}); PORTAL ORÓS: Alunas denunciam assédio sexual de professor em escola pública de Juazeiro

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Alunas denunciam assédio sexual de professor em escola pública de Juazeiro



Um BO (Boletim de Ocorrência) de caráter coletivo foi formalizado na tarde desta quarta-feira na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Juazeiro do Norte. Oito alunas da Escola Amália Xavier que funciona na Rua Rui Barbosa (Bairro Santa Tereza) em Juazeiro denunciam um professor por crime de assédio sexual. Os relatos são os mais diversos apontando “cantadas”, tentativas de beijos à força e perseguições pelo interior do estabelecimento à exemplo da biblioteca e laboratório de informática.

A denúncia é grave na qual o professor procura se aproveitar da sua condição para tentar seduzir as estudantes. Não suportando mais a situação em que algumas até estavam deixando de frequentar aulas deste professor, com prejuízos para o aprendizado, as alunas decidiram formalizar a queixa junto à DDM. O crime contra a dignidade sexual agora vai ser investigado pela polícia e os próprios familiares das vítimas prometem acompanhar o caso de perto.

Por sua vez a direção da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (CREDE 19) vinculada à Secretaria da Educação do Ceará, promete fazer uma sindicância e ajudar nas investigações. Segundo as estudantes, os casos vêm ocorrendo dentro da escola estadual, mas já teve situações que extrapolaram os limites do estabelecimento. A CREDE já ouviu a direção da Escola Amália Xavier e alunas que sofrem assédio por parte desse professor há vários anos até trancando-as em salas.



Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário