}); PORTAL ORÓS

sábado, 16 de novembro de 2019

Celulares pré-pagos de 17 estados, incluindo o Ceará, devem ser recadastrados até 2ª feira


Titulares de linha telefônica pré-paga do Ceará e de outros 16 estados têm até a próxima segunda-feira, 18 para recadastrar e atualizar seus dados, sob risco de ficarem com o serviço bloqueado. A medida faz parte do projeto da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para a criação do cadastro nacional de usuários dos serviços de telefonia celular pré-paga.

Além dos cearenses, a exigência vale para os moradores dos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima, Sergipe e São Paulo. Os demais estados e o Distrito Federal já concluíram essa etapa de recadastramento.

Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas prestadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago.

Segundo a agência reguladora, o objetivo da iniciativa é assegurar uma base cadastral correta e atualizada, para evitar a ocorrência de fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores.

Recadastramento
Os usuários de pacotes pré-pagos serão acionados pelas operadoras por canais como mensagem de texto, ligações ou pop ups em sites. O procedimento é aplicado apenas aos usuários com pendências cadastrais. As operadoras também disponibilizaram canais de atendimento para fornecer mais informações sobre o recadastramento, como páginas específicas nos sites e números.

Pessoas que tiverem a linha pré-paga bloqueada poderão atualizar os dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento disponíveis, como call center e espaço reservado ao consumidor na internet. Nesse contato, devem ser informados o nome completo e o endereço com o número do CEP. No caso de pessoa física, é necessário informar o número do CPF e, para pessoa jurídica, o CNPJ. Também poderão ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro.

Para evitar fraudes, os usuários podem confirmar se o SMS de solicitação de recadastramento recebido foi, de fato, encaminhado pela prestadora contratada.

Confira os números utilizados pelas prestadoras para envio das mensagens:
Em caso de dúvidas, os titulares de linhas pré-pagas podem entrar em contato com a operadora pelos seguintes números:








Sercomtel: https://www.sercomtel.com.br/cadastro-pre-pago/ ou pelo número 1051


Agência Brasil

Homicídios de adolescentes têm redução de quase 65% no Ceará

Em teve tempo de planejar a vida direito porque uma bala atravessou seu corpo e sua história, marcando um ponto final ali, onde era para ter só mais uma vírgula. A narrativa de crianças e adolescentes assassinados é dolorosa e se repetiu, pelo menos, 127 vezes no Ceará, de janeiro a outubro de 2019, segundo dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).
Ainda que nenhuma perda se justifique, o número representa uma redução de 64,6% nas mortes da população cearense entre 12 a 17 anos, quando comparado aos 359 casos registrados em igual período do ano passado.
A diminuição também está no radar do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA), que, por sua vez, considera o intervalo dos 10 aos 19 anos de idade. A entidade utiliza as informações da SSPDS para contabilização. Conforme os registros diários de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) da Pasta, ampliando a faixa, o número cresce para 185, de janeiro a outubro.
Queda
Passados dez meses de 2019, o número marca uma queda brusca em relação aos 829 homicídios de jovens ocorridos em todo o ano de 2018, e fica ainda mais distante dos 981 assassinatos da mesma faixa etária, em 2017. No ano anterior, 2016, quando o Comitê foi instalado, foram 655 casos. O CCPHA indica que, de 2011 a 2018, chegou a 7.251 o número de homicídios de meninos e meninas com menos de 20 anos no Estado.
Para o sociólogo e coordenador técnico do Comitê, Thiago Holanda, a redução pode estar relacionada à resposta do Estado à crescente de homicídios vivenciada até 2017. Ele aponta o policiamento mais ostensivo e a reorganização do Sistema Penitenciário, com reflexos diretos nos territórios influenciados por grupos criminosos, como fatores importantes para mudanças na dinâmica do crime no Ceará. Ainda assim, o sociólogo recomenda cautela.

"O que a gente não consegue avaliar é qual vai ser o efeito disso depois, se isso se sustenta. Desde 2014, a gente foi tendo uma queda. Em 2016, quando volta a matança, ela atinge sobretudo a juventude mais vulnerável: são jovens que estão fora da escola, ou tiveram passagem pelo socioeducativo, ou tiveram poucas oportunidades de trabalho", explica, caracterizando as vítimas como "uma juventude de direitos negados".
Quadro
O entendimento é reforçado pela advogada Julianne Melo, vice-presidente da Comissão Especial de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, da OAB-CE. "Apesar da redução, ainda não se pode dizer que ela é consistente, que ela pode perdurar. O Comitê tem uma série de recomendações para o estabelecimento de políticas públicas, de assistência social, educacionais, de saúde, que pudessem alterar esse quadro. Os vulneráveis a ameaças e à morte precisam de uma série de investimentos, notadamente orçamentários", destaca.
As ausências são sentidas principalmente pela juventude periférica, segundo Dudu Souza, integrante do coletivo e produtora VetinFlix. "Tem muito de acharem que a juventude entra na criminalidade porque quer. A maioria, quando cai, é por falta de opção, de estrutura. A juventude periférica é esquecida", considera ele, que ajuda a produzir uma série para a internet em contraponto à imagem das favelas em outras narrativas televisivas.
"A criminalidade tem tudo a ver com a desigualdade. Se a criança tiver oportunidade, ela não vai entrar no crime. A solução pra violência não é a bala, é a oportunidade. Queremos passar pra juventude que eu sou 'vetin', falando como 'vetin', tô tendo oportunidade de expressar minha arte e nem por isso vou virar bandido. A série parece ser pesada, mas a nossa realidade é pesada", afirma.
Classificação
Realidade essa investigada por Glória Diógenes, socióloga e coordenadora do Laboratório das Artes e das Juventudes (Lajus), da Universidade Federal do Ceará (UFC), com 150 jovens do Grande Bom Jardim classificados comumente como "nem-nem-nem": que não estudam, trabalham ou demonstram interesse em retomar a escola ou buscar uma ocupação. Contudo, a partir das entrevistas, ela percebeu que, na verdade, eles são "muito ocupados e mal classificados".
"Se a gente pergunta se eles estão trabalhando, eles dizem que não. Mas se pergunta se eles tem algum 'trampo', eles dizem que sim", resume. A lista inclui trabalhos em feira, lavagem de roupas e carros, venda de cosméticos e marmitas, costura, cuidados de idosos e serviços gerais. "A primeira coisa é rediscutir o estigma que paira sobre esses jovens, que chamamos de 'geração N', em vez de 'nem-nem-nem', porque eles dizem 'não' ao 'não' que é imposto a eles", reflete Glória.
Conforme a pesquisadora, 72% dos entrevistados declararam que gostariam de voltar à escola, e 80%, que têm vontade de trabalhar. "Mas que trabalho? Os principais interesses deles fogem de uma carreira linear, e se adere a uma ideia de projeto. Eles sonham em ser pequenos empreendedores", conta. "No aspecto preventivo, a primeira coisa que as políticas públicas deveriam fazer era escutar esses jovens para entender o que eles querem, o que eles podem, o que sabem, e, daí potencializar outras soluções", reflete.
Em nota, a SSPDS destacou que, além de ações de Segurança Pública, o Governo tem pensado em melhorias e construção de praças públicas, escolas e postos de saúde e a instalação de bases fixas do Programa de Proteção Territorial e Gestão de Riscos (Proteger) da Polícia Militar. Quanto ao fortalecimento do espaço escolar como fator de prevenção à violência, informa que o Estado prioriza a expansão das Escolas de Educação Profissional e de Tempo Integral.

Diário do Nordeste

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

HORA DA NOTÍCIA EDIÇÃO DESTA SEXTA-FEIRA 15/11/19 – ORÓS E REGIÃO EM NOTÍCIA COM JOSEMBERG VIEIRA




DESTAQUES DE HOJE:

- ORÓS RECEBE CERTIFICADO PELO 4º LUGAR ENTRE OS 10 MELHORES MUNICÍPIOS DO CEARÁ NA COBERTURA DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA

- Advogada é presa por intermediar venda de cocaína no Ceará; ela pedia R$ 15 mil para cada quilo, segundo a Polícia Civil

- Empresário é morto a tiros na frente da esposa grávida de nove meses ao parar em posto para encher pneu

- 'Meu pai e minha irmã foram assassinados', diz familiar de vítimas um mês após o desabamento do Edifício Andrea em Fortaleza

- Ex-prefeito de Mucambo é condenado a oito anos e quatro meses de prisão

- GOVERNO MUNICIPAL DE ORÓS E CAPS PROPORCIONA MOMENTO DE INTEGRAÇÃO COM CAPS DO ICÓ

- Detran e PRE realizam 100 operações no fim de semana prolongado

- Medida Provisória que cria “Emprego verde e amarelo” promove mudanças na legislação trabalhista

- Jucás: Morte decorrência de intervenção policial

- Lavras da Mangabeira: Homicídio a bala no sitio barra da Pendencia

- Carro capota e cai dentro de poço, em Caririaçu; motorista fica ferido.

- Plantão Policial em toda Região.

Seja o nosso repórter envie sua matéria (88) 9.9422.0106 - SIGA, CURTA, COMPARTILHA! OBRIGADO.

Instagram Josemberg Vieira: https://instagram.com/josembergvieira

Canal Josemberg Vieira: www.youtube.com/Josembergoros

Canal do Portal Orós: https://www.youtube.com/…/UCiypqX4tErKL…


ORÓS RECEBE CERTIFICADO PELO 4º LUGAR ENTRE OS 10 MELHORES MUNICÍPIOS DO CEARÁ NA COBERTURA DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA

O Município de Orós, recebeu hoje no VI Seminário de Atualização do Programa "Bolsa Família e Nutrição do Sus Ceará" ,o Certificado pelo 4° lugar entre os 10 melhores municípios do Estado do Ceará, na Cobertura da 1° Vigência de 2019 do Programa Bolsa Família, alcançado 99,87% de Acompanhamento 

O objetivo das condicionalidades do programa é garantir a oferta das ações básicas potencializando a melhoria da qualidade de vida das famílias e contribuir para a sua inclusão social.

A agenda de saúde do Programa Bolsa Família-PBF no SUS , compreende a oferta de serviços para a realização do pré-natal das gestantes, o acompanhamento do crescimento, o desenvolvimento infantil e a imunização das crianças. Assim, as famílias beneficiárias do PBF com mulheres com idade entre 14 e 44 anos e crianças menores de sete anos de idade deverão ser assistidas por uma equipe de saúde da família, por agentes comunitários de saúde ou por unidades básicas de saúde, que proverão os serviços necessários ao cumprimento das ações de responsabilidade da família.

Proclamação da República completa 130 anos

Em 1888, a Lei Áurea aboliu oficialmente a escravidão, mas o Império estava em crise. Por um lado acreditava-se que os antigos escravizadores aderiram aos ideais republicanos para destituir a família real. Mas o cenário era bem mais amplo.
Dom Pedro II estava muito doente e a sucessora seria a princesa Isabel, que era casada com um francês, o conde D'Eu, considerado impopular, figura que também já havia criado conflitos com os militares na ocasião da Guerra do Paraguai.
“A participação do conde D'eu na Guerra do Paraguai é um dos fatores de impopularidade. Ele era arrogante. Dizem que ele promoveu massacres. Não tinha aptidão para administrar”, conta a historiadora Catia Faria.
Quem também tinha pouco prestígio entre os militares era o visconde de Ouro Preto, chefe do gabinete do Império e conhecido pela intransigência. Ele foi nomeado por Dom Pedro II para fazer as reformas que os republicanos buscavam.
Assista na TV Brasil:
Em 1870, o Brasil saiu vitorioso da Guerra do Paraguai e os militares não tinham recebido do imperador o reconhecimento que esperavam.
O Brasil estava em crise econômica por causa de dívidas motivadas, principalmente, pela guerra. O sistema de governo da Monarquia era considerado atrasado.
“Os ideais republicanos chegam ao Brasil a partir da França, da ideologia do positivismo. Basicamente é uma burocracia estatal calcada na competência”, explica a professora de História do Direito Brasileiro, Maria Cristina Vieira.
Para alguns historiadores, a primeira república brasileira não foi proclamada, mas sim aclamada pela pouca resistência que encontrou por parte da Monarquia. Uma das imagens que retrata a cena é a tela Proclamação da República, de Benedito Calixto. Quem morava nas intermediações do Campo de Santana e do Palácio Duque de Caxias era um dos comandantes da Guerra do Paraguai, o marechal Deodoro da Fonseca.
“Sem Deodoro, não teria república”, conclui o historiador do Centro de Estudos e Pesquisas do Exército, coronel Antônio Ferreira.
No dia 15 de novembro de 1889, o marechal Deodoro saiu de sua casa no centro do Rio, próximo à Central do Brasil, para proclamar a República acompanhado por uma tropa de cerca de mil militares.
A república brasileira deu prazo para que a família real deixasse o país. Depois da expulsão, Dom Pedro II escreveu "Resolvo, cedendo ao Império das circunstâncias, partir com toda a minha família amanhã, deixando esta pátria de nós estremecida. Conservarei do Brasil a mais saudosa lembrança, fazendo ardentes votos por sua grandeza e prosperidade."
Assista na TV Brasil:
Acompanhe hoje(15), no jornal Repórter Brasil, da TV Brasil, a reportagem sobre os desafios dos primeiros anos da República no país.
Agência Brasil

