}); PORTAL ORÓS: Dr. Sarto sinaliza redução de gastos e não descarta concurso

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Dr. Sarto sinaliza redução de gastos e não descarta concurso


Diante do cenário de aperto nas contas públicas, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), sinalizou, nesta terça-feira, em entrevista ao Sistema Verdes Mares, que adotará medidas de austeridade nos gastos da Casa, inclusive com folha de pessoal. O chefe do Legislativo não descartou, também, a realização de concurso público.

Ao fazer um balanço da gestão à frente da Assembleia em 2019, Sarto frisou a redução dos investimentos no Poder Legislativo nos primeiros quatro meses deste ano, se comparado a igual período de 2018. De acordo com dados divulgados pela Secretaria da Fazenda (Sefaz), a queda foi de mais de 90%.

Enquanto no primeiro quadrimestre do ano passado a Assembleia somou cerca de R$ 13 milhões em investimentos, entre janeiro e abril deste ano, o montante foi de apenas R$ 1 milhão. O presidente da Casa disse também que, no período, houve redução, sem detalhar de quanto, dos gastos com pessoal e custeio. José Sarto sinalizou que adotará novas medidas para enxugar as despesas.

"Temos um planejamento que vamos publicizar e não foi (divulgado) ainda por questões de rearranjos administrativos, mas já conseguimos, desde o primeiro mês, fazer uma redução de gastos substancial. A ideia é preservar o rigor, evidentemente, dando todas as condições para que os equipamentos da Assembleia funcionem. Deve envolver pessoal", citou o deputado, sem adiantar como.

Sarto, no entanto, disse que estuda a realização de concurso público para a Assembleia durante a gestão, mas ponderou que dependerá do cenário econômico. "Quando assumi, levei um tempinho para conhecer o detalhe do detalhe do detalhe. Aí a gente começa a ajustar e tem um tempinho para fazer um trabalho de planejamento futuro".

Para ele, neste semestre, a Assembleia foi além dos temas relativos ao Ceará nos debates. Sarto destacou a união do Parlamento cearense ao de outros estados, no ParlaNordeste, para tentar minimizar impactos da reforma da Previdência, dos cortes das verbas das universidades públicas e também para desemperrar a conclusão das obras da Transposição das Águas do Rio São Francisco.

O presidente da Casa ressaltou, ainda, a criação do programa Ideia Certa, com campanhas mensais nos meios de comunicação da Assembleia no intuito de debater assuntos variados com a população.

"No mês de maio, tinha uma grande campanha nacional com relação à educação no trânsito e a gente reverberou a questão de você dirigir corretamente, não usar aparelho celular, não ultrapassar sinal vermelho", lembrou. "Nos outros meses, vamos abordar a questão da violência contra a mulher. Vamos falar sobre a questão do uso e o combate às drogas", listou.

Projetos

O Chefe do Legislativo cearense antecipou que deve lançar no segundo semestre deste ano um pacote de programas culturais, que inclui um festival de música, um concurso literário e uma competição de português chamada "Ao Pé da Letra". Segundo Sarto, a Assembleia já assinou um termo de cooperação com a Secretaria da Educação (Seduc) para a realização do programa."É um programa que tem como alvo o aluno da escola pública do Ensino Médio. Estamos fazendo eliminatórias em todas as escolas e vamos fazer um programa de auditório na Assembleia, levando as caravanas dos municípios que forem classificados. A escola que for vencedora vamos premiar com um computador, tablet e curso de idioma, e pegar carona no (programa do) Governo do Estado e oferecer curso de intercâmbio no exterior".

Parlanordeste

Sarto foi eleito secretário-geral do ParlaNordeste e marcou  presença em eventos realizados em São Luís (MA) e em Salvador (BA). Na pauta dos encontros, a manutenção do Banco do Nordeste do Brasil (BNB); a oposição à privatização da Chesf; e a criação de um programa  emergencial de revitalização do Rio São Francisco.

Comissões especiais

O presidente criou três comissões especiais: uma para  acompanhamento da situação de crise de financiamento das  políticas públicas na área do  trabalho executadas pelo Instituto do Desenvolvimento do Trabalho (IDT); de acompanhamento das obras de Transposição das Águas do Rio São Francisco e outra de desenvolvimento das regiões de planejamento do Estado.


Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário