}); PORTAL ORÓS: Em Iguatu, moradores relatam água marrom e com cheiro forte nas torneiras há 30 dias

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Em Iguatu, moradores relatam água marrom e com cheiro forte nas torneiras há 30 dias


Moradores de Iguatu, região Centro-Sul do estado e distante 155 km de Juazeiro do Norte, reclamam da qualidade da água que chega nas residências nas últimas semanas. A gestão do recurso hídrico é de responsabilidade do Sistema de Água e Esgoto de Iguatu (SAAE).

De acordo com as reclamações, a água tem um cheiro forte e apresenta uma coloração marrom. Moradores do município afirmam que o líquido é proveniente de um aquífero de onde a prefeitura retira a água e manda para as residências.

No portal da prefeitura municipal há a informação de que o Aquífero Julião recebeu 360 metros de rede de água, com perfuração de um poço com 15 mil litros de vazão, além de instalação de motores e bombas.

Assista ao vídeo


Anteriormente a cidade tinha como abastecimento principal o açude Roberto da Costa, mais conhecido como Trussu, que de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Cogerh), encontra-se atualmente com apenas 1,98% da capacidade.

Na casa do contabilista Roberto Vinícius Bezerra de Alencar o problema ocorre há pelo menos 30 dias. Ele reside na rua Humberto Teixeira, no bairro Bugi. Em postagens em redes sociais, moradores dos bairros Esplanada e Morenão reclamam do mesmo problema.

Ainda segundo pessoas que moram em Iguatu, a problemática atinge todo o município. Em alguns casos para não precisar utilizar a água da torneira moradores optam por comprar estoques de água mineral, temendo a transmissão de doenças.

O Miséria entrou em contato com a SAAE, um vigia informou que nesta segunda (28) não há expediente por conta do Dia do Servidor. O prefeito municipal não atendeu as ligações feitas pela redação.




Por Redação - Miséria.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário