}); PORTAL ORÓS: Temer diz que não tem mais como negociar; protestos seguem

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Temer diz que não tem mais como negociar; protestos seguem


O presidente Michel Temer disse nesta terça-feira (29), que a União "espremeu" todos os recursos para atender às demandas dos caminhoneiros que ocupam as rodovias do país. Desta forma, não há mais como negociar com os manifestantes. Enquanto isto, os protestos continuam a acontecer no Ceará. Mais cedo, o governador Camilo Santana afirmou que acompanha a movimentação. 

"Fizemos o que foi possível. Esprememos todos os recursos governamentais para atender os caminhoneiros e para não prejudicar a Petrobras. A essa altura não temos mais como negociar, o que fornecer. Tenho a impressão que entre hoje e amanhã isso estará normalizado”, disse Temer, em entrevista à TV Brasil. 

A reportagem da TV Cidade esteve na avenida Osório de Paiva, no Siqueira, durante a tarde. No período, manifestantes fecharam a via, colocaram pneus e atearam fogo. De acordo com a Polícia Militar, vândalos se infiltraram no movimento e colocaram bombas caseiras, o que provocou algumas pequenas explosões. O fogo foi apagado pelo Corpo de Bombeiros. Na BR-222, em Caucaia, vários caminhões permanecem parados. Além dos caminhoneiros, moradores ocuparam a via e pediram melhorias no preço dos combustíveis. 

CNEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário