}); PORTAL ORÓS: Homem invade catedral durante missa, mata quatro pessoas e tira própria vida

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Homem invade catedral durante missa, mata quatro pessoas e tira própria vida

Homem invadiu a Catedral Metropolitana de Campinas (SP) durante a missa e atirou contra os presentes, na tarde desta terça-feira, 11. Ele matou quatro pessoas, feriu outras quatro e depois tirou a própria vida. O atirador foi identificado pela polícia como o analista de sistemas Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, nascido em Valinhos, município de São Paulo.
 
Conforme o Corpo de Bombeiros de Campinas-SP, o suspeito teria entrado na Catedral munido de uma pistola 9mm e um revólver calibre 38 atirando nos fiéis presentes. Quatro pessoas ficaram feridas durante o tiroteio e outras quatro vieram a óbito. Após o ocorrido, o homem se suicidou em frente ao altar. A Polícia investiga as motivações do crime. Essas são informações do portal O Globo.

Os mortos ainda não foram identificados. Por volta das 13h20min desta terça-feira, 11, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros foram enviados ao local.
 
O entorno da Catedral está isolado com faixa amarela e câmeras de monitoramento da CinCamp registraram a ação na localidade. Uma idosa de 65 anos foi levada ferida na região da cervical ao Hospital Mário Gatti e uma mulher de 40 anos foi levada ao Hospital de Clínicas da Universidade de Campinas (Unicamp).
 
Segundo o Samu, a terceira vítima está em estado estável, mas não se sabe ainda para qual unidade hospitalar foi encaminhada. As informações são do portal G1 de Campinas. A missa havia começado às 12h15 e o homem entrou armado por volta de 13h da tarde. Sentou em um dos bancos da Igreja e somente ao final da celebração, efetuou os disparos.
 
Uma das testemunhas que estava na Igreja, Pedro Rodrigues, presenciou quando o homem entrou e fez os disparos, de acordo com o Jornal O Estado de São Paulo. “Fazia uns cinco minutos que a missa tinha acabado. Ele chegou com a arma em punho e saiu atirando. Sempre pensei que a igreja era um lugar seguro”.

Em entrevista à GloboNews, o comandante do 8º Batalhão em Campinas, Major Adriano Augusto, afirma que agentes policiais entraram no local depois de ouvir o barulho dos tiros e atiraram contra o homem, que caiu no chão e disparou contra a própria cabeça.
 
Em nota, a Arquidiocese de Campinas informa que a Catedral permanece fechada. “Assim que dispusermos de mais informações, as disponibilizaremos. Contamos com as orações de todos neste momento de profunda dor”, é o que diz em trecho do comunicado.

O POVO - LARISSA CARVALHO

Jornal Nacional 11/12/2018 - Atirador mata 4 quatro na Catedral de Campinas SP e se mata


Nenhum comentário:

Postar um comentário