}); PORTAL ORÓS: 2019

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Mais de 1.600 pessoas morreram por diabetes no Ceará em 2019



A produção insuficiente ou má absorção de insulina são as causas determinantes, mas os maus hábitos estão entre os principais fatores de risco para um mal perigoso que pode matar: o diabetes. Somente este ano, 1.601 pessoas morreram no Ceará em decorrência da doença, conforme dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), gerando o alerta para a necessidade de prevenção e tratamento adequado.

É o que busca reforçar, anualmente, a data de hoje: o Dia Mundial do Diabetes. Embora em números ainda relevantes, a incidência de mortes apresentou discreta redução entre os anos de 2014 e 2018, passando de 2.217 óbitos para 1.990, queda de 10%. A maioria dos óbitos se deu entre pessoas acima dos 50 anos.

Ainda no ano passado, no entanto, Fortaleza foi classificada como a segunda capital brasileira com o maior percentual de diagnóstico de diabetes, conforme dados da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2018). Ao todo, 9,5% das pessoas entrevistadas, de 18 anos ou mais, alegaram portar a doença.

Causas

Um dos principais fatores de risco para o surgimento da doença é a obesidade associada ao sedentarismo, segundo explica a endocrinologista e diretora do Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão (CIDH) do Ceará, Adriana Forti. Situações como histórico da doença na família ou pessoas com hipertensão arterial também devem ser monitoradas regularmente.

"E também os fatores associados à faixa etária. À medida que você vai envelhecendo, e principalmente na população acima dos 40 anos, a prevalência de diabetes é muito maior", afirma.

Já a qualidade de vida da pessoa com diabetes passa, sobretudo, pelo entendimento pessoal das principais características da doença. Dessa forma, destaca ela, o paciente consegue desenvolver habilidades e mudar o comportamento para um bom controle de suas taxas.

Complicações

Do contrário, acrescenta a médica, o diabético está sujeito às principais complicações da doença, como a cegueira, o infarto do miocárdio, o Acidente Vascular Cerebral (AVC) - hemorrágico ou isquêmico, assim como as complicações renais e dos vasos periféricos. "Atualmente, 30% das hemodiálises são por conta do diabetes. Com a lesão dos vasos periféricos, associada à lesão do nervo, você desenvolve com muito mais frequência os pés diabéticos, que é a primeira causa de amputação na população", explica.

Ainda conforme Adriana Forti, entre os hábitos ideais necessários para a pessoa com diabetes está a alimentação saudável, a prática regular de atividade física, o monitoramento das principais taxas, além da manutenção dos exames periódicos.

"É muito importante que a gente passe a informação no sentido de que as pessoas participem do seu tratamento. Ela é uma doença tão heterogênea, tem tantos aspectos a serem trabalhados em nível terapêutico, mas a própria pessoa tem que participar, porque é uma doença crônica que não tem cura, mas tem controle. O paciente tem que ter empoderamento para o seu autocuidado", reforça a especialista.


Com informações de Lindomar Rodrigues

Mega-Sena, concurso 2.207: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 10,5 milhões



Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.207, realizado nesta quarta-feira (13) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 06 - 10 - 11 - 43 - 53 - 55.

A quina teve 39 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 49.905,76. A quadra teve 2.736 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 1.016,25.

O próximo concurso (2.208) será sábado (16). O prêmio é estimado em R$ 10,5 milhões.

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.



Com informações de Lindomar Rodrigues

Camilo autoriza concurso para a Perícia Forense



A Perícia Forense do Ceará (Pefoce) entrou na lista dos órgãos do governo estadual que, em 2020, terão concurso público. A informação é do perito geral Ricardo Macedo, adiantando que recebeu o aval do governador Camilo Santana. O número de vagas está em estudo, mas o órgão espera que venha o dobro do pessoal hoje disponível, que chega perto de 500 profissionais.

Isso, porque ano que vem a Pefoce vai operar com mais duas unidades no Interior: Crateús e Itapipoca. Ricardo faz questão de destacar que o órgão hoje é referência no País. 

Em termos de equipamentos, vem contando com "o que há de moderno no mundo". Recentemente, a Pefoce recebeu um microscópio de varredura (exame de pólvora), uma câmera de explosão (exames de explosivos e gás inflamável) e dois comparadores balísticos (ferramenta que faz a correlação entre crimes via projéteis). Na prática, Camilo vem cumprindo o que prometeu: tentar fazer a área da segurança pública do Ceará uma das melhores do País.


Com informações de Lindomar Rodrigues

Se União mantiver repasses, Cinturão só será concluído em 2025



O cenário da segurança hídrica no Ceará não é dos melhores. Mesmo com a confirmação do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) de que o Estado terá, até o fim do ano, um novo repasse de R$ 15 milhões para o Cinturão das Águas, as obras do equipamento só deverão ser concluídas daqui a seis anos. Isso, no entanto, só deverá acontecer se o Governo Federal mantiver os valores em um patamar próximo a R$ 100 milhões por ano, algo que não acontecerá em 2019, segundo dados do próprio MDR. A previsão é de Francisco Teixeira, titular da Secretaria de Recursos Hídricos do Ceará.

"A gente já recebeu R$ 52,2 milhões para as obras do Cinturão das Águas, e o Ministério tem a previsão de mandar mais R$ 15 milhões até o fim ano. Com essa verba, nós terminamos de quitar as dívidas, e estamos caminhando para concluir mais dois lotes, o 1 e o 2. Já concluímos o 5 e, com esse dinheiro, poderemos ter três concluídos", disse Francisco Teixeira.

Com a chegada dos novos recursos, a previsão é entregar os lotes 1 e 2 do Cinturão até o fim do primeiro trimestre de 2020, em março. A conclusão dessas duas etapas possibilitaria, segundo Teixeira, que o fluxo de água que passar pelo equipamento chegue ao Açude Castanhão, levando os recursos hídricos até Fortaleza.

"Temos cerca de R$ 7 milhões de dívidas no lote 3, com as obras andando muito lentamente, e, no 4, que está parado, temos apenas 4% ou 5% concluídos. Finalizar os lotes 1 e 2 nos daria 80 quilômetros disponíveis, mas ter os 150 quilômetros seria o ideal", afirmou o secretário.

Necessidade

Teixeira disse ainda que seria necessário investir R$ 600 milhões no Cinturão das Águas. Caso a União decida repassar R$ 200 milhões em 2020, o secretário projetou que seria possível dar continuidade às obras do lote 3 de forma tranquila. Contudo, se a União mantiver o mesmo patamar de valores destinados à obra abaixo de R$ 100 milhões, como será em 2019, o Cinturão das Águas só deverá ser concluído em 2025.

"Se viesse R$ 200 milhões em 2020 poderíamos tocar as obras dos lotes 3 e 4, mas se vier em igual patamar de 2019 vamos poder tocar apenas o 3, mas de forma mais lenta. Se vier R$ 100 milhões, daria para o lote 3 andar bem, ainda é incerto", disse Teixeira. "É complicado, a gente já investiu, entre recursos do Estado e União, R$ 1,280 bilhão, mas a gente teria de investir ainda R$ 600 milhões para concluir tudo. Mas se ficar vindo sempre R$ 100 milhões por ano, são mais 6 anos para frente para terminarmos o Cinturão", completou.

Equívoco

Na última quarta (13), o Ministério do Desenvolvimento Regional corrigiu a informação de que teria repassado R$ 77 milhões para as obras do Cinturão das Águas no Ceará. A Pasta reconheceu ter cometido um equívoco. O valor correto é de R$ 52,2 milhões.


Com informações de Lindomar Rodrigues

PT do Ceará assume campanha de Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza



O PT do Ceará usou o Twitter, nesta quinta-feira (14), para postar uma foto da deputada federal Luizianne Lins com o ex-presidente Lula. Na legenda, um saudação para Luiz Inácio: “Bom dia, Lula!”.

É um sinal de que Luizianne foi a escolhida para concorrer à Prefeitura de Fortaleza em 2020.

Em tempo

Postagem oficial do PT mostra que partido no Estado declarou guerra aos FGs, criando problemas ao governador Camilo Santana.



Conteúdo: CN7

Advogada suspeita de ter envolvimento com facção é presa pela PM no Interior



Policiais militares do Batalhão de Comando Tático Rural (PBCotar) prenderam, ontem (13), na cidade de Catarina, na Região dos Inhamuns (a 394Km de Fortaleza), a advogada Elizângela Maria Mororó. Contra ela havia um mandando de prisão preventiva em aberto. Ela é suspeita e investigada como envolvida em um esquema de tráfico de drogas e ligação com bandidos de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios cearenses.

Elizângela Mororó fugiu de Fortaleza no mês passado, quando teve a prisão decretada  pela Justiça a pedido do Ministério Público Estadual (MPE-CE) através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).  O órgão investiga a ação de um grupo de 11 advogados que trabalham na área Penal que estariam servido de interlocutores entre as lideranças de facções que estão nas cadeias com os bandidos soltos, numa espécie de trabalho de pombo-correio, levando e trazendo mensagens entre os criminosos.

De Catarina, Elizângela foi trazida para Fortaleza e levada para a sede da Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Passou  pela Perícia Forense do Ceará (Pefoce) onde foi submetida a exame de corpo de delito.  Agora, ficará detida na Delegacia de Capturas e Polinter (Decap) à disposição da Justiça.

Em ligações telefônicas interceptadas pelo Gaeco, Elizângela Mororó negocia com traficante a venda de “blusas”, que seria cocaína.  Os diálogos foram captados coma quebra do sigilo telefônico autorizada pela Justiça a pedido dos promotores que investigam a quadrilha.

Outros advogados presos na mesma investigação já estão novamente soltos graças a habeas corpus concedidos pela Justiça.



Conteúdo: CN7

Confira o gabarito do Enem 2019

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou, na tarde de hoje (13), os gabaritos com as respostas do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, de 2019. O instituto disponibilizou também as versões digitais dos cadernos de prova.

Apesar da possibilidade de conferência do gabarito, as notas dos estudantes ainda serão reveladas. Elas serão calculadas usando uma metodologia chamada de “Teoria de Resposta ao Item” (TRI), que leva em consideração a média de acertos total em determinadas questões para calcular a probalidade de “chutes” em questões mais difíceis. O método, apelidado de “sistema antichute” cria um cálculo variável das notas. A previsão é que o resultado final seja divulgado em janeiro de 2020.










Com informações de Agencia Brasil

Ceará registra queda de 52,2% no número de homicídios em 2019, diz Secretaria da Segurança



De janeiro a outubro de 2019, o Ceará registrou uma redução que 52,2% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que incluem homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Nos dez primeiros meses do ano passado foram contabilizados 3.864, no mesmo período deste ano, aconteceram 1.847 crimes. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (13) pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE). É o 19° mês seguido de redução no número destes tipos de crimes no estado.

Fortaleza foi a região cearense que registrou a maior queda no número de CVLIs nos dez primeiros meses deste ano, saindo de 1.282 casos em 2018 para 549 em 2019, o que representou uma diminuição de 57,2%. Pegando dados apenas no mês de outubro, a Capital teve 125 mortes em 2018 contra 54 em 2019, o que significa uma redução de 56,8%.

Outras regiões
Na região norte, os dez primeiros meses do ano tiveram uma queda de 53,5% em relação ao mesmo período de 2018. Foram registrados 770 crimes ano passado e 358 neste ano.

A Região Metropolitana de Fortaleza reduziu em 49% os CVLIs, indo de 1.112 para 567, no período. Na região sul, os crimes caíram de 700 para 373 de janeiro a outubro, representando uma diminuição de 46,7% em 2019, em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com André Costa, secretário da SSPDS, o Ceará alcançou o menor número de crimes violentos em toda a sua série histórica. "Até então, o menor número de homicídios era o ano de 2009, quando foram registrados 1.881 crimes. Então isso é fruto de muito trabalho e de investimentos, capitaneados pelo governador Camilo Santana, nas forças de segurança, além do trabalho bastante integrado com a área de proteção social do Estado e com a Secretaria da Administração Penitenciária”, destacou.


Por G1 CE

Idosa de 114 anos mantém colesterol e pressão estáveis com alimentação à base de frutas e sopas



A moradora cearense Noeme da Silveira chega aos 114 anos de idade com uma lição para quem quer atingir a longevidade: uma alimentação regradas com orientação médica e o cuidado que recebe de familiares. Moradora de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, a idosa Noeme da Silveira Freitas é natural de Fortaleza e nasceu no dia 7 de setembro de 1905. Um comerciante da cidade reivindica Noeme como a mulher mais velha do Brasil.

De acordo com pesquisa atualizada em 2019 do site Gerontology Research Group (Grupo de Pesquisa em Gerontologia), a pessoa brasileira mais velha já registrada é Maria Gomes Valentim, que faleceu aos 114 anos de idade, em 2011. Assim, dona Noeme seria a mulher brasileira mais velha a estar viva no Brasil.

A idade avançada da idosa chamou a atenção do comerciante José Braga, que logo tratou de tentar repercutir a história da idosa. "Ela é motivo de orgulho para o povo de Caucaia. Fiz de tudo para repercutir, pois ela merece o reconhecimento", diz.


Cuidados

A saúde da idosa é acompanhada de perto por médicos de Caucaia. Segundo Elizabeth, dona Noeme não possui graves problemas de saúde. Com taxas de colesterol e pressão arterial consideradas normais pelos profissionais, a única enfermidade de dona Noeme está em um problema na glândula tireoide, mas a filha não soube identificar qual é a doença especificamente.

Quanto à alimentação, a rotina é regrada com variações entre frutas, sopas e canjas. De acordo com a filha, ela só pode comer carne vermelha uma vez por semana, por orientação médica.


