Com este registro, o Estado é o terceiro do Brasil e número de pagamentos por invalidez. Apenas os estados de São Paulo, com 4.233 indenizações pagas e Minas Gerais, com 4.223, superam a marca cearense.

Os dados foram disponibilizados nesta segunda-feira (19) pela Seguradora Líder, administradora do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres – Seguro DPVAT. De acordo com a seguradora, apesar de altos, os índices desse bimestre no Ceará são inferiores aos registrados em período semelhante de 2017. Uma queda de 17,15%, pois, no ano passado, em janeiro e fevereiro o Estado contabilizou 4.560 pagamentos de indenização por invalidez permanente.

Já as indenizações por morte, em 2018, chegaram a 352 no Ceará. Um recuo de 5,63% se comparado os registros do período semelhante em 2017. Esta marca é a segunda maior do Nordeste e sexta maior do país. O número de reembolso de despesas médicas (DAMS) neste bimestre foi de 412.

No cenário nacional, o volume total de indenizações pago no período foi 8% menor ante 2017, totalizando 56.581 mil demandas atendidas, informa a seguradora. O grupo mais afetado por acidentes de trânsito é formado por homens jovens, em idade economicamente ativa. Segundo a seguradora, 48% das indenizações foram para vítimas com idade entre 18 e 34 anos. Neste período, seguindo a mesma tendência dos anos anteriores, a motocicleta representou a maior parte das indenizações, 76%, embora represente apenas 27% da frota nacional.

Outro dado destacado é que a região Nordeste, com 32% do total foi a responsável pela maior concentração das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT, embora sua frota seja apenas a 3ª maior do País (17% dos veículos). O Nordeste ficou atrás das regiões Sudeste (49% da frota nacional) e Sul (20% da frota nacional).


Mais informações: Orientações sobre acesso ao Seguro DPVAT podem ser conferidas no site do Detran Ceará

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário