domingo, 20 de agosto de 2023

Criança está há três dias em UTI após receber medicação errada em hospital no Ceará



A criança Anthony Gabriel Zeferino Ribeiro, de 1 ano e 10 meses, segue internada em UTI pediátrica pelo terceiro dia, após receber medicação errada em um hospital em Morrinhos, no interior do Ceará. Nesta sexta-feira, ele teve leve melhora, de acordo com o Hospital Regional Norte (HRN).

Segundo Luciana, prima do menino, a criança foi levada ao hospital na terça-feira (15) pelos pais com sintomas gripais, como febre, falta de ar e suspeita de pneumonia. Na unidade, o garoto passou por uma consulta e o médico receitou medicações.

Conforme a parente, uma técnica de enfermagem aplicou na veia do garoto um remédio que deveria ter sido utilizado por meio de soro e inalado, fazendo com a criança ficasse em estado grave.

"Quando ela aplicou ele desmaiou, foi um reboliço dentro do hospital. O médico falou para ela que não era para ela ter dado na veia, que era para ter dado no soro. De lá mesmo ele já saiu desacordado para o Hospital Regional de Sobral. Meu tio disse que ele estava sangrando pelo nariz, pela boca. Quando chegou lá ele teve quatro paradas respiratórias, foi reanimado quatro vezes e agora está intubado na UTI lá do Regional, com sangramento nos dois pulmões", relatou a prima do garoto.

Os familiares de Anthony cobram que a técnica de enfermagem e o hospital sejam responsabilizados pelo erro.


Enfermeira afastada

A Secretaria de Saúde de Morrinho disse que foi instaurado PAD (Procedimento Administrativo Disciplinar) para averiguação dos fatos e posterior sanções e a profissional que aplicou o medicamento foi afastada sem remuneração até a conclusão até a conclusão da apuração.

"Salientamos que, conforme o resultado da apuração, a Secretaria de Saúde adotará todas as providências cabíveis. Ressaltamos que estamos acompanhando o caso junto ao Hospital e que a criança foi referenciada e desde já, colocamo-nos à disposição dos familiares" diz um trecho da nota.

O Hospital Regional Norte, para onde a criança foi transferida, informou que Gabriel deu entrada na unidade em estado grave, mas está em "curva de melhora" respondendo ao tratamento clínico.


Por g1 CE


Nenhum comentário:

Postar um comentário