}); PORTAL ORÓS: Prefeitura vai avaliar risco na estrutura de escolas após morte de criança em Fortaleza

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Prefeitura vai avaliar risco na estrutura de escolas após morte de criança em Fortaleza



O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, afirmou na tarde desta quarta-feira (23) que a prefeitura, junto com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), vai avaliar se as unidades de educação da capital cearense têm riscos estruturais. Foi decretado um luto oficial de três dias.

O anúncio foi feito horas após o acidente que vitimou Hanna Evelyn, de 4 anos, em uma creche em Fortaleza. Ela brincava com três colegas sobre a laje de uma fossa; a estrutura desabou com o peso das crianças.

Conforme o prefeito, o Centro Educacional Infantil Professora Laís Sousa Vieira Nobre será temporariamente fechado para análise de riscos. Os alunos matriculados na unidade serão remanejados para outras creches.

Roberto Cláudio também lamentou a morte da criança e disse que presta assistência às famílias das vítimas. "Hoje é um dia certamente muito triste em Fortaleza. Ocorreu uma tragédia."

Uma criança foi retirada do local ainda antes de cair na fossa; duas foram resgatadas após a queda e quarta aluna, Hanna Evelyn, morreu no local. As três crianças estão em casa e sem ferimentos graves.

"Elas agora vão receber acompanhamento psicológico, a Secretaria da Educação já providencia essa assistência, é normal que haja um trauma após esse tipo de acidente", disse Roberto Cláudio.

Ainda não há informação sobre se houve ou não omissão com as crianças ou se o risco de desabamento da estrutura era de conhecimento dos servidores. "Aguardamos um laudo para saber essas informações. Qualquer informação sobre isso nesse momento é precipitada", afirmou Roberto Cláudio.


Certificado de segurança

A creche funcionava em um local alugado pela Prefeitura de Fortaleza. Conforme o Roberto Cláudio, um documento que certificava a segurança do local foi emitido em 2017.

"Vamos avaliar com a perícia as circunstâncias em que a revisão de segurança foi feita. Esse laudo deve sair em quatro semanas", afirmou o prefeito.


Por G1 CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário