}); PORTAL ORÓS: Outubro 2018

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

FALTA DE RESPEITO DA CAGECE COM A POPULAÇÃO OROENSE É DESTAQUE NA TV CENTRO SUL COM JOSEMBERG VIEIRA

Conta de luz de novembro terá bandeira amarela, afirma Aneel



A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que no mês de novembro haverá uma redução na cobrança em relação aos cinco meses anteriores. É que a bandeira tarifária, que será aplicada nas contas de luz no mês será amarela. Nos meses anteriores a bandeira foi vermelha.

A bandeira amarela tem custo de R$ 1 a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos. Já a bandeira vermelha, que vigorava desde junho, prevê cobrança de R$ 5 a cada 100 kWh.

A justificativa para a redução da cobrança está no início do período de chuvas, sendo que segundo agência, apesar dos reservatórios ainda estarem com níveis reduzidos, acredita que com início da estação chuvosa haja elevação gradual no nível de produção de energia pelas usinas.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica.

A adoção de cada bandeira, sendo a verde sem cobrança extra, amarela e vermelha com patamar 1 e 2, respectivamente, estão relacionados aos custos diretos da geração de energia elétrica. No patamar 1, o adicional nas contas é de R$ 3 a cada 100 kWh, e no patamar 2 é de R$ 5 a cada 100 kWh.


Por João Boaventura Neto
Miséria.com.br

TRE-CE cassa diplomas de prefeito e vice de Tianguá eleitos em junho



O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) cassou os diplomas do prefeito de Tianguá, Jaydson Aguiar, e seu vice Mardes Ramos. A decisão foi tomada, ontem (30), por unanimidade.

Os dois foram eleitos no último dia 3 de junho, na eleição suplementar ocorrida no município, após o indeferimento dos registros de candidatura do prefeito e vice nas Eleições de 2016 — Luiz Menezes de Lima e do vice Aroldo Cardoso Portela.

Entenda

Um dia após o deferimento do registro de candidatura, pelo juízo da 81ª Zona Eleitoral, de José Jaydson Saraiva Aguiar, em 22/5, para as eleições suplementares, o TRE-CE julgou uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral que já tramitava na Corte, mantendo pena de inelegibilidade por 8 anos ao candidato José Jaydson, por abuso de poder econômico/político quando disputava as Eleições 2016 (não eleito).

No dia 11/6, o Tribunal decidiu por unanimidade que, no momento do pedido de registro da chapa, não havia situação de inelegibilidade e, portanto, manteve válida a candidatura.

No entanto, nessa terça-feira, enfrentando os Recursos Contra Expedição de Diploma, a Corte decidiu pela cassação dos diplomas dos eleitos.

Com informações de Ubajara Notícias

cn7.com.br

Escolas públicas do Ceará não podem proibir alunos sem farda de assistir a aulas, diz Defensoria



A Defensoria Pública do Estado ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) solicitando que as instituições de ensino não impeçam a entrada de estudantes de escolas públicas que não estejam vestidas com o fardamento. Além disso, requereu que o Estado forneça o fardamento aos alunos. Em caso de descumprimento, a multa diária será de R$ 5 mil.

O Estado alegou que a decisão causa lesão grave e de difícil reparação, pois impõe o custo do fornecimento de fardas escolares para os alunos, em descumprimento à legislação estadual.

Também argumentou falta de segurança em razão da permissão do ingresso de pessoas não fardadas dentro das escolas. Informou ainda que, mediante consulta pública do Conselho Escolar sobre a adoção de fardamento, os pais se comprometeram a adquirir o material pelo valor de R$ 30.

Ao apreciar o que foi dito, a 1ª Câmara de Direito Público manteve a liminar. No voto, o desembargador Fernando Luiz Ximenes Rocha ressaltou que “não me parece razoável, muito menos compatível com as ideias de igualdade e respeito às pluralidades defendidas pela CF/88, o ato de excluir do ambiente escolar aqueles que não possuem condições para a aquisição onerosa do fardamento. Portanto, vislumbra-se de pronto a probabilidade do direito apontada pela autora como requisito à obtenção da tutela de urgência em análise”.

O magistrado ainda acrescentou que “avaliando-se o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo, impossível que se verifique nos autos qualquer prova ou indício de dano real pelo fato de se permitir que um aluno tenha tão somente permissão para assistir as aulas que lhe são direcionadas. Embora haja uma suposta justificativa de segurança para o ambiente escolar, deve ser buscada uma alternativa inclusiva e socialmente adequada, para que não haja desvios discriminatórios, como se observa no caso em tela”.


Por G1 CE

Prefeito e vice de Tianguá são cassados em menos de seis meses após eleição, mas seguem nos cargos


O prefeito de Tianguá, José Jaydson Saraiva de Aguiar, e o vice, Mardes Ramos de Oliveira, vitoriosos na eleição suplementar em junho deste ano, tiveram os diplomas cassados por unanimidade pela Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), em sessão realizada nesta terça-feira (30). Segundo o órgão, os gestores permanecem nos cargos até confirmação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em 22 de maio, um dia após o deferimento do registro de candidatura de José Jaydson e Mardes Ramos para as eleições suplementares do dia 3 de junho, o TRE-CE julgou Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE). Os juízes mantiveram pena de inelegibilidade por oito anos contra José Jaydson, por abuso de poder econômico e político, quando disputou as Eleições de 2016. Na sessão do dia 11 de junho, entretanto, o Tribunal entendeu que no momento do pedido de registro “não havia situação de inelegibilidade e, portanto, manteve válida a candidatura”.

Instabilidade

Tianguá passou por novas eleições após o indeferimento do registro de candidatura do então prefeito Luiz Menezes de Lima e do vice Aroldo Cardoso Portela, durante as Eleições de 2016. Menezes foi considerado inelegível em Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) de 2008, com base na Lei da Ficha Limpa.

Ainda cabe recurso em mais um caso de instabilidade em municípios do interior cearense. Caso o TSE confirme a decisão, novas eleições serão realizadas em Tianguá e os cerca de 45 mil eleitores precisarão retornar às urnas.


Fonte: Diário do Nordeste

A FOTO CENA DE HOJE: MOSTRA MORADORES DO MUTIRÃO WELLINGTON JR. DESDE A MADRUGADA BUSCANDO ÁGUA EM OUTRAS RUAS, HOJE JÁ SÃO 19 DIAS SEM ÁGUA NAS TORNEIRAS.




Abaixo flagrante do desperdício, na rua Cícero do Monte cano estourado durante 4 dias desperdício de água, enquanto os moradores do Mutirão Wellington Jr., Bairros de Fátima e São Geraldo (morro da macaca), Alto São José e rua Clodes Campelo sofrem com a falta de água constantemente. A desculpa da CAGECE e que o sistema não tem pressão suficiente para enviar água para a parte alta da cidade, isso nós sabemos, o que nós queremos é saber o que a CAGECE está fazendo para acabar com esse problema definitivamente que já dura vários anos e  quando estará pronto? Chega de desculpas esfarrapadas para a população.





terça-feira, 30 de outubro de 2018

Convite de Bolsonaro será objeto de "discussão e reflexão", diz Moro

O juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, sinalizou nesta terça-feira, 30, ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), sobre eventual convite para chefiar o Ministério da Justiça ou para integrar o Supremo Tribunal Federal (STF). Em nota oficial, o magistrado declarou que "caso efetivado oportunamente o convite, será objeto de ponderada discussão e reflexão".


"Sobre a menção pública pelo sr. presidente eleito ao meu nome para compor o Supremo Tribunal Federal quando houver vaga ou para ser indicado para Ministro da Justiça em sua gestão, apenas tenho a dizer publicamente que fico honrado com a lembrança. Caso efetivado oportunamente o convite, será objeto de ponderada discussão e reflexão", afirmou Moro.
 A interlocutores próximos, Moro tem dito que se, de fato, for convidado para o Ministério da Justiça, vai inicialmente conversar com Bolsonaro para identificar "convergências importantes" e "divergências irrelevantes".
O juiz da Lava Jato acredita que no Ministério da Justiça poderia adotar "boas iniciativas". Depois, eventualmente, seguiria para o Supremo, quando surgisse uma vaga na Corte máxima.
 Nesta segunda-feira, 29, em entrevistas concedidas ao SBT e ao Jornal Nacional, da TV Globo, Bolsonaro afirmou que pretende convidar Moro para a pasta da Justiça em seu futuro governo ou ainda para ocupar uma vaga no Supremo.
 "Pretendo conversar com ele (Moro) para ver se há interesse da parte dele", disse Bolsonaro em entrevista ao SBT. "Se eu tivesse falado isso antes (na campanha) soaria como oportunismo."
 Ao Jornal Nacional, o presidente eleito disse que Moro é um "grande símbolo" da luta contra a corrupção. "Poderia ser ministro da Justiça ou, abrindo uma vaga no STF, (escolher) a que achar que melhor poderia contribuir para o Brasil". Aliados de Bolsonaro já haviam dito que Moro era cotado para ocupar futura vaga no STF. Esta é a primeira vez que o nome do juiz federal é citado como possível ministro.
 Aliados de Bolsonaro dizem que a indicação de Moro para o Ministério da Justiça seria um atalho necessário para ele chegar ao Supremo. Um juiz de primeiro grau nunca foi alçado diretamente a ministro da Corte.
 Esses interlocutores citam como exemplo o ministro Alexandre de Moraes. Antes de assumir a Corte, o advogado foi ministro da Justiça no governo Temer e Secretário de Justiça de São Paulo. O ministro Dias Toffoli, atual presidente do Supremo, também passou por um cargo relevante antes de ser indicado para a Corte. Toffoli foi Advogado-Geral da União, assim como o ministro Gilmar Mendes.
 Confira a nota de Moro: 
 "Nota oficial
 Sobre a menção pública pelo Sr. Presidente eleito ao meu nome para compor o Supremo Tribunal Federal quando houver vaga ou para ser indicado para Ministro da Justiça em sua gestão, apenas tenho a dizer publicamente que fico honrado com a lembrança. Caso efetivado oportunamente o convite, será objeto de ponderada discussão e reflexão. Curitiba, 30 de outubro de 2018.
 Sergio Fernando Moro, Juiz Federal"
Agência Estado

TERÇA 30/10 HORA DA NOTÍCIA AO VIVO - VOCÊ BEM INFORMADO.




DESTAQUES:

Moradores de Orós a 18 dias sem água nas torneiras e a CAGECE? Nada, nada, nada como diz a música essas e outras agora para você ficar bem informado.

Moradores de Orós a 18 dias sem água nas torneiras

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

FALTA DE ÁGUA EM ORÓS? LIGUE PARA O 0800 275 3838 ARCE OU BAIXE O APLICATIVO

Com o objetivo de facilitar cada vez mais o acesso à informação, a Agência Reguladora do Ceará (Arce) lança, oficialmente, nesta quarta-feira, 28, um aplicativo para smartphone, no sistema Android, onde os interessados podem fazer reclamações, denúncias ou mesmo sugestões, além de solicitar informações. Para baixar o aplicativo, é necessário digitar o nome ARCE no campo de pesquisa da Play Store. São duas as opções disponibilizadas no aplicativo: Legislação e Ouvidoria. Segundo Hélio Winston Leitão, presidente do conselho diretor da Arce, “a aproximação com a sociedade sempre foi e será dever precípuo da Agência, daí o lançamento do APP que recebeu o nome de ConectArce”. Winston acredita que o novo canal de comunicação resultará em uma maior aproximação com a sociedade e a consequente melhoria dos serviços públicos.

A Ouvidoria da Arce, por exemplo, se configura em um instrumento de aproximação democrática em relação à sociedade, na medida em que se propõe a receber sugestões que visem aprimorar o serviço prestado aos usuários, de modo a atender às necessidades e expectativas de cada um. Com mais essa ferramenta à disposição, o usuário dos serviços públicos delegados, dependendo do que desejam, farão contato pela internet, não precisando se descolar até a sede. “Se no início essa aproximação era mais difícil, atualmente, com a população tendo os mais diferentes e ágeis meios de comunicação, mais fácil está para se exercitar esse contato, buscando esclarecer e divulgar, com a máxima transparência, o trabalho regulador”, reitera Hélio Winston.

Além do novo canal, a Ouvidoria da Agência Reguladora já conta com atendimento pelo WhatsApp. O número à disposição é o (85) 98439.2878, que também está no aplicativo. É por meio da Ouvidoria da Arce que o usuário pode solucionar conflitos com as empresas que prestam serviços regulados pela Agência, nas áreas de energia elétrica, água e esgoto, gás canalizado e transporte intermunicipal de passageiros. Todavia, antes de encaminhar a reclamação à Arce, a pessoa deve, primeiramente, procurar a empresa concessionária que tem a obrigação de manter um sistema de atendimento ao consumidor de fácil e amplo acesso. Caso não haja solução, ai sim, as reclamações podem ser dirigidas à Arce.

Inicialmente, feito o contato, o caso é tratado como solicitação. Assim, antes de a Ouvidoria instaurar um processo administrativo, é concedido um prazo de dez dias para a concessionária se manifestar a respeito da ocorrência. Diante da resposta, é verificado se o problema foi solucionado, informando-se ao reclamante. Caso não chegue a um bom termo, abre-se o processo de ouvidoria. A partir desse momento, então, toda e qualquer informação - número de processo, esclarecimentos, decisões etc. - é comunicada pela Arce ao reclamante por meio dos Correios ou internet – e-mail, WhatsApp e agora via aplicativo no sistema Androide – ConectArce.


Assessoria de Comunicação - ARCE
Angélica Martins
Tel:(85) 3194.5675
Email: imprensa@arce.ce.gov.br

Resultado do segundo turno em Orós


Projetos importantes para o Estado são desafios para Bolsonaro

O Ceará, que enfrenta o sétimo ano seguido de seca e corre o risco de entrar no oitavo, espera pelas águas da Transposição do Rio São Francisco desde 2002. A produção do Porto do Pecém, na Região Metropolitana de Fortaleza, poderia estar sendo escoada para outros estados do Nordeste, mas ainda não é possível, porque os trilhos da Ferrovia Transnordestina, até agora, não levam a lugar nenhum. A expectativa de ver projetos importantes para o Estado serem concluídos converte-se, agora, em desafio ao novo presidente.

O último balanço do Ministério do Planejamento, feito entre 2015 e 2018, contabiliza mais de 200 obras do Governo Federal paralisadas no Ceará. O presidente da Comissão Temática de Infraestrutura da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Heitor Studart, lista uma série de intervenções estruturais que precisam ser desemperradas pela União para alavancar o desenvolvimento local.

"Na área rodoviária, é fundamental a conclusão da BR-020, que diminuía em 800 quilômetros a ligação do Porto do Pecém com a cadeia produtiva de grãos do setor Oeste do Brasil. Temos a duplicação da BR-222 até chegar a entrada do Porto do Pecém; a BR-304, que é a saída para Natal e, de lá, se chega bem à BR-101, ligando Natal-Recife".

O setor ferroviário no Ceará, ressalta Heitor Studart, também demanda investimentos urgentes do Governo Federal. O especialista cobra a resolução do impasse em torno da Ferrovia Transnordestina, que há mais de 10 anos está com as obras atrasadas.

Recursos

Com um investimento de mais de R$ 6 bilhões, o projeto foi planejado para interligar os estados do Piauí, Pernambuco e Ceará aos principais portos da região: Suape (PE) e Pecém (CE), mas ainda não saiu do papel. A Linha Leste do Metrô de Fortaleza é outro projeto que conta com recursos federais, no entanto, está longe de ser concluído.

Já no setor marítimo, o presidente da Comissão de Infraestrutura da Fiec defende mudanças na legislação federal relacionadas à área de cabotagem, além de entraves portuários com documentos, que, segundo ele, poderão favorecer o Porto do Pecém.

"Na parte aérea, estamos trabalhando no transporte de cargas que será um grande elo no novo Hub aéreo, com voos de cargas diretos que não temos hoje. Então, temos que lutar por um programa de logística nacional de Estado, que não dependa de governo e que pense na continuidade", acrescenta.

Segundo Studart, um estudo com todas as reivindicações de infraestrutura do Ceará está sendo concluído e será levado até o fim deste ano para o Conselho Nacional da Indústria (CNI). "Estamos com tudo mapeado e apontando as soluções, no sentido de qual a melhor maneira para efetivação de recursos, para viabilizar esses projetos estruturantes para o Ceará, porque, sem eles, o próprio CIPP (Complexo Industrial e Portuário do Pecém) não deslancha".

Saúde e segurança são também desafios para Bolsonaro no Ceará. O governador reeleito Camilo Santana (PT) reclama, constantemente, de poucos repasses do governo federal - mesmo na gestão de sua aliada, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) -, para o Estado e da falta de um plano nacional de segurança. Para essa área no Ceará, que é considerado o terceiro Estado do País com a maior taxa de assassinatos, de acordo com o Monitor da Violência, o governador enfatiza, recorrentemente, nunca ter recebido "um centavo" da União.

Na Saúde, Camilo Santana reivindica também uma mudança na Lei de Licitações, para dar maior celeridade à compra de medicamentos e equipamentos cirúrgicos. Além disso, o Chefe do Executivo Estadual já se queixou da desigualdade de investimentos. Segundo o governador, a cada R$ 4 investidos pelo Estado na área de Saúde, a União aplica R$ 1.

Segurança hídrica

Outra obra importante que precisa ser priorizada pela União, diante do risco de novo período de seca no Ceará, é a Transposição das Águas do Rio São Francisco. A etapa restante para a conclusão das obras (4%) é o Eixo Norte, justamente, o que deve beneficiar o Estado, mas, desde 2016, as obras estão atrasadas e a conclusão já foi adiada diversas vezes. O último prazo dado pelo Governo Federal para as águas do "Velho Chico" chegarem ao solo cearense é o fim deste ano.

Doutor em Geografia e professor da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Jeovah Meireles sustenta, por sua vez, que o presidente da República eleito para assumir a partir de 2019 deve articular ações que possam "potencializar" os ecossistemas como forma de mitigar os efeitos do aquecimento global.

"O Estado (União) tem que construir seu plano de enfrentamento às mudanças climáticas, estruturado por regiões, cidades, sistemas ambientais para evitar a salinização do lençol freático e minimizar a perda da biodiversidade".


Fonte: Diário do Nordeste

SEGUNDA 29/10 HORA DA NOTÍCIA AO VIVO - VOCÊ BEM INFORMADO.









DESTAQUES:

Cagece onde está a água?; Resultado do 2º turno em Orós e demais cidades da região; Camilo Santana deseja boa sorte a Bolsonaro e pede governo com 'respeito e sem discriminação'; Homem ateia fogo em urna de Fortaleza; Após intensa troca de tiros na vila Unidade, distrito de Isidoro, em Acopiara, dois tombam sem vida; Iguatu: Eleitor é preso após jogar punhado de capim no meio da seção eleitoral e danificar carro de apoio essas e outras agora para você ficar bem informado.

Apoiadores se fortalecem como líderes do Governo no Ceará


A eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República tem reflexo direto sobre a cena política no Ceará. Isso porque ele coloca em evidência lideranças da oposição ao governo do Estado, que apoiaram o capitão reformado e se tornaram o braço-direito dele na disputa. Além do PSL, presidido pelo deputado federal eleito Heitor Freire, o PROS, do deputado Capitão Wagner, também ganha protagonismo junto à máquina pública federal e dão novo fôlego à oposição no Estado que saiu enfraquecida na eleição estadual.

Em fevereiro, Capitão Wagner, presidente do PROS no Estado, de olho na popularidade crescente do militar, acertou aliança com o PSL, mesmo havendo, nos bastidores, certo constrangimento por posicionamentos polêmicos dele.

Wagner, no entanto, foi uma das lideranças mais engajadas na campanha a favor de Bolsonaro no Ceará. Hoje, ele diz que mudou de pensamento depois de ter ido à casa dele no Rio de Janeiro e ter conhecido, pessoalmente, a família. O parlamentar defende que muitas falas de Bolsonaro foram "distorcidas pela mídia".

Senado

Além de Wagner, outro nome que sai fortalecido no cenário local é o de seu correligionário, o senador eleito Eduardo Girão (PROS) que, às vésperas da votação no primeiro turno, declarou apoio a Jair Bolsonaro. O posicionamento dele causou polêmica.

Mas foi o líder do movimento "Direita no Ceará", Heitor Freire, que mais saiu fortalecido da disputa nacional. O administrador de empresas saiu praticamente do anonimato para ser tratado como "filho" do presidente eleito, desde que se aproximou dele. Em poucos meses após se filiar ao PSL, Heitor foi alçado ao cargo de presidente estadual da legenda e foi eleito deputado federal em 2018.

Quando militava no movimento conservador no Estado, Heitor chegou a se hospedar na casa de familiares de Jair Bolsonaro. Hoje, ao encontrar o presidente eleito, é chamado de "cabra da peste" e se tornou o principal emissário de Bolsonaro no Ceará. Entre aliados, o dirigente estadual do PSL brada que será o maior "soldado" do militar eleito no Ceará.

O partido de Bolsonaro aqui elegeu, ainda, dois deputados estaduais, sendo um deles, o youtuber André Fernandes, com a maior votação na Assembleia Legislativa, neste ano. Também o advogado Hélio Góis (PSL), mesmo tendo sido derrotado na disputa ao Governo do Estado, é outro que sai fortalecido no Estado por ser um dos "soldados" da linha de frente de Bolsonaro.

Esse protagonismo dos aliados de Bolsonaro dá uma nova "cara" à oposição no Estado, que deverá ser reconfigurada nos próximos anos.



Fonte: Diário do Nordeste

Mesmo sem apoio de Ciro, Haddad herda votos e vence nos 184 municípios do Ceará


O candidato do PT a presidente da República, Fernando Haddad (PT), teve ampla maioria dos votos no Ceará contra o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Com 99% das urnas apuradas, Haddad soma 71,02% dos votos e Bolsonaro, 28,98%.

Ao contrário de sua popularidade na maior parte do país, o novo presidente da República não foi o líder de votos em nenhum dos 184 municípios cearenses, repetindo o resultado do 1° turno.

O melhor desempenho do militar foi na capital, Fortaleza, com 44,39%; e nas cidades de Morrinhos (42,57%) e Marco (40,11%), na região Norte.

No total, Haddad conquistou 3.402.710 dos votos válidos. Bolsonaro obteve 1.383.919. Entre os cearenses, 78.114 eleitores votaram em branco, e 287.827 votaram nulo.
Ciro x Haddad
No 1° turno, o Ceará ficou dividido entre Ciro Gomes (PDT), terceiro colocado, e Fernando Haddad. Cada candidato ganhou em 92 municípios. Apesar da expectativa do PT de receber apoio do pedetista no 2° turno, Ciro embarcou para a Europa e não declarou voto em Haddad ao retornar às vésperas do pleito.

Em Sobral, berço político de Ciro, Haddad havia sido o 3° colocado no primeiro turno, com 17.663 votos. O petista, no entanto, subiu para 68.502 votos no 2° turno. Bolsonaro, segundo colocado, saiu de 22.714 votos para 33.492 votos no resultado final.

Durante a campanha, o irmão de Ciro, o senador eleito Cid Gomes (PDT), protagonizou episódio emblemático contra o petista. Ele disse ser “bem feito o PT perder a eleição” e cobrou mea culpa do partido. Os ataques aconteceram em evento pró-Haddad em Fortaleza, foram usados pela campanha de Bolsonaro e causaram desgastes na relação entre PT e PDT no Estado.



Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

Camilo Santana deseja boa sorte a Bolsonaro e pede governo com 'respeito e sem discriminação'


O governador do Ceará, Camilo Santana, se pronunciou no Facebook neste domingo (28) após o resultado das eleições. Na postagem, ele desejou ao presidente eleito "boa sorte" e pediu "que Deus abençoe o nosso Brasil".

Ele abriu a postagem dizendo que desejar que o "presidente eleito, respeitando os princípios da democracia, dialogue com todos os estados, com respeito e sem discriminação, e busque a solução dos problemas que afligem o país". "Lutarei todos os dias pelo menor para nosso estado e para o nosso povo", arrematou.

Com 99,83% das urnas apuradas, Jair Bolsonaro tem 55,16% dos votos válidos; e Fernando Haddad, 44,84%.
Haddad ganha de Bolsonaro em todas as cidades do Ceará

Camilo Santana agradeceu os votos dos cearenses para o candidato Fernando Haddad, que levou mais de 70% no Estado.

"Haddad foi um grande vencedor, porque lutou com honradez e deu imprescindível colaboração para o País e para a nossa democracia. Desejo boa sorte ao presidente eleito e que Deus abençoe o nosso Brasil", finalizou Camilo.

Por G1 CE

domingo, 28 de outubro de 2018

Cobertura das Eleições 2018: Oroenses comemoram vitória de Jair Bolsonaro

Eleições 2018 ao vivo: Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil




Os brasileiros foram às urnas neste domingo, 28, para eleger o 38º presidente da República e os governadores de treze estados. Jair Messias Bolsonaro (PSL) foi eleito o novo presidente. Com 92% das urnas totalizadas, ele lidera a apuração com 55,63% dos votos válidos — seu adversário, Fernando Haddad (PT) tem 44,37%.


veja.abril.com.br

Bolsonaro é o novo presidente do Brasil

Apuração do segundo turno das eleições 2018

Após intensa troca de tiros na vila Unidade, distrito de Isidoro, em Acopiara, dois tombam sem vida


O plantão de polícia registrou há poucos instantes um tiroteio, próximo ao sítio Unidade, no distrito de Isidoro, em Acopiara. Segundo informações, dois homens tombaram sem vida. De acordo com relatos de populares, dois pistoleiros ainda não identificados foram até a localidade de Unidade, para matarem um homem conhecido como Dedé da Carmélia.

Após intensa troca de tiros, Dedé e um dos pistoleiros tombaram mortos. Um segundo pistoleiro foi atingido com disparos de arma de fogo e socorrido ao Hospital Geral de Acopiara. A ocorrência está em andamento. Aguarde mais informações!


Por Lindomar Rodrigues

Eleitores de ilhas e vilas ribeirinhas usam barcos para votarem em Orós


Mais de 200 eleitores que moram em ilhas e vilas ribeirinhas do açude Orós, o segundo maior do Ceará, localizado na região Centro-Sul, usam barcos para chegar à cidade e participarem das eleições.

Neste domingo, 28, do segundo das eleições presidenciais um movimento tem sido itenso, semelhante ao primeiro turno, realizado no último dia 7. É um exemplo do exercício de cidadania. Orós tem 18749 eleitores e integra a 15ª Zona Eleitoral.

Os eleitores enfrentam cerca de 30 minutos de viagem em barco para participarem da votação. A viagem começa cedo, às 7 horas da manhã. Na margem do reservatório, próximo à parede, os barcos começam a chegar a partir das 7h30 e se estende até as 9 horas. As embarcações vão chegando aos poucos e são credenciadas pela Justiça Eleitoral.



O juiz eleitoral de Orós, César Morel Alcântara, no início da manhã esteve na margem do reservatório para fiscalizar as embarcações. “Vimos verificar se estavam com a autorização, o credenciamento regular”, frisou. “Os eleitores que chegam são transportados para o centro urbano em carros também credenciados pela Justiça Eleitoral”.

O magistrado disse que o pleito está tranquilo. “Até o momento tudo está ocorrendo com regularidade”, pontou.

Da margem do açude é possível avistar as pequenas embarcações sobre a água azulada. O reservatório está com volume baixo, 6,9%. Em relação a períodos anteriores, houve uma redução do número de eleitores que permanecem votando na sede urbana, devido à instalação de seções em algumas localidades ribeirinhas, mais distantes da cidade.

Os partidos políticos credenciam carros na Justiça Eleitoral para o transporte dos eleitores do açude até a cidade. O pescador Luís Ribeiro disse que prefere votar na cidade. “Não acho ruim pegar o barco, quero ver o movimento na rua”, justificou. Ele é eleitor há 40 anos. A dona de casa, Francisca Custódio, disse que há 20 anos é eleitora e sempre vem de barco participar dos pleitos. “É a nossa obrigação”, disse. Neste ano, ela trouxe nos braços a netinha de um ano e seis meses.


Fonte: Diário do Nordeste por Honório Barbosa

Iguatu: Eleitor é preso após jogar punhado de capim no meio da seção eleitoral e danificar carro de apoio


O agricultor, Antônio Carlos do Nascimento Firmino, 24 anos, foi preso na manhã deste domingo, 28, após jogar um punhado de capim no meio da seção eleitoral de número 321, que funciona no sítio Piripiri, zona rural de Iguatu, em uma capela, e em seguida gritar contra o candidato à presidente da República Bolsonaro.

O Fórum Eleitoral de Iguatu e o delegado plantonista da Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu, Glauber Ferreira, confirmaram que o acusado danificou também um veículo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Iguatu, de apoio, cedido à Justiça Eleitoral. “Ele quebrou a vidraça do carro”, disse o delegado.



De acordo com o delegado, Glauber Ferreira, o acusado vai responder por dano ao patrimônio público e por crime eleitoral, causar tumulto, segundo o artigo 296 do Código Eleitoral. “Ele disse que protestou contra o candidato que teria uma vez insinuado que os nordestinos teriam que comer capim”, explicou.


Fonte: Diário do Nordeste

AO VIVO: Cobertura das eleições 2018

Cobertura do 2° Turno das Eleições em Orós

Plantão policial registra três homicídios em nossa região de ontem para hoje domingo 28/10


Jucás: homicídio à bala no sitio santo agostinho



         Comunico-vos que, hoje, dia 27/10/2018, por volta das 20:35 mim, a VTR 10351, composta pelos policiais militares 1º SGT PM 15.922 NAIRTON, CB PM 22.692 CRISSE, CB PM 23.778 ISRAEL E CB PM 25.791 ALBUQUERQUE, receberam uma denúncia, via 190, informando de um homicídio no Sítio Santo Agostinho, Jucás-Ce. O policiamento compareceu ao local do crime, e constatou a veracidade identificando a vítima como: JOSÉ DE OLIVEIRA FURTADO, 22 anos, solteiro, agricultor, natural de Jucás-CE, residente no mesmo endereço supracitado.

 De acordo com informações de testemunhas, a vítima chegou embriagada e com uma faca na mão em frente à residência de ANTÔNIO DE OLIVEIRA FARIAS, 29 anos, residente também no mesmo Sítio, e começou a ameaçá-la, em seguida Antônio de Oliveira adentrou em sua residência, pegou uma espingarda de fabricação artesanal e atirou na vítima duas vezes, atingindo no tórax, e outro disparo nas costas, tendo morte imediata. Após o crime o acusado fugiu tomando rumo ignorado. Os policiais militares realizaram diligências, mas o acusado não foi localizado. O fato foi comunicado a Delegacia de Polícia Civil para procedimentos legais.






Várzea alegre:    homicídio a bala


Que no dia de hoje (27/10/2018), por volta de 12h40min, fomos informados via telefone de emergência (190), que uma pessoa havia sido baleada e se encontrava caída ao solo na CE-060, nas proximidades do Motel Prime, saída para Iguatu. De imediato, a VTR RP – 13 Se deslocou até o local indicado e, lá chegando, foi comprovada a veracidade das informações. 

A vítima trata-se de JOSÉ LUIZ DE SOUZA, brasileiro, divorciado, vendedor, natural de Várzea Alegre-CE, 34 anos, residente no sítio Socorro, zona rural desse município, o mesmo sofreu um disparo de arma de fogo na altura do tórax e veio a óbito no local.

Junto ao corpo da vítima encontrava-se uma bolsa contendo vários objetos de uso pessoal e a moto HONDA/CG 125 FAN KS, de cor PRETA, ano 2010, placa NUR1023, a qual a vítima conduzia no momento do crime. Segundo o relato de testemunhas colhidas no local, a vítima se deslocava pela CE-060 no sentido à cidade de Várzea Alegre-CE, quando foi interceptado por dois homens em uma moto preta, que após alguns instantes efetuaram o disparo fatal, logo depois evadindo-se do local em sentido à cidade de Iguatu-CE. Vale salientar que não foi encontrado com a vítima a sua carteira pessoal ou seu aparelho celular. O corpo da vítima foi conduzido ao IML para ser submetido a necropsia. Diligencias estão sendo realizadas no sentido de identificar e prender os acusados, mas até o presente momento não foi possível lograr êxito.




Várzea alegre/ce.        Homicídio a bala


         Que no dia 27/10/2018, por volta de 19h20min, fomos informados através do número de emergência (190) de que um homicídio acabara de acontecer na Rua Poeta José Gonçalves, 52, no bairro Riachinho, nesta urbe. De imediato, a VTR CP 10093, composta pelo 1º SGT PM 17.696 SANTOS, SD PM 32.301 HILDO, SD PM 33.767 JACKSON SILVA e o SD 33.770 P SANTOS, se deslocou até o local indicado e, lá chegando, foi constatada a veracidade das informações.

Segundo testemunhas, a vítima JOÃO BATISTA DE OLIVEIRA NETO, vulgo “GAMBÁ”, brasileiro, desocupado, solteiro, natural de Várzea Alegre-CE, nascido em 01/03/1995, filho de Pedro Vieira Neto e Francisca Aparecida de Oliveira Vieira, residente na Rua Poeta José Gonçalves, 52, bairro riachinho, nesta urbe, estava sentado na calçada de sua residência, quando chegaram dois homens em uma moto de cor preta e passaram a atirar contra o mesmo, que mesmo alvejado ainda tentou se refugiar no interior de sua casa, porém sendo perseguido pelos seus executores e tombando sem vida no banheiro da residência.


De acordo com os registros da polícia, a vítima havia sofrido uma tentativa de homicídio no mesmo local no dia 21/10/2018, tendo sido alvejado com 03 tiros naquela ocasião e ainda estava se recuperando. Vale salientar que o mesmo modus operadum foi utilizado na concretização desse crime e que posteriormente diversas ligações anônimas apontaram para os mesmos autores do primeiro atentado, na época identificados como sendo “Junior de Amor” e “Junior Capeta”, ambos conhecidos da polícia por seu envolvimento em diversos crimes, entre eles o tráfico de entorpecentes. O corpo da vítima foi conduzido ao IML para ser autopsiado.   Diligências estão sendo realizadas no sentido de localizar e prender os autores do homicídio, mas até o presente momento não foi possível lograr êxito. 





Fonte: Quartel do 10º BPM, Iguatu – CE, 28 de outubro de 2018.  SGT PM UITEMBERGUE – SD PM LEONARDO

Juiz de Orós Drº César fala como será o trabalho do eleitoral hoje domingo 28/10

sábado, 27 de outubro de 2018

Manifestação pró-Bolsonaro em Orós

Tristeza Na Imprensa Cearense: Morre Radialista Luiz Carlos Amaral Amaral









MORRE LUIZ CARLOS AMARAL

Luiz Carlos Amaral saiu da vida aos 59 anos. Ele foi atropelado por uma motocicleta no bairro onde vivia, na noite de sexta-feira (26.10). Chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Maranhense de Caxias, Amaral estava no Ceará desde 1985. Cheguei uns meses antes dele. O começo não foi fácil, mas ele não desistiu, até obter um contrato na Rádio Verdes Mares como repórter.

Sentia saudades da família, e não tinha dinheiro para trazer mulher e filhos, então jogou na extinta LOTO, e acertou na quadra. Não era o prêmio máximo, mas rendeu um bom dinheiro. Ele alugou casa, mobiliou, e foi buscar seus familiares.

A CARREIRA

Luiz Carlos Amaral amava o Rádio e começou nas emissoras de sua terra, narrando futebol.

A decisão de tentar a sorte no Ceará foi por achar que poderia se destacar em Fortaleza. No SVM ele de fato despontou na reportagem, foi apresentador de programas, repórter esportivo e narrador. O SVM o demitiu em 1992, e então ele foi acolhido pelo saudoso Moreira Neto na equipe de Rádio do governo do Estado (Era Tasso).

As viagens pelo Ceará o tornaram conhecido de todos os profissionais do Radio e mídias. Ao lado dele fizemos coberturas memoráveis entre elas a inauguração do Açude Castanhão. Passou também pelas Rádios O Povo; Metro; Ceará Rádio Clube; e Cidade AM. Como repórter foi um sujeito versátil, encarava qualquer pauta, mas gostava mesmo, de verdade de narrar partidas de futebol.

O neguinho também era teimoso, obstinado, motivado e dono um humor especial, irônico, e ao mesmo tempo metido a valente, apesar do físico. "Metido não, eu sou cabra valente, não venha não", dizia entre gargalhadas.

No começo dos anos dois mil, Luiz Carlos decidiu estudar e formou-se em Comunicação Social, o que o orgulhava. "Diploma é outro nível", dizia. Também narrou jogos para a TV Diário, e atuou como animador de eventos e festas.

O AVENTUREIRO

Amaral se candidatou a deputado estadual (2002) e, antes, fez uma pesquisa para saber o que os colegas de Cambeba achavam. Ninguém aprovou, e ele; "já que é assim vou ser candidato".

Outra dele foi a formação como juiz de futebol, o que de início o entusiasmou. Chegou a apitar uns jogos, mas desistiu, "por excesso de monotonia", me disse quando perguntei a razão.

ÚLTIMOS ANOS

Passou por quatro governos como membro da assessoria de imprensa do Estado. Por último atuou na Sec. do Desenvolv. Agrário (SDA). Desde 2015, Amaral se debatia com problemas pessoais que o afastaram de tudo. Não trabalhava, e enfrentava uma depressão longa.

EPITÁFIO

Dele guardarei as risadas, e as paródias que costumava fazer para tirar onda com os colegas e com a chefia. Algumas tinham letras de puro non sense, e impublicáveis. E a frase:

"Sabe porque eu me visto bem? ´Não é vaidade, é pra mostrar que nego é gente, e que nesta munheca aqui ninguém pega"...



Programa Questão de Ordem na TV Assembleia convidado com Dr. Sarto



"Gostaria de compartilhar com vocês a entrevista que concedi ao jornalista Renato Abreu, no programa Questão de Ordem. Momento rico para refletir o Brasil, o cenário político nacional e a saúde pública. Falamos também dos nossos projetos para que o Ceará tenha um futuro mais justo e mais igual, nos próximos quatros anos" Dr. Sarto.