Dia a dia

Assistida de perto pela filha Elizabeth, de 74 anos, dona Noeme considera a filha, que não vive a experiência de cuidadora pela primeira vez, uma santa. "Já cuidei de quatro: do meu pai, meus dois irmãos com deficiência e agora ela. Eu perdi minha mocidade só cuidando deles, mas valeu a pena. Eles são sagrados para mim", afirma.

Dona Noeme ficou viúva ao ver o marido falecer aos 98 anos de idade. A filha conta que o relacionamento deles fui duradouro, começando ainda na adolescência. "Meu pai trabalhava perfurando poço perto da casa da minha avó e, por isso, fez amizade com minha mãe. Depois que saíram do colégio, ele se apaixonou e pediu logo em casamento", diz.

O matrimônio contrariou a infância da então jovem Noeme. Logo aos dois anos de idade, ela foi levada a um convento no município de Canindé, no sertão cearense, onde permaneceu até os 18 anos.

A rotina de trabalho de dona Noeme era dura. Ela escolheu a costura como profissão para somar ao marido, que, como servidor público, não conseguia renda suficiente para manter os sete filhos.

Há 15 anos, a idosa perdeu a capacidade de se locomover normalmente. Foi quando, além de cuidadora, Elizabeth virou a 'santa' da mãe. Segundo a filha, o restante da família não presta tanto apoio, a não ser os quatro filhos que ainda estão vivos. "Os bisnetos não vêm muito aqui. No último aniversário dela, chamei todo mundo, mas vieram poucas pessoas. Por isso que ela vive falando que se não fosse eu, ela estaria abandonada".


Por G1 CE

Menina de dois anos ajuda pais com deficiência visual a caminhar e usar o celular em Fortaleza



A pequena Ana Clara Mello tem apenas 2 anos mas já entende que os pais, que têm deficiência visual, possuem limitações e até consegue orientá-los nas atividades do cotidiano. Morando em Fortaleza com a família, Clarinha, como é chamada, transforma em brincadeira atividades como guiar os passos dos pais, direcionar o dedo da mãe na tela do celular e até sinalizar objetos caídos pelo chão da casa.

As ações foram incentivadas e ensinadas pelos pais, mas também adotadas naturalmente pela própria menina, como conta a mãe de Ana Clara, a cabeleireira Marlene Mello, que possui entre 5 e 10% da visão. “Quando ela tinha uns dez meses, eu a arrumei e falei: ‘filha, mostra para o papai como você está linda’ e eu fiquei pensando em como ela iria mostrar. Ela pegou a mão dele e foi mostrando o laço, a roupa, o sapato”. À medida que ia crescendo, a criança também mostrava para o pai o tamanho do cabelo e nascimento dos dentes.

Marlene perdeu parte da visão por conta de uma hidrocefalia, o acúmulo de líquido no cérebro. “Passei dois meses internada, entre a vida e a morte. Consegui colocar a válvula, mas demorou e, por isso, eu perdi a visão”, relata. A mãe de Clarinha consegue ver vultos com cores, mas não tem definição. “Para mexer no celular, eu uso leitor de tela, não consigo ver o rosto da Clarinha com nitidez, são imagens distorcidas”. Já o pai da criança, Alex Mello, nasceu com retinose pigmentar, doença em que a retina é danificada, e enxerga somente vultos.

O casal se conheceu em um bate-papo na internet e namorou por três meses à distância, ela em Fortaleza e ele em São Carlos, município de São Paulo. “Logo depois ele veio me conhecer e já veio para a gente se casar, nós nos conhecemos no dia do casamento”, lembra Marlene.

Conversa durante a gestação
A gravidez não foi planejada, de acordo com os pais. Inicialmente, eles ficaram inseguros e receosos, por acharem que não dariam conta. “Ser pai era um grande sonho do Alex e para mim também, mas as pessoas são muito negativas, eu cresci vendo que gravidez era uma doença. Juntou isso e o medo de não poder ter filhos”.

Mas, durante a gestação, Marlene e Alex começaram a conversar com a bebê ainda na barriga, falando sobre as dificuldades que enfrentariam.

Quando Clarinha nasceu, o casal ainda permanecia com alguns cuidados. Marlene conta que o processo de aprendizagem dos primeiros passos da menina foi em cima da cama, pelo medo que tinham de ela pegar em tomadas sem eles perceberem. “Quando foi com 11 meses, nós decidimos enfrentar o medo e colocar ela no chão, aí ela começou a dar os primeiros passinhos”. Atualmente, Clarinha é quem guia os passos dos pais. "É um anjo e os nossos olhos, ela é literalmente Deus nas nossas vidas”.


Por Lívia Carvalho, G1 CE

Coronel da Polícia Militar e namorada universitária são acusados de estuprar criança de 11 anos no Ceará




O coronel da Polícia Militar do Ceará (PMCE) Jaime de Paula Pessoa Neto, de 53 anos, e a namorada dele, a universitária Lorena Bezerra de Melo, 37, foram acusados pelo crime de estupro de vulnerável contra uma criança de 11 anos, familiar da mulher (o grau de parentesco não será revelado para não identificar a vítima). Os crimes aconteceriam desde 2014, em Fortaleza, quando a menina tinha seis anos, mas foram denunciados apenas em maio deste ano. O processo corre sob sigilo de Justiça.

No dia 1º de novembro, a 12ª Vara Criminal da Comarca de Fortaleza confirmou o recebimento da denúncia do Ministério Público do Ceará (MPCE) contra o casal e marcou a primeira audiência do processo na Justiça para 23 de março de 2020.

Documentos obtidos pelo G1 mostram que o caso foi denunciado pela mãe da garota, na Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), em 10 de maio de 2019. As defesas dos réus negam os crimes e alegam que a mãe da menina inventou a história, após ser ameaçada de perder a guarda da criança.

Segundo o boletim de ocorrência, a menina revelou aos parentes ter sofrido abuso sexual após assistir a um vídeo educativo na escola e perceber o que havia ocorrido com ela. A garota contou detalhes dos atos, que muitas vezes eram acompanhados de filmes pornográficos na TV. Segundo o relato, a vítima apresentou tumores e manchas brancas nos órgãos genitais, meses antes da denúncia.

Em depoimento à Polícia Civil em 13 de maio deste ano, a criança disse que o casal fazia sexo na sua frente e também a tocava. "Disse que o coronel sempre pedia para ela que não contasse nada para ninguém, dizendo-lhe o seguinte: 'Você é só minha! Isso é só meu!'", descreve o termo de declaração da vítima, que acrescenta que o militar tinha o costume de presentear a menina e de dar dinheiro para a namorada comprar presentes para a garota no shopping.

Os exames realizados pela Perícia Forense do Ceará (Pefoce) no corpo da vítima não encontraram esperma e atestaram que a membrana himenal e o ânus da criança estavam íntegros. Apesar dos resultados, a Polícia Civil indiciou o coronel Jaime Neto e Lorena de Melo, em 9 de setembro.

"Insta assinalar que a não constatação de vestígios não exclui a ocorrência de violência sexual, mormente pelo fato dos crimes contra a dignidade sexual serem praticados, via de regra, de forma extremamente efêmera e na clandestinidade, longe de eventuais testemunhas e sob ameaça ou recompensa da perpetuação do sigilo", considera o relatório final do inquérito policial.

Em outro trecho, os investigadores concluem que "a pouca idade da vítima, ao revés de diminuir a força probatória dos seus relatos, presta-se para trazer ainda mais credibilidade às suas declarações, porquanto descrevem fatos que não guardam relação com a compreensão sadia de mundo infantil".

Alegações da defesa
Ao ser interrogado pela Polícia Civil, o coronel contou que Lorena se tornou sua namorada apenas em março de 2019. Quanto à menina, somente no fim do ano passado ela teria passado a frequentar sua residência. O oficial acrescentou que tem uma filha adolescente e que se acostumou a conviver com outras crianças, familiares de ex-companheiras, sem denúncias anteriores.

Já a universitária acusada afirmou que passava os fins de semana com a menina e a levava para a casa do namorado porque a mãe da criança a abandonava sozinha em casa, inclusive sem alimentação. Ela acrescentou que já havia cobrado da mãe da menina sobre a situação e pensava em pedir a guarda da criança na Justiça, o que motivou a mulher a realizar "falsas acusações" contra o casal.

Os advogados de defesa foram procurados e não responderam sobre as acusações. No processo, os advogados Leandro Vasques, Holanda Segundo, Afonso Belarmino e Gabrielle de Melo, que representam o coronel, alegam que a mãe da vítima prestou depoimentos que trazem "versões incongruentes entre si e em clara contradição em relação àquelas aventadas pelas testemunhas".

Já os advogados Mateus Henrique Rodrigues Araújo e Wyllerson Matias Alves de Lima, defensores da universitária, afirmam que "jamais houve qualquer tipo de conduta inadequada da requerente e da pessoa de Jaime (...) muito menos qualquer odioso ato de abuso sexual". Conforme a defesa, a criança "foi induzida pela mãe para inventar as malfadadas acusações".

Denúncia aceita
O Ministério Público apresentou a denúncia à Justiça Estadual no dia 24 de setembro deste ano e rebate a versão da defesa dos réus: "inexiste, nos autos, prova minimamente razoável de que a mãe da vítima possuía motivos para engendrar comunicação falsa de crime". O órgão informou ao G1 que não pode se pronunciar sobre o processo por envolver violência sexual praticada contra vulnerável.

A acusação foi aceita pela 12ª Vara Criminal dois dias depois e confirmada no início de novembro deste ano. "Entendo que a denúncia apresentada pelo representante do Ministério Público, na presente ação penal, narra de forma satisfatória os detalhes, os fatos referentes à suposta ação criminosa e o modus operandi dos denunciados, não se vislumbrando razões pelas quais seria a denúncia inepta", considera a juíza responsável pela Vara.

"Claramente, trata-se de uma ação penal de extrema complexidade e vejo como medida indispensável a produção de provas em Juízo, especialmente a oitiva da infante", conclui a magistrada.

Reserva Remunerada
O coronel Jaime Neto informou à Polícia Civil que está nos quadros da Polícia Militar do Ceará há 34 anos e que é um "militar vocacionado". De acordo com publicações do Diário Oficial do Estado (DOE), o PM já foi comandante de um Batalhão da Polícia Militar em Fortaleza, trabalhou na segurança da presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), foi chefe da Coordenadoria de Defesa Social, da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), e esteve na Casa Militar do Governo do Estado.

Na Casa Militar, o réu chefiou a Unidade Militar da Vice-Governadoria, entre julho de 2018 e junho de 2019 - um mês após o início das investigações por estupro de vulnerável. Antes, em março deste ano, o militar foi promovido a coronel. Depois, foi transferido para a Reserva Remunerada e não está mais exercendo funções na Instituição, segundo a própria Polícia Militar.

Investigação administrativa
A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) informou que “determinou a instauração de Investigação Preliminar para a devida apuração do fato na seara administrativa, estando esta, atualmente, em andamento. As investigações possuem caráter reservado”.

A defesa do coronel afirmou, no processo, que o cliente "apresenta inúmeros destaques em sua trajetória profissional, ao longo da qual prestou relevantes serviços à nossa Segurança Pública". E citou um exemplo de um trabalho realizado pelo oficial, em um Conselho Comunitário, em que "foi solucionado o problema de mais de 50 crianças que se encontravam em situação de risco no Terminal da Lagoa, com o cadastramento, localização dos pais, fornecimento de alimentação e encaminhamento a abrigos".


Por Messias Borges, G1 CE

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

HORA DA NOTÍCIA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA 13/11/19 – ORÓS E REGIÃO EM NOTÍCIA COM JOSEMBERG VIEIRA.




DESTAQUES DE HOJE:

- Negociações com os Brics podem expandir fluxo comercial do Ceará

- Violência armada deixa 12 pessoas assassinadas no Ceará nas últimas 24 horas

- Suspeitos de três homicídios em Cascavel são presos em operação da Polícia Civil do Ceará

- Motorista morre após caminhão cair de ponte na BR-116, no interior do Ceará

- Plano emergencial deve monitorar sete praias do Ceará atingidas por óleo

- Plantão Policial em toda Região.

Seja o nosso repórter envie sua matéria (88) 9.9422.0106 - SIGA, CURTA, COMPARTILHA! OBRIGADO.

Instagram Josemberg Vieira: https://instagram.com/josembergvieira

Canal Josemberg Vieira: www.youtube.com/Josembergoros

Canal do Portal Orós: https://www.youtube.com/…/UCiypqX4tErKL…


Bolsonaro anuncia saída do PSL e confirma novo partido: Aliança pelo Brasil



O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta terça-feira, 12, a aliados que vai deixar o PSL e que vai trabalhar para criar um novo partido, chamado Aliança pelo Brasil. A informação foi dada por deputados que participaram de reunião no Palácio do Planalto com o presidente.

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) disse esperar que Bolsonaro presida o novo partido. Segundo ela, a primeira convenção da sigla será realizada em 21 de novembro. Ainda de acordo com ela, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) sairá de imediato do partido.

O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) afirmou que a ideia dos deputados é permanecer no PSL até que a criação da nova legenda seja formalizada.

Os advogados de Bolsonaro estimam que vão conseguir entregar, até março do ano que vem, as cerca de 500 mil assinaturas exigidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para criação de nova sigla. A ideia é viabilizar o partido a tempo de lançar candidatos às eleições municipais de 2020, o que exige aprovação na corte eleitoral até abril.

O TSE ainda não confirmou, “mas vai” permitir, de acordo com o deputado Daniel Silveira, que a coleta das assinaturas necessárias seja feita por meio de um aplicativo para dispositivos móveis.

A disputa interna do PSL veio à tona em 8 de outubro. Naquele dia, na porta do Palácio da Alvorada, Bolsonaro criticou o presidente do partido, Luciano Bivar (PE), a um pré-candidato a vereador do Recife (PE).

“O cara (Bivar) está queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara, esquece o partido”, prosseguiu. A partir daí, houve uma série de farpas trocadas entre os dois grupos antagônicos que se formaram entre os correligionários.

Conteúdo: CN7

Negociações com os Brics podem expandir fluxo comercial do Ceará



O encontro entre líderes dos países que formam os Brics - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul - na 11ª reunião de cúpula hoje e amanhã, em Brasília, pode ser decisivo para promover a expansão das relações comerciais entre o Ceará e os países do bloco. Além dos chefes de Estado, as comitivas estrangeiras devem contar com ministros, empresários e outras autoridades - são esperados cerca de 200 representantes dos demais países.

"A cooperação dos Brics é extremamente importante porque tem influência sobre várias áreas de atuação, inclusive de financiamento com investidores. No comércio exterior, o Ceará poderia ter mais atuação (com esses países)", destaca Karina Frota, gerente do Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec). "O bloco beneficia as relações internacionais porque tem chefes de Estado que negociam com mais frequência. E essas reuniões podem dar um salto mais expressivo nas operações comerciais. O Governo atual deseja abrir uma política externa no sistema internacional".

Na avaliação de Karina, a falta de uma relação comercial mais forte entre o Estado e os outros países que formam os Brics, principalmente com a África do Sul e com a Rússia, se dá porque o principal foco do grupo é negociar investimentos em áreas de saúde, infraestrutura e tecnologia.

"Dos quatro, a gente tem mais relevância com a China (exportando produtos siderúrgicos, peixes e calçados), mesmo que ela seja um mercado em expansão. Mas nós temos condições de fracionar essas operações comerciais, seja de importação ou exportação para os demais", diz.

Balança comercial

Conforme dados do Comex Stat (plataforma de dados sobre importações e exportações brasileiras do Ministério da Economia), de janeiro a outubro deste ano, a balança comercial do Ceará com os países dos Brics acumula um déficit de US$ 292 milhões, resultado da importação de R$ 341, 2 milhões e exportação de R$ 49 milhões no período.

Entre os Brics, a China é o principal destino das exportações do Estado - entre janeiro e outubro, foram exportados US$ 36,5 milhões em produtos como ceras vegetais, lagostas congeladas e minérios de manganês. Contudo, o país é também a segunda maior fonte de importação do Ceará, atrás apenas dos Estados Unidos. No período, a indústria cearense importou US$ 341 milhões em produtos chineses.

Já a Rússia vendeu US$ 71,3 milhões de produtos ao Ceará nesse intervalo, principalmente de insumos para a Siderúrgica. Os cearenses exportaram US$ 2,4 milhões ao país, entre os quais itens como calçados de borracha e granito.

Da Índia, por sua vez, foram importados US$ 61,1 milhões em produtos no período, a maioria de insumos para a indústria. Já o Estado somou apenas US$ 5,4 milhões de itens comercializados ao país, entre os quais ceras vegetais e teares para tecidos.

O menor volume de negócios feitos no período foi com a África do Sul, da qual foram importados US$ 21 milhões ao Ceará, quase que inteiramente de minério de ferro. Já os exportadores locais venderam apenas US$ 2 milhões ao país em produtos como ceras vegetais e calçados de borracha ou de plástico.


Com informações de Lindomar Rodrigues

Flamengo e Vasco se enfrentam hoje, pelo Brasileirão



Flamengo e Vasco se enfrentam hoje (13), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O duelo será transmitido pelo Premiere para todo o Brasil, com narração de Luis Roberto, com comentários de Júnior e Roger Flores.

A TV Globo priorizou a reta final da novela "A Dona do Pedaço" e não passará o único duelo do torneio nesta quarta-feira. A partida é válida pela 34ª rodada, em razão do adiantamento por conta da final da Libertadores, que acontece dia 23, em Lima, no Peru, e terá o time rubro-negro diante do River Plate, da Argentina.


Com informações de Lindomar Rodrigues

Gabarito oficial do Enem 2019 será divulgado nesta quarta



O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 será divulgado nesta quarta-feira (13) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os cadernos de prova também serão disponibilizados.

Não há um horário marcado para a divulgação do material. Os candidatos deverão acessar o portal do Inep ou o aplicativo oficial do Enem. Assim que o gabarito estiver disponível, o G1 irá reproduzi-lo.

É importante lembrar que o número de acertos não representa necessariamente a nota final. Na correção do Enem, é usado o método chamado Teoria de Resposta ao Item (TRI) – modelo estatístico que leva em conta a dificuldade de cada pergunta e busca avaliar o desempenho do candidato em determinada área de conhecimento.

As notas individuais serão divulgadas em janeiro de 2020.

