}); PORTAL ORÓS: Policial é investigado por agredir e fazer refém mulher em motel, em Orós, no Ceará

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Policial é investigado por agredir e fazer refém mulher em motel, em Orós, no Ceará


A Controladoria Geral de Disciplina (CGD) designou uma comissão para apurar o caso de um inspetor da Polícia Civil suspeito de agredir e manter uma mulher uma refém dentro de quarto de motel no município de Orós, interior do Ceará. O caso foi registrado no último dia 5 de julho. A portaria da CGD foi publicada nesta quinta-feira, 7, no Diário Oficial.

De acordo com os autos, a mulher foi mantida em cárcere privado após manter relações de forma consensual com inspetor Luis Eduardo dos Santos. 

A vítima afirma que houve alteração no comportamento e o agente de segurança passou a agredí-la fisicamente. Ele ainda efetuou três disparos para cima dentro do quarto de motel e a Polícia Militar e a Polícia Civil foram acionadas. Houve uma negociação para que o inspetor saísse do motel e se entregasse.

Conforme os autos, Eduardo teria afirmado, durante as negociações, que não morreria sozinho e atiraria na mulher. Após se entregar, ele foi conduzido por policiais civis até a Delegacia Regional de Icó, onde foi interrogado e foi solto mediante pagamento de fiança.

A arma usada pelo inspetor pertencia ao acervo da Polícia Civil e foi apreendida. O equipamento foi encaminhado ao Departamento Técnico Operacional da Polícia Civil do Estado do Ceará.

O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário