}); PORTAL ORÓS: 31 pessoas morreram por afogamento no Ceará em 2019

sexta-feira, 19 de abril de 2019

31 pessoas morreram por afogamento no Ceará em 2019


Dados consolidados pelo Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) mostram que 31 pessoas morreram vítima de afogamento em rios e açudes do Estado, nos primeiros três meses de 2019. O percentual é 300% maior que o mesmo período do ano anterior.

O caso mais recente foi registrado no rio Maranguapinho, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Um pescador de 65 anos se afogou no local, no fim da tarde da última segunda-feira, 15.

Durante esta quinta, equipes dos Bombeiros realizaram buscas na região, com auxílio de drones, na tentativa de encontrar o idoso. Além disso, foi necessário a utilização de uma retroescavadeira, para retirada do excesso de vegetação aquática no local.

Ainda na segunda, o corpo de uma pessoa foi encontrada em São Gonçalo do Amarante, a 63,6 quilômetros de Fortaleza, conforme noticiou a Rádio O POVO CBN. No mês anterior, foi registrado, no mesmo Município, a morte de Manoel Gomes de Oliveira, de 80 anos, após afogamento na barragem Siupé.

Já em 25 de fevereiro, duas mulheres morreram afogadas após salvarem duas crianças. O ocorrido foi no bairro Sítios Novos, em Caucaia, na RMF. Em janeiro, um homem foi vítima de afogamento em lagoa no Conjunto Ceará.

Para evitar novos casos, o Corpo de Bombeiros ressaltou os principais cuidados na hora de tomar banho em rios e açudes.

Confira:

- Jamais tente entrar na água se não tiver o hábito de nadar ou caso tenha ingerido bebida alcoólica;

- Mesmo que você atenda as condições acima, o ideal é só entrar na água onde existam guarda-vidas por perto;

- Nunca tente atravessar a nado rios e açudes. A baixa flutuabilidade da água doce torna a tarefa exaustiva até para nadadores frequentes.

- Crianças jamais devem tomar banho desacompanhadas de um adulto habilitado a nadar.

*As dicas foram repassadas pela assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros.

Fonte: O Povo


Nenhum comentário:

Postar um comentário