Gabarito extraoficial
Enquanto o gabarito oficial não é publicado, os candidatos podem conferir a resolução elaborada pelos professores do Sistema COC de Ensino.

Também é possível assistir, em vídeo, à forma de resolver as 10 questões mais difíceis ou polêmicas do Enem. Outras perguntas foram resolvidas por professores durante programas ao vivo, nos dois domingos da prova.

Próximas datas do Enem 2019
O gabarito oficial e notas do Enem 2019 ainda não foram divulgados.

Quem teve problemas com logística ou se sentiu prejudicado durante a aplicação do Enem 2019 deve fazer o pedido de reaplicação da prova até a próxima segunda-feira (18).

Confira abaixo as próximas datas do cronograma desta edição:

  • Gabarito oficial: 13 de novembro
  • Pedido de reaplicação da prova: até 18 de novembro
  • Resultados individuais: janeiro de 2020
  • Resultados de treineiros: março de 2020



Por G1

Violência armada deixa 12 pessoas assassinadas no Ceará nas últimas 24 horas



Doze  pessoas foram assassinadas no Ceará no intervalo de apenas 24 horas, entre segunda-feira (11) e a terça (12). Dos 12  homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, oito aconteceram na Grande Fortaleza e outros quatro no Interior do estado. Entre as vítimas está um ser servidor da Segurança Pública, um agente penitenciário, lesionado a tiros por bandidos durante uma tentativa de roubo.

Na segunda-feira (11) foram registrados seis assassinatos, sendo dois em Fortaleza (nos bairros Parque Santa Rosa e Jardim das Oliveiras), dois na Região Metropolitana (em Maranguape e Paracuru) e dois casos de lesões corporais seguidas de morte. Um deles teve como vítima o agente penitenciário Pedro Agostinho de Almeida, 62 anos, que morreu no Instituto Doutor José Frota (IJF), após vários dias internado. Ele foi baleado durante uma tentativa de assalto na zona Oeste de Fortaleza.

Na Avenida Cônego de Castro, no bairro Parque Santa Rosa, na Capital, um homem identificado como Benedito Cleigiverton Costa Teixeira, 40 anos, foi morto a tiros quando ia visitar os pais. 

Em Maranguape, José Helenilson da Silva Freitas, 25 anos, foi assassinado, a tiros, no bairro Parque São João. 

E na Rua Professora Emília Pereira, no bairro Jardim das Oliveiras, um jovem, não identificado, também foi morto a tiros.

Ainda na segunda-feira, o corpo de um jovem foi encontrado com lesões produzidas a facadas no pescoço e na nuca. O cadáver foi ocultado pelos assassinos na Lagoa do Jirau, na zona rural do Município de Paracuru (a 100Km de Fortaleza).

Em Sobral, faleceu na Santa Casa de Misericórdia, um jovem que havia sido baleado na cidade de Marco, sendo identificado como Francisco Rodrigo Santos Costa, 19 anos. 

Mais crimes na terça

Nesta terça-feira (12), mais seis assassinatos foram registrados no Ceará,  sendo três casos na Capital (nos bairros Rodolfo Teófilo, Itaperi e no Conjunto São Bernardo, em Messejana) e outros três no Interior, nos Municípios de Jaguaruana, Orós e Morada Nova.

Na madrugada, bandidos invadiram um quitinete localizado na Rua da Independência, no Conjunto São Bernardo, em Messejana, e atiraram contra um casal. Lucas Henrique Batista Acioli, de 34 anos, morreu no local, enquanto sua namorada, Jaynara de Aquino Soares, 17 anos, ficou gravemente ferida e foi levada para o “Frotinha” de Messejana.

No bairro Itaperi, um homem de 78 anos, identificado como Antônio Adilson, foi morto, a tiros, na calçada de uma oficina de carros.

A Polícia registrou também um assassinato no bairro Rodolfo Teófilo, na tarde de ontem. Um homem conhecido pelo apelido de “Chico Doido” foi morto, a tiros, no estacionamento de um supermercado, localizado próximo à Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Interior

Um tiroteio deixou um ex-presidiário morto, na noite de ontem, na Praça São José, no Centro da cidade de Orós (a 402Km de Fortaleza). A vítima foi identificada como “Toinho Bravo”, que, recentemente, havia saído da cadeia.

Em Morada Nova (a 163Km da Capital), a Polícia localizou o corpo de um jovem que estava desaparecido há vários dias. Ele foi identificado como Wanderson Ângelo da Silva, 19, morto a tiros e o corpo enterrado em cova rasa, em um sítio na localidade de Patos, na zona rural.

Em Jaguaruana (a (183Km de Fortaleza), um homem identificado por Francisco Adriano da Silva, foi morto, a tiros, na manhã desta terça-feira, no bairro Cardeais.



Por: CN7