}); PORTAL ORÓS: Dois dos acusados pela Chacina do Benfica são condenados a 189 e a 170 anos de prisão, em Fortaleza

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Dois dos acusados pela Chacina do Benfica são condenados a 189 e a 170 anos de prisão, em Fortaleza



Dois dos réus julgados nesta quarta-feira (6) por participação na Chacina do Benfica foram condenados a 189 e a 170 anos de prisão. O terceiro acusado também julgado foi inocentado pelos jurados em relação aos assassinatos. Os três homens já estavam presos e foram conduzidos sob escolta à sessão.

A matança aconteceu no Bairro Benfica, em Fortaleza, na noite do dia 9 de março de 2018. Sete pessoas morreram e outras três ficaram feridas. A matança ocorreu devido a rivalidade entre facções criminosas.

Douglas Matias da Silva foi condenado a pena de 189, quatro meses e 12 dias de prisão em regime inicialmente fechado, além de multa a ser calculada no mínimo legal pelos crimes de homicídio triplamente qualificado contra cinco pessoas. Também foi responsabilizado por homicídio duplamente qualificado de outras duas pessoas, além da tentativa de homicídio triplamente qualificado contra outras três vítimas.

O segundo réu, Stefferson Mateus Rodrigues Fernandes, foi condenado a 170 anos e oito meses de prisão pelos mesmos crimes de Douglas. O júri também levou em consideração que os acusados cometeram corrupção de menor e participação em organização criminosa, o que acentuou a pena.

Francisco Elisson Chaves de Souza, o terceiro réu julgado, foi inocentado das acusações de homicídio triplamente qualificado contra três vítimas e das acusações de tentativa de homicídio triplamente qualificado de duas pessoas. Contudo, foi condenado a pena de quatro anos e dez meses de prisão pelo crime conexo de organização criminosa.


Por: Lindomar Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário