segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Hora da Notícia desta segunda-feira 10/08/2020 #Compartilhe

 

COVID-19: ÚLTIMOS NÚMEROS ATUALIZADOS ATÉ 10/08/2020

 



2.118.460 PESSOAS RECUPERADAS 


________________________________________________

.


ORÓS: 

  • CASOS CONFIRMADOS: 871
  • Ainda em tratamento: 112 ⇧
  • EM ISOLAMENTO DOMICILIAR: 109
  • EM INTERNAÇÃO HOSPITALAR: 3
  • ÓBITOS: 21

  • CASOS SUSPEITOS:  29

  • CASOS DESCARTADOS:  1625
    ..........
  • RECUPERADOS: 738
    ..................

________________________________________________

CEARÁ:


  • CASOS CONFIRMADOS: 188.657

  • MORTES: 7.979
     
  • RECUPERADOS: 161.044

.
________________________________________________

.

BRASIL: 

  • CASOS CONFIRMADOS: 3.035.649

  • MORTES:  101.142
.
________________________________________________

#FICA_EM_CASA


Criança e a mãe ficam gravemente feridas ao serem atacadas por um Pitbull



Uma criança de 5 anos de idade e sua mãe estão internadas em estado grave no Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), em Fortaleza, depois de sofrerem ferimentos em diversas partes do corpo durante o ataque de um cão da raça Pitbull. A menina teria perdido massa encefálica devido às mordidas fortes do animal.

O caso aconteceu na noite desta sexta-feira (7), na zona Sul de Fortaleza. A Polícia Militar foi chamada até o bairro Aracapé, já próximo do limite entre Fortaleza e o Município de Maracanaú, onde aconteceu o episódio.

De acordo com o relato dos moradores, o cão que pertenceria a avó da menina. Ele teria se soltado e, em seguida, avançado sobre a criança. A mãe tentou salvá-la e também foi atacada pelo animal feroz.


Abatido

Quando a PM chegou ao local, o animal ainda estava solto e a vizinhança em pânico.  O cão partiu também em direção aos policiais e foi abatido a tiros

Já a mãe e a filha gravemente feridas foram socorridas por uma equipe do Sserviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, devida à gravidade das lesões em ambas, foram levadas direto para o IJF-Centro.

O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil.


Por: Cn7

FGTS emergencial: Caixa libera novos saques para trabalhadores nascidos em julho nesta segunda; veja calendário



A Caixa Econômica Federal libera nesta segunda-feira (10) o crédito dos novos saques do FGTS para os trabalhadores nascidos em julho. Os pagamentos serão feitos em poupança social digital da Caixa e, em um primeiro momento, os recursos estarão disponíveis apenas para pagamentos e compras por meio de cartão de débito virtual. Nesta etapa, poderão ser pagos até R$ 3,3 bilhões.

O saque em espécie ou transferências, também dos aniversariantes de julho, estão liberados a partir de 17 de outubro (veja o calendário completo mais abaixo). A liberação dos créditos para os nascidos em janeiro começou em 29 de junho, e os saques para esse grupo começaram em 25 de julho.


Liberação

Essa nova liberação do saque do FGTS se deu por meio de uma medida provisória, em razão da pandemia do novo coronavírus, que afetou as atividades econômicas e a renda dos trabalhadores.

A MP, no entanto, perdeu a validade no último dia 4, depois que o Congresso deixou de votar a medida no tempo previsto. A Caixa informou, no entanto, que vai manter o calendário de pagamentos. Segundo o Ministério da Economia, um decreto deve ser editado disciplinando a produção dos efeitos.


Por G1



Violência deixa 27 pessoas mortas no fim de semana em homicídios e acidentes



Vinte e sete pessoas tiveram morte violenta no Ceará durante o fim de semana. De acordo com os registros das autoridades da Segurança Pública, no período compreendido entre a última sexta-feira (7) e o começo da madrugada de hoje (10) ocorrem em todo o estado, 18 casos de assassinatos e mais nove óbitos decorrentes de acidentes de trânsito.

Em Fortaleza, ocorreram crimes de morte nos bairros Parque Santa Rosa, Maraponga, Aldeota (morte por intervenção policial), Boa Vista-Castelão, Bom Jardim e Granja Lisboa. Já na Região  Metropolitana,ocorreram assassinatos nos seguintes Municípios: Caucaia, Paraipaba e Maracanaú.

No Interior, nove homicídios foram registrados nos seguintes Municípios: Alto Santo, Jaguaruana, Crato, Lavras da Mangabeira, Jaguaribara, Sobral (dois casos), Coreaú e Juazeiro do Norte.


Acidentes

Nove pessoas morreram em acidentes de trânsito nas seguintes cidades: Caucaia (duas mortes), Juazeiro do Norte (2 casos), Santana do Acaraú (2 mortes), Mauriti, Meruoca e Moraújo.


Por: CN7

"Ela é o xodó da família, pedimos orações", diz tia de menina que se engasgou com caroço em Barro



Na última segunda-feira (3), Keyla Lara, de apenas 6 anos, comia seriguela com os primos no quintal de casa quando engoliu um caroço e começou a passar mal. Com falta de ar, a família pensou tratar de um problema já recorrente e medicou a menina. Com persistência do sintoma, Keyla foi levada para três hospitais até ser transferida de helicóptero para Fortaleza, onde passou por uma cirurgia.


Família

"Ela é nosso xodó, está todo mundo desesperado e o avô dela ainda não sabe da gravidade", disse a tia da criança, durante entrevista por telefone no domingo, 9. Geralda Maria conta que a garota é a mais nova de 15 netos, e muito apegada ao avô José Gonçalves, conhecido em Barro como Duca.

A família mora no Sítio Engenho Velho, na zona rural do município. Keyla tem um irmão mais velho, de 15 anos e mora com os pais. Quando foi transferida do Hospital Regional do Cariri para o Instituto José Frota (IJF), em Fortaleza, Josefa Maria, que é mãe da garota, não pode acompanhar a filha na aeronave, e precisou ir por terra, em uma ambulância.

Antes de chegar na capital, Keyla Lara primeiro foi atendida em um posto de saúde perto de onde mora. Após isso, foi levada ao hospital em Barro, depois transferida para Barbalha. Com a falta de ar, os médicos suspeitaram que ela estivesse com covid-19, e pretendiam interná-la na ala específica para doença. Sem vaga, a menina foi levada para Juazeiro.

No HRC, foi submetida a uma tomografia que acusou a presença de um corpo estranho. A família descobriu então tratar-se da seriguela. A tia conta que, enquanto era transferia para Fortaleza, a criança teve uma parada e precisou ser reanimada após um pouso de emergência em Sobral.

Nesta segunda-feira (10), Keyla passará por uma nova bateria de exames. A equipe médica quer saber se ainda há resquícios do corpo estranho no pulmão da garota. "Ela é uma criança cheia de saúde, esperta, a família só pede orações para que fique boa logo, estamos com esperanças", finaliza a tia.


Por Felipe Azevedo

Miséria.com.br

Estabilidade fiscal deve impulsionar retomada econômica no Ceará



O Ceará foi um dos estados mais impactados pela crise gerada pelo novo coronavírus, que ainda não tem um prazo para terminar. Contudo, pelos cuidados com a sanidade fiscal sendo mantidos de forma contínua e por um longo período de tempo, o Estado deverá apresentar uma recuperação mais rápida do que a média nacional. Segundo especialistas consultados pela reportagem, além dos esforços de manter as contas em dia, o que garantiu espaço para fazer investimentos durante a retomada e a capacidade de suprir os gastos com a saúde, o Governo deverá ter ainda uma boa capacidade de buscar novos financiamentos externos para impulsionar a saída da pandemia.

Sobre as projeções de futuro, o diretor geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), João Mário França, apesar das incertezas, corrobora a perspectiva apresentada por um estudo do Núcleo de Pesquisas Econômicas (Nupe) da Universidade de Fortaleza (unifor.Br/nupe) que a economia cearense deverá crescer 2,4% e 6,1%. Segundo João Mário, pela estabilidade fiscal construída ao longo dos anos, o Ceará deverá registrar queda menor que a média nacional em 2020, e apresentar uma taxa crescimento maior que a do País no próximo ano, mantendo a tendência registrada pelo Ipece nos últimos anos.

"A projeção que o Ipece fez é que o Ceará terá uma queda menos acentuada que o Brasil em 2020. Mas imaginamos que, com essa retomada do segundo semestre, já devemos ter uma recuperação, apesar de ser lenta e gradual. Em 2021 devemos ter números positivos para o País e para o Ceará", projetou.

Para 2020, a pesquisa da Unifor projeta uma queda do Produto Interno Bruto (PIB) entre 7,3% e 2,5%, mas que logo se torna positiva no ano seguinte, entre 2,4% a 6,1%.

As projeções otimistas se tornam reais uma vez que a máquina pública cearense não foi abatida como em outras unidades da federação e manteve salários e até o adiantamento da primeira parcela do 13º salário.

Já a perspectiva de queda faz parte de um cenário em que o Ceará foi o Estado que apresentou a maior queda de arrecadação pelo Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) durante o primeiro semestre de 2020. O resultado negativo, segundo Juliana Damasceno, pesquisadora da área de Economia Aplicada do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV-Ibre), faz com o Estado dependa de repasses da União. "As receitas com ICMS do Ceará foram as que mais caíram no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019. Nesse contexto, o Estado se tornou consequentemente mais dependente dos repasses da União tanto para enfrentar a crise, quanto para honrar despesas que já estavam orçadas antes da pandemia", explicou.

Além disso, para o economista Alex Araújo, ainda é preciso aguardar para saber qual a situação econômica do Estado do Ceará de fato. Ele explicou que a pandemia fez com que várias unidades da Federação apresentassem uma defasagem de dados relacionados à sanidade fiscal. Mais importante do que isso deverá ser a articulação com parlamentares no Congresso e com o Governo Federal, já que a aprovação de novos financiamentos internacionais deve passar por Brasília.


Equilíbrio

Contudo, segundo o vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (Ibef), Wilton Bezerra, o Governo do Estado vem sendo capaz de controlar essa nova equação fiscal, que força mais gastos na área da saúde para garantir medidas de combate à pandemia e gera uma queda da arrecadação de tributos. Bezerra comentou que o Ceará ainda tem "gordura para queimar" e essa folga possibilitou uma tranquilidade maior nesse momento.

Além disso, ele destacou que o Governo do Estado tem operado esforços nos últimos meses para reduzir as despesas da melhor forma possível, reduzindo os impactos da redução das receitas. "As finanças do Estado sempre foram controladas com muito rigor. Tivemos uma queda 11% na receita corrente líquida no ano passado e a crise afetou todo mundo. Pelo fato da economia cearense estar sempre sob controle, nunca tivemos problemas em quitar os custos com funcionamento público", observou Bezerra.

O vice-presidente do Ibef ainda afirmou que a estruturação do plano de retomada deverá auxiliar o Estado nesse processo de reativação da economia. Com as atividades sendo liberadas a voltar a operar de forma gradual, a arrecadação do Estado também deverá ir retornando ao patamar anterior à crise com o passar do tempo. A movimentação pode ajudar a reduzir os impactos da arrecadação.

Além disso, pelo planejamento do Estado, a economia cearense não teve de retroceder nenhuma etapa nesse período, o que impede um impacto ainda maior causado pelo pandemia.

"Com a economia se recuperando, que gera ganhos de arrecadação, inclusive com a construção civil reaquecendo, é possível que tenhamos um melhor direcionamento dos impostos. O comércio vai demorar um pouco mais, sendo uma recuperação mais lenta assim como outros setores, mas temos sinais positivos", disse Wilton.


Recuperação

Para auxiliar a retomada, o diretor geral do Ipece ainda comentou que esse planejamento aliado ao controle de gastos antes e durante a crise, dá possibilidade ao Estado de buscar novos financiamentos no exterior para fazer novos investimentos e garantir renda à população. O conselheiro federal de economia e Ph.D em desenvolvimento regional Lauro Chaves ampliou as perspectivas ao destacar que o Ceará também precisará de iniciativas que minimizem das desigualdades territoriais - garantindo investimentos em todas as regiões, além de criar programas independentes do Governo Federal que ajudem a reduzir a desigualdade social.


Fonte: Diário do Nordeste

CONSTRUÇÃO DA ARENINHA EM FASE DE CONCLUSÃO


Barbeiro e amigo morrem após colidir em poste e árvore


Um barbeiro de 22 anos e o amigo morreram após colidir a motocicleta em um poste e uma árvore na Avenida Dom Almeida Lustosa, no Parque Albano, em Caucaia, Grande Fortaleza, na noite deste domingo (9).

Conforme testemunhas, Isaak Shekinah e outro homem que não teve a identidade revelada estavam trafegando em alta velocidade quando perderam o controle da moto, ao tentaram desviar de um buraco, e colidiram o veículo. Com o impacto, as vítimas ficaram caídas na via e morreram no local.

Ainda segundo testemunhas, Isaak e o amigo estavam retornando da Taíba, em São Gonçalo do Amarante, e haviam ingerido bebida alcoólica. As vítimas chegaram a parar em um local do Bairro Jurema momentos antes da colisão. Isaak era proprietário de uma barbearia localizada no bairro onde o acidente aconteceu.

Fonte: G1 CE

Mais uma chance: Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 11 milhões



Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena sorteadas nesse sábado (18) à noite no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. Os números sorteados no Concurso 2.287 foram 02, 04, 06, 29, 41 e 56.

A quina teve 45 acertadores e cada um vai receber o prêmio de R$ 45.775,06. Os 3.261 ganhadores da quadra terão o prêmio individual de R$ R$ 902,38.

A estimativa de prêmio do próximo concurso, na terça-feira (11), é de R$ 11 milhões .

As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em lotéricas ou pela internet. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.


Por: CN7

Ceará autoriza retorno ao trabalho de idosos que já contraíram Covid-19 e se recuperaram



Um decreto do Governo do Estado do Ceará publicado na noite de domingo (9) autoriza o retorno de idosos -- de 60 anos ou mais -- ao trabalho, desde que comprovem imunidade ao novo coronavírus. A comprovação pode ser obtida por meio de exames em pessoas que já tiveram a Covid-19 e se recuperaram da doença.

O decreto refere-se a trabalhadores acima de 60 (sessenta) anos ou com fatores de risco da Covid-19 que tenham comprovação de imunidade ou de que tenha contraído o coronavírus há mais de 30 (trinta) dias.

O decreto autoriza ainda atividade de lazer em condomínios de temporada ou veraneio em municípios que se encontram na Fase 4. Atualmente, apenas as cidades da Grande Fortaleza estão na Fase 4 da retomada econômica, a última etapa antes do retorno total das atividades. Nesses municípios, aulas presenciais e bares continuam suspensos.


Conforme o decreto, nos condomínios de veraneio ficam autorizados:

a prática esportiva individual sem contato e ao ar livre, sempre mediante o uso de máscaras de proteção e regras de distanciamento, permanecendo fechados os espaços de uso coletivo, como quadras e campos de esportes coletivos que propiciem contato entre os praticantes;

o uso de academias, limitado a 30% da capacidade, desde que não ocorram o contato físico ou o compartilhamento de materiais;

a utilização de piscinas, desde que evitadas aglomerações e reduzida a quantidade de cadeiras e mesas a 30% da capacidade total.


Por G1 CE


Incêndio atinge cerca de 80 hectares de vegetação na zona rural de Iguatu, no Ceará


Um incêndio de grandes proporções atingiu uma área de cerca de 80 hectares neste domingo (9), no Distrito de Alencar, em Iguatu, no Sul do Ceará. Segundo o tenente-coronel Nijair Araújo Pinto, do 4º Batalhão, este é o maior registro dos últimos dias. Os bombeiros debelaram as chamas com apoio da população.

“Segundo os moradores, há duas possíveis causas. Alguns dizem que uma senhora ateou fogo no lixo da própria casa e perdeu o controle. Outros já afirmam que foi em razão de um curto-circuito em um dos fios próximo à plantação”, afirmou.

Uma guarnição do 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Iguatu foi acionada por volta das 13 horas e conseguiu debelar as chamas. Os bombeiros utilizaram bombas costais, abafadores e sopradores, além da ajuda de populares. A guarnição levou cerca de duas horas para finalizar a ocorrência.

No total, dois sítios localizados no distrito foram atingidos: Aroeira e Baixas. Na última sexta-feira (7), um incêndio na mesma região chegou a atingir uma área de 20 hectares. O local é usado para reintegração de animais silvestres.


Incêndios em Santa Quitéria e Ipueiras

Durante este fim de semana os municípios de Santa Quitéria e Ipueiras também passaram por ocorrências de incêndio em áreas de vegetação.

Em Santa Quitéria, as matas da localidade cujo nome também é Ipueiras chegaram ao terceiro dia de incêndio neste domingo (9). Testemunhas alegavam que animais chegaram a morrer queimados e o fogo ameaçava se aproximar de casas.

Já no município de Ipueiras, cidade localizada a uma hora e meia de Santa Quitéria, o incêndio ocorreu em uma localização conhecida como Morro da antena, no bairro São José, entre a noite deste sábado (8) e a madrugada deste domingo (9).


Situação de emergência ambiental

Neste ano, o governador Camilo Santana decretou estado de emergência ambiental para combate aos incêndios florestais. Esta é a primeira vez na história do Ceará que um decreto como esse é decretado no estado. Geralmente, a medida ocorre para outras adversidades, como escassez hídrica ou inundações. A medida está publicada no Diário Oficial e fica válida até janeiro de 2021.

Com a decisão, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) pode contratar brigadistas ambientais para atuação nas 28 unidades de conservação estaduais. As previsões de períodos mais críticos se dão, normalmente, através de portarias do Ministério do Meio Ambiente (MMA) ou decretos federais.

Neste cenário, o decreto estadual potencializa ações estabelecidas em 16 de julho, em nível federal, em determinação que proíbe o uso do fogo em áreas rurais por um período de 120 dias. Em 2019, o decreto havia sido publicado no fim de agosto com duração de 60 dias. Neste ano, a medida foi decretada em julho, com o dobro do tempo.


Por G1 CE


Ação da polícia para coibir aglomeração de pessoas provoca tumulto e correria na Praia de Iracema, em Fortaleza



Uma ação da Polícia Militar na tentativa de dispersar pontos de aglomeração de pessoas levou a tumulto provocou uma grande correria entre frequentadores da Praia de Iracema, em Fortaleza, na noite deste domingo (9). Uma pessoas foi presa durante a abordagem.

Algumas pessoas que estavam no local chegaram a pensar que se tratava de um arrastão. Já vendedores ambulantes e outros banhistas relataram que a polícia chegou ao local para realizar a dispersão de pessoas. Segundo relatos, a correria aconteceu quando foram feitos disparos de bala de borracha e uso de spray de pimenta.

A Polícia Militar informou que os agentes intervieram no início desta noite na Praia de Iracema em razão de denúncias de aglomerações indevidas. "Durante as abordagens, houve uma correria gerando um tumulto. Foi realizada a dispersão e não houve registro de feridos", diz em nota.




Durante a ação, uma pessoa chegou a ser presa por posse de drogas. O homem, de 27 anos, foi levado ao 30º Distrito Policial.

Esclarece ainda que desde o último fim de semana, a PM e outros órgãos vêm intensificando as fiscalizações na região da Praia de Iracema e da Praia dos Crush, tendo em vista o aumento da circulação de pessoas em razão do retorno de setores da economia autorizados a funcionar.

Imagens enviadas por uma testemunha mostram homens da cavalaria da polícia dispersando uma aglomeração e várias pessoas correndo pelo calçadão e também na faixa de areia. Há também o relato de barulhos de tiros.

A região tem registrado a presença de um grande número de pessoas, principalmente durante o fim de semana. Na tarde deste domingo (9), fiscais da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) foram ao local, dispersaram aglomerações e orientaram os frequentadores sobre o cumprimento das medidas de prevenção à Covid-19 previstas nos decretos estaduais e municipais.


Por G1 CE


Pai e filho vencem Covid-19 e têm alta hospitalar no mesmo dia no Ceará



O segundo domingo de agosto já é especial para seu Francisco Pereira dos Santos, 83 anos, há bastante tempo. Pai de 11 filhos, criou todos eles com o trabalho de agricultor na cidade de Viçosa do Ceará, a 350 Km de Fortaleza. Em 2020, porém, veio a Covid-19, e acometeu boa parte da família, incluindo ele, a esposa, Maria Cilene Silva dos Santos, 69 anos, e um dos descendentes, Adriano Silva dos Santos, 48 anos.

No mês passado, todos deram entrada, em datas diferentes, na Santa Casa de Misericórdia de Sobral (a 123 km do município de origem). Eles foram internados por conta de complicações com o novo coronavírus. A primeira a receber alta foi a dona Maria Cilene, em 21 de julho. Pai e filho, porém, dividiram a mesma Unidade de Terapia Intensiva até 4 de agosto, quando, juntos, receberam alta hospitalar.

O Ceará registra 7.954 mortes confirmadas pela Covid-19 e 188.542 casos confirmados da doença, segundo dados da plataforma IntegraSUS, atualizada pela Secretaria Estadual de Saúde às 9h11 deste domingo (9). O número de pessoas recuperadas da enfermidade é de 159.610.

“Passei seis dias em Sobral, mas, graças a Deus, me recuperei”, afirma seu Francisco. “Eu saí de casa com aquela falta de ar, mas, no outro dia, no hospital, já amanheci mais esperto. Fui procurando conversar com enfermeiros, perguntava as coisas, até que passou uns dias, fiz uma caminhada. Eles se admiraram muito de mim”, partilha.

Adriano, por sua vez, deu entrada no hospital no dia 10 de julho, e teve um quadro mais grave que o dos pais. “Ele ainda está se recuperando, porque o negócio dele foi mais sério. Agora o meu foi leve, porque gosto de tomar muito remédio do mato. Quando começo a gripar, tomo logo mastruz com leite”, conta o agricultor cearense, entre risos, sobre essa mistura popularmente utilizada para ajudar no tratamento de doenças respiratórias, como bronquite e tuberculose.

A família reconhece ainda o carinho e a assistência que recebeu dos profissionais da Santa Casa de Misericórdia de Sobral nesse período. A unidade de saúde assiste 54 municípios da Região Norte do Ceará, terceira mais afetada pela doença no Estado.

“Agradeço a todos que cuidaram de mim e de meu pai com todo esforço e dedicação possível. Foram dias difíceis para todos nós, mas juntos vencemos”, orgulha-se Adriano, pronto para viver o que será, provavelmente, seu melhor Dia dos Pais.


Por Roberta Souza, G1 CE


Criança e a mãe ficam gravemente feridas ao serem atacadas por um Pitbull

sábado, 8 de agosto de 2020

Foragido da Justiça suspeito de raptar três jovens em Iguatu é preso preventivamente no Ceará



A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (6) um dos suspeitos do rapto de três jovens na zona rural de Iguatu, por força de mandado de prisão preventiva. Além de ser investigado por outros crimes na região, Cícero Garcia Amorim, de 33 anos, era um dos alvos da Operação Carcará, que foi deflagrada no dia 23 de julho, com o objetivo de cumprir mandados de prisão por homicídio em desfavor de suspeitos que integram uma organização criminosa com atuação no interior do Estado.

O suspeito teria participado do sequestro de duas irmãs de 19 e 14 anos e a prima delas, de 16 anos, no dia 7 de julho, quando voltavam de uma caminhada em Sítio Grossos. As vítimas foram localizadas no dia seguinte, após buscas, e relataram para a polícia que o criminoso contratado para matá-las não teve coragem de prosseguir com os assassinatos.

Durante as investigações sobre o caso, a polícia descobriu que o ex-namorado da garota de 19 anos foi o mandante do crime. Antônio Wendson Alves Freires, de 20 anos, conhecido como "Pirulito", foi preso em flagrante.


Prisão de Cícero

Segundo a polícia, Cícero é suspeito de envolvimento em crimes de homicídio e no tráfico de drogas em Iguatu, onde foi preso. Ele já tinha passagens pela polícia por homicídio doloso, roubo de veículo e furto.

Após ser localizado, Cícero foi conduzido para a unidade policial, onde o mandado de prisão em desfavor dele, oriundo da Comarca de Saboeiro, foi cumprido. O homem também foi indiciado pelos crimes de sequestro, cárcere privado e estupro. Conforme a polícia, as tatuagens que o suspeito possui ajudaram na identificação.


Rapto de três jovens

As irmãs, de 19 anos e 14 anos, e a prima, de 16, tinham o costume de sair todos os dias para fazer caminhada, e, no horário em que deveriam retornar para casa, a mãe das duas irmãs ouviu um grito próximo à residência da família. Ela estranhou a demora das filhas e, poucas horas depois, resolveu acionar a polícia.

"Quando vinham chegando perto de casa, num bueiro próximo, a mãe delas ouviu um grito um pouco estranho. Ela achou que era brincadeira porque elas tinham costume de gritar nas estradas, mas achou estranho porque era o grito de uma pessoa aflita. Ela ficou prestando atenção se as filhas chegavam em casa e viu que não iam chegar", detalha a parente.

Mãe das duas garotas, Neidimar Pinheiro afirma que o seu marido ainda chegou a encontrar as filhas e sobrinha quando retornava da rua para casa. "Meu esposo diz que passou por elas. Ele sempre chegava e, com pouco tempo depois, elas chegavam atrás. Elas já vinham chegando", garante.


Buscas e depoimentos

Logo após ser acionada pelos familiares, a Polícia Militar de Iguatu iniciou as buscas na região. Durante a diligência, a guarnição encontrou uma motocicleta abandonada dentro de uma roça, cujo acesso se dá por uma estrada carroçável. A moto, segundo a polícia, nunca foi emplacada.

Um ex-namorado da irmã mais velha se apresentou na delegacia e também depôs. O jovem negou qualquer envolvimento no caso. De acordo com os familiares, o rapaz nunca foi agressivo com a jovem, mesmo com o término do relacionamento, em fevereiro deste ano. Também não há relatos de brigas entre o casal.


Fonte: Diário do Nordeste


Ataque de pitbull deixa avó e neta feridas, em Fortaleza

 Uma menina de cinco anos ficou ferida na cabeça e no rosto ao ser atacada por um cão da raça pitbull, na noite desta sexta-feira (7), no Bairro Aracapé, em Fortaleza. O animal, que acabou sendo morto pelos moradores, pertencia à avó da criança, que também se feriu.

De acordo com testemunhas, a criança mora no interior do estado e tinha chegado com a mãe à casa da avó há poucas horas. Ao chegar no quintal da residência, o cão atacou a menina. A avó e dona do animal tentou salvar a neta e foi mordida no braço. As duas só conseguiram se livrar do pitbull, quando populares resolveram ajudar ferindo o cachorro, que morreu pouco tempo depois.

Ambas foram socorridas para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) onde receberam os primeiros atendimentos. Em seguida, foram transferidas para o Hospital Instituto Dr. José Frota, no Centro da capital cearense, onde ficaram de observação. O estado de saúde é considerado estável.


Por G1 CE