Advogada é presa por intermediar venda de cocaína no Ceará; ela pedia R$ 15 mil para cada quilo, segundo a Polícia Civil


Uma advogada de 46 anos foi presa nesta quarta-feira (13), em Catarina, no interior do Ceará, suspeita de participar de uma organização criminosa de traficantes de drogas. Segundo a Polícia Civil, ela intermediou a venda de 40 quilos de cocaína. Além dela, também foram detidos dois homens suspeitos de integrar o mesmo grupo. De acordo com a investigação, ela cobrava R$ 15 mil pelo quilo da droga. Elisângela Mororó estava foragida há um mês, com mandado de prisão preventiva por integrar organização criminosa, tráfico e associação para o tráfico.

O G1 entrou em contato com a defesa da advogada, mas não obteve resposta até a última atualização desta matéria.

Na ação, também foram detidos:


Antônio Gonçalves Neto, de 45 anos, conhecido como "Zói". Ele tem mandado de prisão em aberto por receptação, porte ilegal de arma, tráfico e associação para o tráfico
Vicente Leite Sobreira, de 31 anos, conhecido como "Manin". Tem três mandados em aberto por oito homicídios, porte ilegal de arma de uso restrito, tráfico, organização criminosa, receptação e associação criminosa. Faz parte de uma facção
O trio foi encontrado na casa de um homem apontado como chefe de uma facção criminosa. Com eles, a Polícia Civil localizou uma pistola com numeração raspada, meio quilo de cocaína, e dois veículos utilizados pelo grupo. Eles foram presos por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e integrar organização criminosa.

Na ação, também foram detidos:

Antônio Gonçalves Neto, de 45 anos, conhecido como "Zói". Ele tem mandado de prisão em aberto por receptação, porte ilegal de arma, tráfico e associação para o tráfico.

Vicente Leite Sobreira, de 31 anos, conhecido como "Manin". Tem três mandados em aberto por oito homicídios, porte ilegal de arma de uso restrito, tráfico, organização criminosa, receptação e associação criminosa. Faz parte de uma facção.

O trio foi encontrado na casa de um homem apontado como chefe de uma facção criminosa. Com eles, a Polícia Civil localizou uma pistola com numeração raspada, meio quilo de cocaína, e dois veículos utilizados pelo grupo. Eles foram presos por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e integrar organização criminosa.


Por G1 CE

Empresário é morto a tiros na frente da esposa grávida de nove meses ao parar em posto para encher pneu

O proprietário de uma revenda de motos e consertos foi morto a tiros, na frente da esposa grávida de nove meses, quando parou em um posto de combustível para encher o pneu do veículo na Avenida Mendel Steinbruch, no Bairro Pajuçara, em Maracanaú, Grande Fortaleza, na noite desta quinta-feira (14).

De acordo com a Polícia Militar, dois suspeitos desembarcaram na esquina do posto, foram até o local a pé e atiraram contra o empresário. A vítima, um homem de 45 anos, foi atingido por tiros na cabeça e morreu no local. Os criminosos fugiram em seguida.

Segundo a polícia, a vítima possuía antecedentes criminais. A mulher dele não ficou ferida. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

G1

'Meu pai e minha irmã foram assassinados', diz familiar de vítimas um mês após o desabamento do Edifício Andrea em Fortaleza


Há um mês, ruíam-se os pilares do Edifício Andrea, no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza. O desastre matou nove pessoas, entre elas, o pai e a irmã do policial rodoviário federal Felipe Pinho Silveira, 32 anos. Nayara Pinho Silveira, 31, e Antônio Gildásio Holanda, 60, haviam se mudado para o prédio 15 dias antes do desastre e, naquele 15 de outubro, chegaram ao edifício minutos antes do desabamento. Felipe hoje procura entre os bens objetos afetivos que possam guardar a memória da sua família e espera respostas sobre a tragédia que lhe arrancou pedaços. "Meu pai e minha irmã foram assassinados", desabafa inconformado.

O Edifício Andrea tinha 7 andares e desabou às 10h28 do dia 15 de outubro de 2019. Na ocorrência, 7 vítimas foram resgatadas com vida. Na tarde de quinta-feira (14), a Polícia Civil do Ceará informou que 36 pessoas foram ouvidas durante as investigações, porém precisa de mais tempo para concluir as análises, então pedirá à Justiça uma extensão do prazo. Portanto, ainda não há como apontar causas e culpados. Já a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), por meio do Núcleo de Perícia e Engenharia Legal e Meio Ambiente (Nupelm), revelou que “ainda não é possível estabelecer um prazo para a conclusão do laudo”, que deve apontar as causas da queda.

Os trabalhos de resgate duraram 5 dias, envolvendo centenas de bombeiros e voluntários - que tentavam amparar familiares. O prédio, onde residiam 11 famílias, tinha iniciado uma reforma um dia antes da queda, segundo moradores. Nayara Pinho Silveira e Antônio Gildásio Holanda viviam no apartamento 301 e, conforme Felipe Pinho, no dia do desabamento, os dois tinham saído de casa e retornaram pouco antes do desastre.

Felipe, que há três meses mora em Brasília, no dia da tragédia, falou com Nayara de manhã cedo pelo telefone quando a irmã o procurou para saber onde encontrar um livro. “Eu fui ver se eles estavam no caminho. Mas infelizmente, eles haviam chegado poucos minutos antes do desabamento. Pedindo muito a Deus para que eles estivessem no caminho”, relatou ao falar do desespero ao receber pelo whats app o vídeo da queda do Edifício Andrea.

O policial rodoviário contou ainda que ele, Nayara e um terceiro irmão, Gildásio Filho, 29, que mora em São Paulo, perderam a mãe há quase 2 anos e, em setembro de 2019, haviam se reunido numa viagem em família. “Minha irmã teve um sonho que minha mãe pedia pros três irmãos viajarem para sentir a presença dela... por incrível que pareça, essa viagem foi dia 15 de setembro e acabou sendo a nossa despedida da nossa irmã”, relembrou ao falar da dor insuportável das perdas.

Para se reerguer

Assim como Felipe, que agora tenta buscar forças para “continuar o legado da família Pinho Silveira”, alguns sobreviventes do desabamento do Edifício lutam para recomeçar, em meio à dor de perder amigos, entes queridos, e também os bens materiais. É o caso de Paulo Rômulo Bezerra. Ele viu o filho Davi Sampaio ficar cerca de 5 horas sob os escombros após a queda e hoje lamenta a perda dos vizinhos com quem convivia e da morada da família. Davi chegou a fazer uma selfie para tentar acalmar a família que aguardava notícias.
“Aqui era um cartão-postal da nossa família, gosto nem de passar em frente, porque mexe com a gente. Era meu lar, minha casa, meus amigos, minha família, meus filhos. Deixa muitas lembranças, isso ainda corta o coração da gente”, revela. Hoje, Paulo e a família vivem na casa cedida pela cunhada, “enquanto se ergue novamente”, ressalta Rômulo.

O recepcionista Gilson Moreira, 58, não morava no Edifício, mas também ficou embaixo dos escombros quando fazia compras em um mercadinho, localizado na Rua Tomás Acioly, próximo ao prédio, que ruiu no acidente. Ele quebrou as pernas e hoje se recupera em uma cadeira de rodas. “Não queria aquilo pra ninguém. O impacto foi tão forte, arrastando tudo, a gente sendo pressionado pelos escombros, tudo caindo por cima da gente… Os olhos, o nariz, o ouvido cheio de areia, eu tentando respirar e não conseguia. Fiquei quase sete horas em pé. Se não fosse os bombeiros chegarem, eu não estaria aqui”, contou.

G1

Ex-prefeito de Mucambo é condenado a oito anos e quatro meses de prisão


O ex-prefeito da cidade de Mucambo, Wilebaldo Aguiar, foi condenado a oito anos e quatro meses de prisão, em regime fechado, pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e fraude em licitação. A decisão da Vara Única da Comarca de Mucambo é de segunda-feira (11), em processo decorrente de operação do Ministério Público do Ceará (MPCE) para investigar fraudes em locação de veículos.

Aguiar tem o direito de recorrer em liberdade, depois de ter passado um ano na prisão. O MPCE vai recorrer da sentença para que a pena do ex-prefeito seja aumentada e para que a prisão seja convertida em preventiva, tendo em vista que as investigações ainda estão em andamento.

Com informações Diário do Nordeste.

Detran e PRE realizam 100 operações no fim de semana prolongado


Quando um feriado prolongado se aproxima, o fluxo de veículos nas rodovias estaduais aumenta e, consequentemente, os riscos de acidentes. Buscando a prevenção, o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará, em parceria com a Polícia Rodoviária Estadual realizarão, nesse período, 100 operações em todo estado para reduzir os principais riscos de acidentes como: excesso de velocidade, alcoolemia e utilização dos equipamentos de segurança.

A Operação Radar, que será iniciada às 18h desta quinta-feira (14) e seguirá até a zero do domingo (17), contará com 300 agentes do Detran-CE, utilizando 55 viaturas e 61 etilômetros.

Durante os três dias de operação, as equipes atuarão as vias públicas de Fortaleza, Região Metropolitana e nas rodovias estaduais de acesso às cidades litorâneas que ficam ao longo do Litoral Leste, de Aquiraz até Aracati, e Litoral Oeste, de Caucaia até Jericoacoara. As regiões serranas do Maciço de Baturité e da Ibiapaba também serão fiscalizadas, além das vias de acesso aos municípios da Região Norte, como Sobral, do Cariri, como Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, do Centro-Sul como Iguatu, Acopiara, Icó, e Sertão Central, como Quixadá,
Quixeramobim e Banabuiú.

Além destas operações realizadas em ruas e rodovias, haverá também um reforço na fiscalização que já é realizada todo fim de semana nas praias, para evitar o trânsito de veículos em áreas destinadas aos banhistas, garantindo assim a segurança de cearenses e turistas. Tanto o litoral leste quanto o oeste serão fiscalizados pelas equipes do Detran-CE com viaturas apropriadas em praias como Cumbuco, Flecheiras, Icaraizinho de Amontada, Fortim, Porto das Dunas, Canoa Quebrada, Jericoacora, entre outras.

DETRAN-CE

GOVERNO MUNICIPAL DE ORÓS E CAPS PROPORCIONA MOMENTO DE INTEGRAÇÃO COM CAPS DO ICÓ


O Governo Municipal de Orós proporcionou hoje (14/11) aos usuários e funcionários do Caps de Orós um momento de integração com o CAPS do Icó, no Sobrado Canela Preta, onde funciona uma Escola de Música, no município de Icó. 

O objetivo foi proporcionar um momento de lazer e descontração, como também, favorecer a socialização, comunicação e interação, despertando o interesse e gosto pela música.

Saída do PSL é “separação amigável”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (14) que deve se desfiliar do PSL nos próximos dias e classificou sua saída do partido como uma “separação amigável”. Ele ainda agradeceu correligionários e desejou boa sorte aos que permanecerão na sigla.

“A única certeza é que me desfilio, nos próximos dias, do PSL. Agradeço todo apoio e consideração que tive até o momento no partido. É uma separação amigável. Boa sorte ao presidente do partido, aqueles que apoiaram o presidente do partido, bem como o líder antigo, vão ser felizes todo mundo, cada um segue seu destino. É como uma separação, infelizmente acontece na vida da gente”, afirmou o presidente durante live semanal transmitida no Facebook. 

Bolsonaro ainda mencionou a criação de um novo partido, o Aliança pelo Brasil, que havia sido anunciada na última terça-feira (12).

Com informações Agência Brasil.