}); PORTAL ORÓS: Novatos têm primeiro contato com a AL já em clima de cobranças

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Novatos têm primeiro contato com a AL já em clima de cobranças


Deputados estaduais eleitos para o primeiro mandato estiveram ontem na Assembleia Legislativa, a convite do atual presidente da Casa, Zezinho Albuquerque (PDT), para conhecer o funcionamento do Legislativo cearense. Alguns parlamentares, porém, demonstraram desconforto com as acomodações na Assembleia, e a primeira reclamação foi feita ali mesmo, na presença dos pares e assessores no Plenário 13 de Maio.

Os deputados novatos participarão, hoje e amanhã, de um curso oferecido pelo Departamento Legislativo da Casa. Na manhã de ontem, eles receberam exemplares da Constituição Estadual, do Regimento Interno e o Manual do Gabinete Parlamentar.

O deputado Vitor Valim (PROS), que chega ao Legislativo Estadual neste ano, disse que houve falta de critérios para definição dos gabinetes parlamentares, e indicou ter sido desprestigiado com a acomodação. O parlamentar sustentou que todos foram eleitos e mereciam as mesmas condições no momento da escolha das acomodações, o que, de acordo com ele, não teria sido respeitado.

O presidente Zezinho Albuquerque, após ouvir as reclamações do deputado eleito, lembrou que há uma tradição na Casa para que os parlamentares sejam acomodados, com preferência para os reeleitos e para aqueles que tenham alguma deficiência que impeça o deslocamento para gabinetes mais distantes do Plenário 13 de Maio. No entanto, o pedetista ressaltou que as considerações feitas por Vitor Valim no plenário seriam atendidas.

Mesa Diretora

Ainda durante a apresentação da Casa aos parlamentares, a deputada reeleita Silvana Oliveira (PR), que começa, em fevereiro, o segundo mandato efetivo, reclamou da falta de participação nas discussões sobre a composição da Mesa Diretora e das comissões técnicas permanentes. A deputada insinuou que estaria sendo colocada de lado e não aceitaria tal imposição. Silvana defendeu que haja igualdade entre os pares nas discussões sobre a distribuição de espaços na Casa Legislativa.

“Todos aqui são iguais. O próximo presidente tem que manter o mesmo que foi feito pelo deputado Zezinho Albuquerque”, disse Oliveira, em referência a José Sarto (PDT), próximo presidente da Casa, que estava presente observando as reclamações da colega. Nos bastidores, Silvana Oliveira reclamava para si a presidência de comissões de sua preferência, a de Educação ou Seguridade e Saúde.


Aliás, a discussão sobre Mesa Diretora voltou a ser um dos temas discutidos nos corredores da Assembleia, ontem, durante solenidade de acolhida dos deputados novatos. Alguns parlamentares disseram que pouca coisa falta para definição de todos os nomes que estarão no comando dos trabalhos da Casa.

Cargos

Especula-se que duas mulheres terão participação na Mesa Diretora. São elas: Aderlânia Noronha (SD) e Patrícia Aguiar (PSD). Isso devido a acordos pré-eleitorais firmados entre as siglas e a base governista do governador Camilo Santana (PT). O principal impasse para fechar a nova Mesa estaria entre os espaços que terão PT e MDB. Além da presidência sob o comando de José Sarto, somente a primeira-secretaria para Evandro Leitão (PDT) estaria fechada.

Deputado mais jovem e com maior número de votos nas eleições do ano passado, André Fernandes (PSL), foi, de certo modo, o centro das atenções logo que chegou à Assembleia. O parlamentar eleito preferiu sentar no lado direito do Plenário, onde também estavam Apóstolo Luís Henrique (Patri), Silvana Oliveira, Walter Cavalcante (MDB) e Vitor Valim.

André Fernandes, assim como alguns de seus pares, disse que, no Legislativo Estadual, pretende atuar em defesa da família, do conservadorismo nos costumes e do liberalismo econômico. Ele afirmou que seu partido, o PSL, deve votar na chapa encabeçada pelo pedetista José Sarto em 1º de fevereiro, visto que apenas uma chapa foi formada.

“Sou oposição ao governador Camilo Santana. Não gostaria de ser, mas a política dele me fez ser oposição. Como a Mesa vai ser chapa única, a gente tem que votar. Não tem outra opção”, argumentou.


Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário