}); PORTAL ORÓS: Mais 13 mulheres denunciam médico por abuso sexual durante consultas ginecológicas no Ceará

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Mais 13 mulheres denunciam médico por abuso sexual durante consultas ginecológicas no Ceará



Aumentou o número de mulheres que afirmam ter sido vítimas de abusos sexuais cometidos pelo médico José Hilson de Paiva, de 70 anos, prefeito afastado da cidade de Uruburetama, interior do Ceará. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, após as primeiras denúncias com os vídeos dos abusos, noticiado pelo G1 no dia 14 de julho, mais 13 mulheres compareceram às delegacias dos municípios de Cruz e Uruburetama para denunciar o médico.

Hilson de Paiva está preso desde o dia 19 de julho por determinação do juiz de Uruburetama, José Cléber Moura. O Ministério Público, que fez o pedido da prisão, defende que José Hilton é capaz de "coagir, constranger, ameaçar, corromper" e praticar atos que possam comprometer a investigação caso seja mantido livre. Ele é denunciado por abusar sexualmente de pelo menos 17 mulheres.

Depois da divulgação dos vídeos, que foram gravados pelo próprio médico, sete mulheres tiveram coragem de denunciar na delegacia de Cruz e outras seis na delegacia de Uruburetama. O médico prestou atendimentos ginecológicos durante anos nas duas cidades. Segundos as investigações, ele cometeu os abusos sob pretexto de que as ações eram procedimentos ginecológicos 'de rotina'.

Das sete denúncias feitas em Cruz em menos de duas semanas, quatro aconteceram após a última sexta-feira (19), data em que José Hilson de Paiva foi preso. Segundo uma das vítimas, após repercussão do caso na mídia e prisão do médico, ela foi encorajada por amigos a procurar as autoridades.


Por G1 CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário