}); PORTAL ORÓS: Estado investirá R$ 12 milhões em bolsas para universitários

quarta-feira, 27 de março de 2019

Estado investirá R$ 12 milhões em bolsas para universitários


O governador Camilo Santana anunciou, nesta terça-feira (26), durante bate-papo com seguidores, que o novo edital do programa Avance, que concede bolsas para universitários que concluíram o Ensino Médio na rede estadual, beneficiará dois mil alunos. Cada um deve receber R$ 468,50 durante 12 meses, totalizando um investimento de R$ 12 milhões.

Camilo explicou que a ideia do auxílio surgiu após ouvir o depoimento de alunos que tinham dificuldade de se manterem no início da faculdade. “Esse é um programa importante que o Governo criou para que o aluno nunca desista do sonho de cursar uma universidade. Decidi criar esse programa ao escutar de universitários suas dificuldades. Essa é uma política pioneira que o Ceará criou. São duas mil vagas para que alunos de escola pública se inscrevam. Os estudantes terão acesso ao edital pelo site da Seduc”, informou.
Na segunda edição do programa, metade das bolsas serão para alunos que ingressaram no Ensino Superior em 2018 e os outros 50% para estudantes que entraram na universidade em 2019. Para concorrer à bolsa o estudante deve ter ingressado em curso de graduação em Instituição de Ensino Superior (IES), credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

É necessário cursar, no mínimo, 12 créditos de disciplinas do atual semestre letivo e ter frequência de, no mínimo, 75% em cada disciplina cursada. O candidato deve ter obtido média geral igual ou superior a 560 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sendo válidas a edição de 2017 ou 2018. O aluno também deverá estar com o cadastro devidamente atualizado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Valor da bolsa foi reduzido

O programa foi criado em 2017, pelo Governo do Estado. Na ocasião, em solenidade com a presença de estudantes, Camilo Santana assinou a lei que regulariza a iniciativa. Na época, a bolsa era concedida apenas nos seis primeiros meses com valor de R$ 937,00. "A ideia é que a gente possa, com o programa, apoiar e acolher esses estudantes de baixa renda para que eles possam ter auxílio e conseguirem se estabilizar no lugar onde forem estudar", explicou o governador.


Fonte: Cnews

Nenhum comentário:

Postar um comentário