sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Acompanhe AO VIVO e fique bem informado o programa HORA DA NOTÍCIA, desta sexta 18/01/19. WhatsApp do povo (88) 99422.0106.



DESTAQUES DE HOJE:
 
Chuvas em Orós e todo Ceará; Tarrafas: Irmão mata irmão ex-presidiário em legítima defesa; Dois portugueses são presos com duas toneladas de haxixe em Fortim; essas e outras para você ficar bem informado!
 
Seja o nosso repórter envie sua matéria (88) 9.9422.0106 - SIGA, CURTA, COMPARTILHA! OBRIGADO.
 
 
Instagram Josemberg Vieira: https://instagram.com/josembergvieira?utm_source=ig_profile_share&igshid=1vrif50yxvl10
 
Canal Josemberg Vieira: www.youtube.com/Josembergoros
 
Canal do Portal Orós: https://www.youtube.com/channel/UCiypqX4tErKL8FY3MvGFYww
 
Página: https://www.facebook.com/portaloros
 
Site: www.portaloros.com.br

Com redução de ataques, governador busca ampliar estratégias para a segurança

Completadas duas semanas de ataques das facções criminosas no Ceará, o governador Camilo Santana (PT) trabalha, agora, visando ao pós-crise. Nos últimos dias, a intensidade dos ataques vem perdendo força. O apoio da Força Nacional de Segurança, a chegada de policiais de estados vizinhos e as medidas adotadas pelo Executivo, após aprovação das mensagens na Assembleia Legislativa, foram elementos que protagonizaram a reação estadual à onda de insegurança. Camilo, porém, atua para ampliar estratégias, abrindo caminho para que algumas possam ser utilizadas, inclusive, a longo prazo.

Nesta quinta-feira (17), em encontro com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, em Brasília, o governador pediu reforço de 90 agentes penitenciários e a manutenção da presença da Força Nacional no Estado por tempo indeterminado, para impedir mais reações nas próximas semanas com a manutenção da agenda repressiva às facções nas penitenciárias.
"Eu coloquei a necessidade de manter sem limite de data a presença da Força Nacional", declarou após o encontro com o ministro. A intenção do Governo é manter o Estado em alerta mesmo com a queda nos números relativos aos ataques criminosos.

A previsão é justificada pelo discurso de Camilo, que prometeu, em coletiva, manter o cerco contra líderes de organizações criminosas. "Vamos continuar mantendo ações dentro do sistema prisional, transferindo líderes para presídios federais. Isso é preciso para manter o Estado em alerta, de prevenção. Por isso que vim tratar para manter a Força Nacional e aumento de agentes penitenciários de outros estados, mais experientes, para ajudar no controle do sistema", argumentou.

Além das duas demandas ao Palácio do Planalto, o governador aposta na inteligência para enfraquecer os grupos que têm ganhado força nos últimos anos, principalmente na região Nordeste.

Inteligência

Para o petista, a inauguração do Centro de Inteligência do Nordeste no Ceará, que tem a integração de todos os estados nordestinos, vai funcionar como um identificador do crime. O equipamento pretende rastrear os passos e articulações de grupos criminosos que se originaram em São Paulo e no Rio de Janeiro, e que se alastraram no resto do País.

"A gente tem mantido contato permanente não só com o ministro (Sérgio) Moro, mas também com o ministro da Defesa. Então, temos tido apoio da Força Nacional, dos agentes penitenciários federais, (o recebimento) de vagas do sistema federal... Transferimos 39 líderes de grupos (criminosos). Essa parceria é importante. Nenhum Estado sozinho vai combater o crime organizado. É preciso uma pactuação", enfatizou.

Liderando o diálogo dos governadores na pauta da segurança pública com o Planalto, Camilo cobrou do Congresso Nacional respostas para agendas que são de responsabilidade do Parlamento.

Reunido com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na última segunda-feira (14), o governador pediu que as pautas que envolvem a resistência aos grupos criminosos sejam colocadas como prioridade.

É o presidente da Câmara quem tem a responsabilidade de pautar os assuntos para serem discutidos e votados no plenário da Casa. Camilo, inclusive, chegou a defender o nome de Maia, em entrevista à Globo News, na última quarta-feira (16), para se manter no cargo de presidente.

"O crime se transnacionalizou. O Brasil deu um passo na criação do Susp (Sistema Único de Segurança Pública), agora tem um fundo, novas leis. Precisam rever leis no Congresso, como a lei antiterrorismo, progressão de pena... Algumas questões precisam ser vistas no Congresso, inclusive o presidente da Câmara, se reeleito, pretende colocar em pauta prioritária no Congresso. Há uma necessidade de o Brasil aproveitar essa ferramenta e colocar em prática, convocar atores, como governadores, prefeitos, Poder Judiciário", afirmou Camilo.

Medidas internas

Como forma de demonstrar que o Estado tem o controle da crise, Camilo tem apostado em medidas internas para que a Secretaria de Administração Penitenciária consiga executar a lei. Uma delas é a apreensão de equipamentos como TVs e celulares dos detentos. De acordo com relatório entregue aos ministérios da Justiça e Defesa, foram apreendidos 1.200 aparelhos de TV e 1.300 celulares no Ceará.

As ações também envolvem a convocação de militares da reserva para o serviço ativo da Polícia Militar, a retirada dos policiais lotados nas áreas administrativas para o reforço nas ruas, o fechamento de 67 cadeias públicas do interior e transferência de internos para as principais unidades prisionais do Estado, além de outras ações que devem surtir efeito a curto e médio prazos.

Fonte: Diário do Nordeste

Chuvas em Orós e todo Ceará


Vídeo enviado por Genivaldo Guassussê

Orós sede 19 mm
Orós Guassussê 34.0

Orós Palestina    31.0


10 maiores chuvas por posto no dia:
(116 postos com chuva de 117 informados)

Itapiúna (Posto: Itapiuna) : 79.0 mm

Horizonte (Posto: Horizonte) : 74.0 mm

Iracema (Posto: Bastioes) : 66.0 mm

Iguatu (Posto: Iguatu) : 54.0 mm

Iracema (Posto: Canafistula) : 53.0 mm

Iracema (Posto: Iracema) : 53.0 mm

Morada Nova (Posto: Fazenda Lacraia) : 52.2 mm

Beberibe (Posto: Lagoa Funda) : 52.0 mm

Quixeramobim (Posto: Uruque) : 50.0 mm

Ererê (Posto: Acude Santa Maria) : 48.0 mm

Funceme divulga nesta sexta-feira o prognóstico para trimestre da Estação Chuvosa

Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) divulga, a partir das 9h desta sexta-feira (18), o prognóstico de chuvas para o trimestre fevereiro-março-abril de 2019. O evento acontece no auditório do Palácio da Abolição.
A previsão será elaborada durante o XXI Workshop Internacional de Avaliação Climática para o Semiárido Nordestino, que começa nesta quinta-feira (17), na sede da Funceme. Participam deste primeiro momento pesquisadores do órgão estadual, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe).
Na sexta, o prognóstico com as probabilidades de cada uma das três categorias (abaixo, em torno e acima da média histórica) referentes ao acumulado de precipitações nos três primeiros meses da quadra chuvosa será apresentado pelo presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins.
Serviço:
Divulgação do prognóstico de chuvas para fevereiro, março e abril
Data: 18 de janeiro
Horário: 9h
Local: Auditório do Palácio da Abolição
Av. Barão de Studart, 500 – Meireles (acesso pela Silva Paulet, 400)

Fonte: Ceará Agora com a  FUNCEME

Dois portugueses são presos com duas toneladas de haxixe em Fortim; veja vídeo

Dois portugueses, identificados como Alexandre Antônio Ribeiro Marques, 31, e Rúben Adriano Morgado Pereira, 27, foram presos com cerca de duas toneladas de haxixe nesta quinta-feira, 17, por volta das 18 horas. A droga tem origem no Marrocos e chegou ao Ceará por navio. Ao todo, foram apreendidos 62 pacotes com aproximadamente 30 quilos cada. A apreensão já é considerada a maior do entorpecente no Ceará, de acordo com o capitão Pascoal Neto, oficial do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate). 

A partir de uma denúncia anônima, a equipe de policiais chegou a uma casa alugada pela dupla em Fortim, a 135 quilômetros de distância de Fortaleza. De acordo com fontes policiais, a dupla, que não era conhecida dos órgãos de segurança, tinha o objetivo de distribuir a droga pelo Ceará e em estados do Sul e do Sudeste. A operação foi coordenada pelo major Antonio Cavalcante.
Até então, a maior apreensão da droga havia sido realizada em outubro de 2017. Na ocasião, a Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) apreendeu 2,1 kg de um tipo de haxixe também vindo do Marrocos. 

À época, dirigentes da DCTD afirmaram que o narcótico oriundo da África é extremamente raro por conta do alto valor comercial, chegando a ser duas vezes mais caro que o valor da cocaína. A dupla flagrada em Fortim foi autuada pelo crime de tráfico de drogas e levada à DCTD.

O POVO - NUT PEREIRA Colaborou JÉSSIKA SISNANDO

Tarrafas: Irmão mata irmão ex-presidiário em legítima defesa


Através do presente, informo a este comando que por volta das 07h30 de hoje dia 17/01/2019 fomos informados por ligação telefônica que teria ocorrido um homicídio por volta das 21:00h do dia quarta-feira 16/01/2019 no Sítio Bom Jesus, zona rural de Tarrafas.

Que de imediato a guarnição de serviço POLICIAL MILITAR se deslocou até o local informado onde fora constatado a veracidade do fato, sendo localizado o corpo da vítima e após identificada como sendo RONEUDO ALVES DE SOUZA, conhecido por “DEDÊ”, solteiro, ex-presidiário, natural de Farias Brito - CE, 31 anos, o qual residia no Sítio Antas, zona rural de Tarrafas;

As informações colhidas no local deram conta que o autor do crime trata-se do Irmão da Vítima sendo LUIS ALVES DE SOUZA, conhecido por “RONILDO”, casado, agricultor, natural de Farias Brito, 33 anos, residente no Sítio Bom Jesus, Tarrafas; que segundo informações de testemunhas a Vítima tentou agredir o acusado com uma faca e para se defender o acusado de posse de uma cavadeira e um apetrecho de madeira conhecido por “cambito” desferiu vários golpes na vítima, o qual não resistiu aos ferimentos vindo a falecer no local, sendo que após o ocorrido o autor do crime foragiu tomando rumo até o presente ignorado; que o rabecão da Perícia Forense compareceu ao local e transportou o corpo para o IML de Iguatu.


Fonte: Quartel do 10º BPM, Iguatu – CE, 18 de janeiro de 2019. SGT PM ARRAIS/ CB PM FLAVIO HOLANDA

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Acompanhe AO VIVO e fique bem informado o programa HORA DA NOTÍCIA, desta quinta 17/01/19. WhatsApp do povo (88) 99422.0106.



DESTAQUES DE HOJE:

Baixo nível do reservatório do Orós reduz a safra irrigada de arroz; Camilo Santana confirma o fechamento de 67 cadeias no interior do Ceará nos últimos dias; Fortaleza tem explosões e ataques a agência bancária em mais uma noite de ataques criminosos; Cidadão tem que desembolsar no mínimo R$ 3,7 mil para possuir arma; Assista o Jornal Alerta Geral desta quinta-feira (17) com José Sarto candidato a presidência da AL do Ceará essas e outras para você ficar bem informado!

Seja o nosso repórter envie sua matéria (88) 9.9422.0106 - SIGA, CURTA, COMPARTILHA! OBRIGADO.


Instagram Josemberg Vieira: https://instagram.com/josembergvieira?utm_source=ig_profile_share&igshid=1vrif50yxvl10

Canal Josemberg Vieira: www.youtube.com/Josembergoros

Canal do Portal Orós: https://www.youtube.com/channel/UCiypqX4tErKL8FY3MvGFYww

Página: https://www.facebook.com/portaloros

Site: www.portaloros.com.br

Cidadão tem que desembolsar no mínimo R$ 3,7 mil para possuir arma


O custo mínimo para a aquisição de uma arma de fogo hoje (17) é de aproximadamente R$ 3,7 mil. Com isso, estima-se que é possível possuir um revólver ou uma pistola cumprindo todos os pré-requisitos exigidos por lei. Nesse valor estão inclusos tanto a aquisição da arma escolhida quanto a obtenção de todos os documentos necessários.

Mediante pesquisa em sites de venda de armas de fogo, constata-se que o revolver mais barato encontrado (.38 de cinco tiros), custa a partir de R$ 3,1 mil. Lojas também oferecem revólveres .22 a partir de R$ 4 mil e pistolas do mesmo calibre por R$ 6 mil.

Todos esses valores foram coletados com base em sites de lojas que vendem armas de fogo, valem somente para o comércio online e podem variar após a data desta publicação.

Mais custos
Além do gasto com a própria arma, ainda é necessário desembolsar R$ 88 para a Polícia Federal (PF), para que se obtenha o registro necessário para manter o revólver em casa ou no local de trabalho. Com a publicação do Decreto nº 9.685, terça-feira (15), a validade do Certificado de Registro de Arma de Fogo aumentou de cinco anos para dez anos.

Avaliação
Além da arma e do registro, também é necessário se submeter a uma avaliação psicológica que comprove que o candidato está apto a possuir uma arma em casa ou local de trabalho. Para ser aceito, o laudo deve ser emitido por um profissional devidamente habilitado e credenciado pela Polícia Federal (PF).

A relação de psicólogos credenciados em todo o país está disponível no site da PF. O custo da avaliação, no entanto, é referenciado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP). A tabela de honorários ainda disponível no site do conselho sugere os preços mínimo (R$ 280,87) e máximo (R$ 655,36).

A legislação estabelece a obrigatoriedade de o candidato comprovar capacidade técnica para manusear uma arma de fogo. A relação de instrutores de armamento e tiro credenciados também está disponível no site da PF, que afirma que o valor cobrado pela aplicação do teste não pode exceder R$ 80.

No entanto, a este valor, devem ser acrescidos os custos com a munição gasta e, se necessário, despesas com o aluguel de uma arma e do estande de tiros. Somadas, todas estas despesas podem variar entre R$ 240 e R$ 300, dependendo da localidade.

Os demais documentos exigidos, como as certidões negativas de antecedentes criminais e de que o interessado não está respondendo a inquérito policial ou a processo criminal, podem ser obtidas pela internet, sem custos, nos sites da Justiça Federal, Estadual, Militar e Eleitoral.


Fonte: Ceará Agora

Assista o Jornal Alerta Geral desta quinta-feira (17) com José Sarto candidato a presidência da AL do Ceará

O Jornal Alerta Geral desta quinta-feira (17) contou com a presença do deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa (AL) José Sarto. Confira!

Fortaleza tem explosões e ataques a agência bancária em mais uma noite de ataques criminosos


Após darem sinais de que os ataques criminosos estavam acabando nos últimos dias, a noite da quarta-feira (16) e a madruigada desta quinta (17) foram marcadas por pelo menos três ações ousadas em Fortaleza. Houve explosões numa ponte do Bairro Bela Vista e num poste de iluminação da estação de metrô no Bairro Couto Fernandes. Uma agência bancária também foi alvejada com tiros e incendiada na Aerolândia.

Poste na estação do metrô no Couto Fernandes é explodido

explosão na estação do metrô no Couto Fernandes aconteceu às 3h30 desta quinta e atingiu um poste localizado no equipamento. A informação foi confirmada pela Polícia Militar.


O impacto do material explosivo danificou a estrutura do poste, que quebrou em algumas partes, deixando a estrutura de aço exposta. Equipes da Força Nacional e Polícia Militar fazem a segurança no local.

Após o ataque, todas as estações do metrô foram fechadas no início da manhã. Contudo, os locais foram reabertos às 7h10.

Localizada na Avenida José Bastos, a Estação Couto Fernandes faz parte da linha Sul do Metrô de Fortaleza e atende o público dos bairros Bela Vista, Pici e adjacências.

Agência bancária atacada com tiros e incendiada 



Na Aerolândia, uma agência do Banco do Brasil, localizada no quilômetro 2, da BR- 116, foi atacada com tiros e incendiada na madrugada desta quinta-feira (17). 

Conforme a Polícia Militar, por volta de 1h, um veículo modelo Sandero, com cinco ocupantes, parou em frente à agência e os suspeitos atiraram pelo menos seis vezes contra a fachada do prédio. 

Os tiros quebraram a vidraça da agência. O grupo ainda incendiou o prédio usando garrafas pets e um galão com gasolina, que estavam dentro de uma mochila usada pelos criminosos. 

Uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF) passou pelo local no momento do incêndio e acionou o Corpo de Bombeiros, que apagou as chamas. Os suspeitos fugiram.
Equipes da PRF, da Polícia Militar e da Perícia Forense foram ao local. 

Explosão em ponte na Bela Vista


A ponte onde a bomba explodiu fica localizada na Rua Chile. O caso aconteceu por volta de 21h30. Devido ao impacto, uma parte da ponte, que passa sobre um riacho, ficou danificada, deixando os ferros à mostra. Não há informações de pessoas feridas.

O barulho da explosão foi ouvido por moradores do local e de outros bairros, como Pan Americano, Pici, Genibaú, Jockey e João XXIII. Moradores da região relaram que, antes da explosão, pessoas de moto passaram pela ponte. Equipes da Polícia Militar e da Força Nacional foram ao local.

Quarta ação criminosa não teria ligação com ataques

Uma quarta ação criminosa foi registrada no fim da noite de quarta. A sede da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), no Cambeba) foi invadida. Lá, quatro criminosos roubaram armas e coletes dos vigilantes e arrombaram o caixa eletrônico. Contudo, este crime não tem características de ataque criminoso coordenado com os outros, mas seria uma ação isolada. 

De acordo com a polícia, os suspeitos renderam os dois vigilantes, ordenaram que as vítimas abrissem o portão da frente do prédio e um veículo com outros criminosos entrou no prédio. Foram utilizadas ferramentas e um maçarico para arrombar o caixa eletrônico, que teve todo o dinheiro levado. Não há informações sobre a quantia roubada.

O caixa eletrônico arrombado pelos criminosos teria sido abastecido durante o período da manhã. Os outros equipamentos não foram violados.


Fonte: Diário do Nordeste




Camilo Santana confirma o fechamento de 67 cadeias no interior do Ceará nos últimos dias


O Governador do Ceará, Camilo Santana (PT), confirmou o fechamento de 67 cadeias no Estado durante os últimos dias. A afirmação foi feita durante uma entrevista concedida a Globo News, na noite desta quarta-feira (17).

De acordo com Camilo Santana, o fechamento das unidades prisionais foi decidido pelo secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque e contou com o apoio do Governo. "Eram cadeias precárias, concentrei na Região Metropolitana para ter mais controle sobre esses presos. Isso foi uma decisão do próprio secretário [da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque]. Tenho tido todo o apoio do poder judiciário", disse.

O fechamento das cadeias do interior é realizado em meio a onda de ataques criminosos que acontece no Estado desde a noite do dia 2 de janeiro. Áudios que teriam sido compartilhados entre membros de facções, divulgados no último domingo (13) pelo programa Fantástico, indicam que presidiários comandavam os ataques ocorridos no Ceará.

Camilo também classificou as ações criminosas que acontecem no Estado como atos de terrorismo e defendeu uma mudança na legislação brasileira para tratar sobre o assunto. "Eu defendo que precisa de uma mudança. Até porque nesses atos, foi a primeira vez que se usou explosivos em ações no Ceará, bombas. Isso precisa ser tipificado como terrorismo. Precisa o Congresso Nacional rever uma série de leis, inclusive uma delas é essa, a lei antiterrorismo, que precisa tipificar esse tipo de ação como terrorismo", disse.

Até esta quarta-feira, pelo menos 206 crimes como explosões de viadutos e pontes, incêndios a veículos e depredação de prédios públicos foram registrados no Estado. O número de presos ou apreendidos chega a 383 até às 17h desta quarta, conforme balanço da Secretaria da Segurança.


Fonte: Diário do Nordeste

Bom dia! Edição desta quinta-feira (17) do Ceará News aqui no Portal Orós.

Baixo nível do reservatório do Orós reduz a safra irrigada de arroz


Nas várzeas do açude Orós, o segundo maior do Ceará, na região Centro-Sul cearense, as máquinas e agricultores estão no campo concluindo a colheita de arroz irrigado. Diante do baixo nível de água no reservatório, desde 2015 está ocorrendo uma redução drástica da área de cultivo. Neste ano, chegou a 95%. Os produtores estimam também queda de 30% na safra em decorrência do ataque de lagarta.

O açude Orós acumula atualmente 5,5% de acordo com o Portal Hidrológico da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). As águas estão distantes das tradicionais áreas de cultivo, localizadas nos municípios de Iguatu e Quixelô. Em 2014, o reservatório acumulava 50% de sua capacidade hídrica.

Produção

O cultivo irrigado nas várzeas do Orós ocorre no segundo semestre de cada ano, período em que dificilmente haverá chuvas e risco de a lavoura ser encoberta pelas águas. A colheita geralmente é iniciada em dezembro e concluída em janeiro. Durante a quadra chuvosa não há, portanto, produção da cultura de arroz.

O agricultor José Pereira enfrentou as dificuldades para manter a produção na atual safra (2018/2019). Ele lamentou que as águas se distanciaram muito, trazendo obstáculos para a transferência do recurso hídrico por meio de bombeamento a partir do Rio Jaguaribe para as áreas de cultivo da rizicultura. "Aqui, onde estamos, a água estaria em uma altura de 20 metros, se o açude tivesse acima do meio", observou.
"Fiz o plantio para não ficar parado, mas a produção caiu demais".
Os agricultores reclamam do ataque de lagarta e de outras pragas mais comuns à atividade. Na localidade de Currais Novos, no município de Quixelô, a queda de produção é estimada em cerca de 30%. Esperava-se uma produtividade de 4.000 kg de arroz por hectare, mas neste ano caiu para 2.700 kg.

"Já fomos uma das áreas de maior produção de arroz irrigado no Ceará, nas várzeas do Orós e do Rio Jaguaribe, mas a atividade enfrenta séria crise", pontuou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva. "Se o açude não receber recarga neste ano, a produção será paralisada, com certeza". Saraiva mostrou que a água está distante mais de 5 km das tradicionais áreas de plantação da cultura.

A construção do reservatório foi concluída no início da década de 1960, mas foi nos anos de 1970 a 1990 que houve uma expansão do plantio de arroz, em áreas localizadas nos municípios de Iguatu e de Quixelô. A atividade gerou trabalho e renda, na região.

Já no século atual, a produção de arroz foi mantida, mas sofreu revés em decorrência do elevado custo de produção, necessidade de consumo elevado de água e queda no preço, fatores que inviabilizaram a continuidade do cultivo em larga escala.

Seca

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu estima que a área de 300 hectares, que foi cultivada em 2014, quando o Orós acumulava cerca de 50%, reduziu-se para cerca de 60 hectares. A produção esperada para a atual safra é de apenas 150 toneladas.

O produtor rural, Marconi da Silva, acostumado há décadas a produzir arroz irrigado na bacia do Orós desistiu da atividade. "Não compensa porque a gente não tem capital, precisa pegar dinheiro emprestado, pagando juros, para comprar sementes, veneno e o óleo para o trator e motor de irrigação", explicou. "No fim, a conta fica devedora".


Fonte: Diário do Nordeste

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Acompanhe AO VIVO e fique bem informado o programa HORA DA NOTÍCIA, desta terça 16/01/19. WhatsApp do povo (88) 99422.0106.

DESTAQUES DE HOJE:

Após cobrança do povo no programa Hora da Notícia prefeitura troca lâmpadas nas ruas Manuel Moreira e São José no BSG; Orós poderá estar entre os municípios com direito à posse de arma de fogo; Partidos buscam Dr. Sarto com pleitos relacionados à Mesa Diretora; Assassinato de Mulheres cresce 25% em 2018 no Ceará; Suspeitos são presos com artefatos próximos a torre de telefonia na Praia do Futuro; Caminhão é incendiado no Bairro Carlito Pamplona; Plantão policial em toda região essas e outras para você ficar bem informado!

Seja o nosso repórter envie sua matéria (88) 9.9422.0106 - SIGA, CURTA, COMPARTILHA! OBRIGADO.


Instagram Josemberg Vieira: https://instagram.com/josembergvieira?utm_source=ig_profile_share&igshid=1vrif50yxvl10

Canal Josemberg Vieira: www.youtube.com/Josembergoros

Canal do Portal Orós: https://www.youtube.com/channel/UCiypqX4tErKL8FY3MvGFYww

Página: https://www.facebook.com/portaloros

Site: www.portaloros.com.br

Após cobrança do povo no programa Hora da Notícia prefeitura troca lâmpadas nas ruas Manuel Moreira e São José no BSG.

Caminhão é incendiado no Bairro Carlito Pamplona

Um caminhão foi incendiado na noite desta terça-feira (15), no bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza. O caso aconteceu por volta das 23h30.

De acordo com testemunhas, dois homens, aparentemente adolescentes, chegaram ao local em uma motocicleta, colocaram gasolina e atearam fogo no caminhão, que estava estacionado em frente ao mercado do Carlito Pamplona.

Ainda segundo testemunhas, os suspeitos tentaram incendiar outros veículos, mas desistiram após moradores anunciarem que haviam acionado a Polícia.

O incêndio no caminhão foi apagado pela população. O veículo queimado seria usado para fazer a entrega de peixes.


Fonte: Diário do Nordeste

Suspeitos são presos com artefatos próximos a torre de telefonia na Praia do Futuro

Três homens foram presos suspeitos de tentarem atacar uma torre de telefonia com coquetéis molotov na avenida Dioguinho, no bairro Praia do Futuro, na noite desta terça-feira (15).

Segundo a polícia, Francisco Lucas Bento Tavares da Silva e Francisco Igo Torres de Oliveira Valentim, ambos de 22 anos, e um terceiro homem que não teve a identidade revelada, deixaram uma caixa com vários artefatos que seriam usados para atacar a torre. Um funcionário que estava no interior do terreno se trancou em uma sala e não foi notado pelo trio.

Policiais que passavam próximo ao local perceberam a movimentação e conseguiram impedir a ação criminosa. Francisco Igo foi preso em frente a torre e através dele a polícia conseguiu chegar até Lucas Bento. O terceiro suspeito conseguiu fugir do local, mas a polícia conseguiu capturá-lo quando ele buscou atendimento, por conta de um corte no pé, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Praia do Futuro.

O trio foi levado para a Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco). A polícia está no local fazendo buscas com o apoio de oito viaturas e um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) para tentar chegar a uma quarta pessoa que também teria participação na tentativa de ataque.

Fonte: Diário do Nordeste



Partidos buscam Dr. Sarto com pleitos relacionados à Mesa Diretora

Após a indicação do deputado José Sarto (PDT) como o candidato oficial da base governista que disputará a presidência da Assembleia Legislativa do Estado no próximo dia 1º de fevereiro, agora, os aliados se articulam em torno do pedetista para ocupar as demais vagas da Mesa Diretora. Os postos mais cobiçados são os de primeiro-secretário e de primeiro vice-presidente. Sarto dialoga com as bancadas e diz que vai buscar "preservar" o tamanho dos partidos ao construir a chapa.

O Regimento Interno da Assembleia estabelece que a escolha dos membros da Mesa deve assegurar "tanto quanto possível" a representação proporcional dos partidos ou dos blocos parlamentares da Assembleia. Mas, como está no próprio texto, tal formação deve ser feita na medida do que for possível. Na prática, isso dá carta branca ao candidato a presidente para também utilizar critérios políticos na hora de escolher os deputados que vão ocupar as vagas na chapa a ser inscrita - e eleita por consenso, visto que a base tem maioria no Legislativo.

Acordos

Neste ano, o candidato à presidência da Assembleia, deputado Sarto, enfatiza, no entanto, que seguirá o que está previsto no Regimento para a indicação da chapa. "O critério será o que preceitua o Regimento no artigo 39: 'tanto quanto possível', preservar a proporcionalidade partidária e a proporcionalidade de gênero", argumenta. Ele vê como natural que aliados "sugiram caminhos, ideias", mas nega que seja influenciado por questões políticas.

Nos bastidores, o fato é que Sarto vem sendo bastante cortejado pelos partidos da base aliada em busca dos lugares na Mesa Diretora. A primeira secretaria, um dos cargos mais importantes da Casa, vem sendo alvo de disputa entre PDT e PSB. Entre alguns parlamentares, o líder do Governo na Casa, deputado Evandro Leitão (PDT), já é tido como certo para o posto. Sarto, porém, nega que essa posição tenha sido definida.
Ao ser questionado sobre a possibilidade, Evandro desconversa e diz apenas que está à disposição para "servir ao projeto (político)" do grupo governista. O outro deputado que também está no páreo é o atual secretário da Mesa, Audic Mota (PSB), que deixa clara a intenção de continuar no cargo. "Isso foi tratado no ano passado com o governador (Camilo Santana), mas um processo político a gente sabe que é de se conversar", minimiza.

Ocupando atualmente a terceira secretaria da Assembleia, o deputado Julinho (PPS) mira, agora, a primeira vice-presidência, tanto que costura a formação de um bloco com outros partidos. "Eu estou conversando desde o ano passado com o PRB, PR e com o PSD. Na Mesa vale mais o entendimento político, nas demais comissões é que é mantida a questão da proporcionalidade", considera. O deputado Osmar Baquit (PDT) também já manifestou interesse pelo cargo, mas faz questão de ressaltar que aceitará "qualquer decisão" da base aliada.

O Legislativo Estadual tem, no total, 18 comissões técnicas permanentes. A presidência dos colegiados também é definida por critérios de proporcionalidade, por isso a formação de blocos também é pauta entre parlamentares. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), tida como a mais importante da Casa, é a mais visada.

Reivindicação

O PT também reivindica posições na Mesa Diretora, alegando ser um dos partidos com a segunda maior bancada da Casa. O presidente da legenda no Estado, deputado Moisés Braz, enfatiza que o partido não vai "abrir mão" de uma das vagas.

A bancada estadual petista se reuniu com o deputado Sarto para tratar do assunto no início da semana e, segundo o deputado Elmano de Freitas, o futuro presidente da Assembleia garantiu que, pela proporcionalidade, o PT terá espaços na chapa. "Ficamos de ver quais nomes vamos propor, e em qual posição. Vamos concluir essa discussão com a Executiva".

Com a efetivação do deputado Lucílvio Girão (PP) na próxima legislatura, após a ida do atual presidente do Legislativo, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), para a Secretaria de Cidades do Governo Camilo, o PP vai crescer de tamanho na Assembleia. Com isso, o deputado Bruno Pedrosa defende que a sigla tenha um representante na Mesa. "O PP vai ficar com quatro deputados e vai se igualar à bancada do MDB e a do PT", diz.

O deputado Capitão Wagner (PROS) também informa que vai se reunir com o deputado José Sarto no próximo fim de semana para tratar da Mesa Diretora. Segundo o parlamentar, o PROS vai formar um bloco com o PSDB e o PSL para ganhar tamanho na Assembleia e disputar espaço nas comissões da Casa.

A menos de um mês da eleição da Mesa Diretora da Assembleia, governistas disputam posições de destaque. O impasse sobre a cabeça da chapa já foi resolvido, com a indicação do deputado pedetista José Sarto para a presidência. Desafio agora é contemplar os aliados com outros espaços.

Fonte: Diário do Nordeste

Assassinato de Mulheres cresce 25% em 2018 no Ceará

Lidiane Gomes da Silva, 22, é a mais recente vítima, no Ceará, de um ciclo de violência doméstica que culminou em sua instância máxima: assassinato. Morta pelo ex-namorado em um shopping no município de Maracanaú, ontem, a jovem encorpa estatísticas cada vez mais preocupantes, a de mortes violentas por razão de gênero, ou seja, pelo fato de ser mulher. Assim se constitui o crime de feminicídio.

No geral, o número de assassinato de mulheres vem crescendo no Ceará. Entre 2017 e 2018, o aumento foi de pelo menos 25%, segundo levantamento parcial da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Das 457 mortes registradas no ano passado (dados de dezembro não finalizados), 24 foram classificadas como feminicídio. Os números, no entanto, podem ser ainda maiores com a consolidação dos dados pela Pasta.

O crime que vitimou a vendedora no seu local de trabalho teve como motivação o inconformismo pelo rompimento da relação, aponta a investigação. Em relato da própria vítima durante conversa - obtida pelo Sistema Verdes Mares- tida com um amigo por rede social, ela dizia ter sofrido ameaças do ex-companheiro

Alighiery Silva de Oliveira, 25, trabalhava como auxiliar administrativo terceirizado no 24º Distrito Policial e furtou uma arma da unidade para cometer o crime. O atirador se matou em seguida.

Casos como o de Lidiane quase sempre decorrem de um ciclo de violência doméstica já em andamento pelos agressores, segundo explica a superintendente do Instituto Maria da Penha, Conceição de Maria Mendes. “O feminicídio é um crime anunciado, cometido unicamente pelo fato da vítima ser mulher, dela estar numa relação de posse, numa relação violenta, abusiva, em que acontecem muitas ameaças, cerceamento do direito de ir e vir, muitas vezes do direito de trabalhar, e ela é afastada dos seus grupos de convívio. É uma relação em que ela não pode se desenvolver. Começa com uma violência psicológica que vai aumentando e culmina na física”, destaca.

Políticas Públicas

Como forma de prevenção, a especialista reforça a importância da criação de políticas públicas mais efetivas e voltadas para o atendimento à mulher em situação de violência, em que, por meio destas, as vítimas possam reconhecer o cenário de abuso e buscar a proteção necessária. Como, por exemplo, os serviços prestados pelo Centro de Referência da Mulher, segundo aponta Mendes.

“Lá ela vai entender que nunca pode imaginar uma ameaça como da boca para fora. É num centro de referência que a mulher vai entender estar passando por um ciclo de violência que pode terminar em feminicídio. A violência não é somente física. A partir da psicológica ela já pode fazer uma denúncia, registrar um Boletim de Ocorrência ou solicitar uma medida protetiva. Detectar a relação abusiva desde o início e pedir logo ajuda é primordial pra romper com esse ciclo”, afirma.

Considerada um importante marco na luta das mulheres contra a violência, a Lei do Feminicídio (13.104/2015) esbarra, contudo, num sistema ainda deficitário de acolhimento e proteção, segundo aponta a superintendente do Instituto Maria da Penha. 

Uma das principais falhas está na centralização das políticas públicas nas capitais. “O Ceará só tem 10 delegacias da mulher. Existe uma lei estadual que diz que, a partir de 60 mil habitantes, pode-se ter uma delegacia especializada, então temos um déficit de aproximadamente 17 municípios que poderiam ter e não têm. Outros equipamentos, como o próprio Centro de Referência da Mulher, é para existir em todas as cidades. Por menores que sejam, as prefeituras devem incluir esse equipamento, seja dentro de um CRAS, de um posto de saúde ou hospital, para que ela seja orientada a como romper o ciclo da violência, porque sozinha em muitos casos ela não consegue”, fala. 

Fonte: Diário do Nordeste

Ouça a edição desta quarta-feira (16) do Ceará News no seu Portal Orós.

Bronca do povo: Moradores das ruas São José e Manoel Moreira no BSG estão as escuras, o povo paga e não tem iluminação pública


Durante a edição desta terça-feira (15/01), do programa hora da notícia, moradores das ruas São José e Manuel Moreira no bairro São Geraldo (BSG) em Orós, denunciaram que a vários dias, estas ruas estão na total escuridão, as luzes dos postes queimaram e não foram substituídas pela prefeitura de Orós responsável por este serviço, mesmo os moradores tendo avisado sobre o problema.

Os moradores estão com medo diante desta onda de criminalidade que assola o nosso estado, e ao mesmo tempo indignados porque pagam todos os meses a taxa de iluminação pública e não tem o serviço que lhes é de direito.

Aqui no Portal Orós, o povo tem voz e vez para reivindicar seus direitos desde que o façam com respeito e baseado na verdade como também o canal fica aberto para a prefeitura se pronunciar.


Por Josemberg Vieira