terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

PORTAL ORÓS NO BLOCO DAS VIRGENS 2020

Sérgio Moro chega a Fortaleza e se reúne com governador



Por Redação
Miséria.com.br

Sobe para 170 número de assassinatos durante motim de policiais no Ceará



Com mais 23 homicídios registrados em 24 horas, chega a 170 o número de assassinatos no Ceará durante o motim de policiais militares, que completou oito dias nesta terça-feira (25). O governo do estado divulgou o balanço atualizado de mortes nesta manhã, com dados do período entre meia-noite de quarta-feira (19) até as 23h59 de segunda (24).

A paralisação entrou no oitavo dia, com três batalhões da PM fechados no estado. O motim começou na terça-feira (18), quando homens encapuzados que se identificam como agentes de segurança do Ceará invadiram e ocuparam quarteis, depredando veículos da polícia. Policiais militares reivindicam aumento salarial acima do proposto pelo governador Camilo Santana.

O balanço anterior do governo, com números até domingo (23), havia apontado 147 mortes. Só na segunda-feira (24), mais 23 homicídios ocorreram no estado. O motim atual já teve 18,5% mais assassinatos do que os registrados durante a última paralisação de PMs no Ceará, em 2012.

Por conta da crise na segurança, a Força Nacional e o Exército passaram a atuar em Fortaleza. Nesta terça, os municípios do Crato e Juazeiro do Norte, na Região do Cariri do Ceará, também começaram receber tropas do Exército.


Por G1 CE

Pelo menos 65 municípios do Ceará registraram chuvas nesta terça-feira; previsão é de céu nublado com precipitações



Nesta terça-feira, 25, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuvas em 65 dos 180 municípios cearenses. A cidade de Pereiro, a cerca de 332 quilômetros de Fortaleza, registrou o maior índice pluviométrico, com 56 milímetros. Na Capital, foram apurados 14 milímetros até as 7 horas de hoje.

O segundo maior índice foi no posto da cidade de Quixeré, com 51.4 milímetros, seguido de Madalena, com 47 milímetros. Segundo a Funceme, a expectativa é de que chuvas mais consideráveis aconteçam ao longo do dia na Região Metropolitana de Fortaleza e na faixa litorânea do Estado.

Confira as cidades
  • Pereiro (Posto Pereiro): 56 mm; (Posto Crioulas): 46 mm


  • Quixeré: 51.4 mm

  • Madalena: 47 mm

  • Morrinhos: 43 mm

  • Solonópole: 39 mm

  • Acaraú: 35 mm

  • Itapipoca: 35 mm

  • Orós: 35 mm

  • Tarrafas: 34 mm


Em fevereiro deste ano, a Funceme registrou os maiores índices de chuva nas macrorregiões de Litoral Norte, Cariri, Ibiapaba e Fortaleza. O município de Moraújo acumulou 513 milímetros, um dos maiores do litoral da região Norte, seguido da cidade de Crato e Granja com, respectivamente, 481 milímetros e 469.6 milímetros registrados.

Previsão do tempo nesta terça-feira é de céu nublado

Com máxima de 32º e mínima de 23º, a previsão do dia é de céu nublado com eventos de chuva no período da manhã. Pela tarde e noite, a nebulosidade é variável. Na quarta-feira, 26, a máxima é de 32º com 23º e na quinta-feira, 27, máxima de 33º e mínima de 24º.


Por: O Povo Online 

A partir de 1º de março, bancos passam a cobrar dólar do dia da compra com cartão



A partir de março, compras feitas em moeda estrangeira com cartão de crédito devem vir na fatura com o valor equivalente em reais do dia em que foram realizadas. Os bancos podiam oferecer essa forma de cobrança se quisessem, mas a maioria das instituições preferia cobrar o valor referente à data do fechamento da fatura.

Com entrada em vigor da Circular nº 3918, os bancos serão obrigados a oferecer a opção de utilizar a taxa de câmbio do dia de cada gasto. Caso não queira optar por essa sistemática, o cliente poderá pagar com base na taxa de câmbio do dia de fechamento da fatura.

Quando anunciou a mudança na regra, em novembro de 2018, o Banco Central (BC) argumentou que a sistemática de pagamento pela data de fechamento da fatura deixa os clientes expostos a flutuações das taxas de conversão no período entre o dia do gasto e o pagamento. Isso porque a variação cambial ocorrida entre a data do gasto e o efetivo pagamento é atualmente ajustada na fatura do mês posterior, podendo gerar crédito ou débito para o cliente.

Assim um único gasto pode resultar em duas obrigações em momentos distintos. Com a nova regra, o cliente ficará sabendo já no dia seguinte quanto vai desembolsar em reais, eliminando a necessidade de eventual ajuste na fatura subsequente. O BC também destacou, na época, que apesar de ser possível oferecer aos clientes a taxa de câmbio do dia de cada gasto, a maioria dos bancos preferia o fechamento da fatura.

“A situação atual para a maioria dos clientes é de: dificuldade para prever o valor em reais a ser desembolsado no dia do pagamento da fatura; fatura sem uniformidade nas informações e de difícil compreensão; e reduzida possibilidade de comparação das taxas de conversão praticadas pelos emissores de cartão, o que desestimula a competição”, informou o BC em documento de exposição de motivos para a edição da circular com as novas regras.

A partir de 1º de março deste ano, cada fatura deve ter: a discriminação de cada gasto, com no mínimo sua data, a identificação da moeda estrangeira e o valor na referida moeda; o valor equivalente em dólar na data de cada gasto; a taxa de conversão do dólar para reais na data de cada gasto; e o valor em reais a ser pago pelo cliente.

Em outubro de 2019, o BC divulgou uma carta circular para detalhar como a medida deveria se aplicada. Para que o cliente possa ter informações sobre as melhores taxas de câmbio utilizadas pelos emissores no mercado, os bancos são obrigados a tornar disponível em todos os seus canais de atendimento ao cliente a taxa de conversão do dólar para reais utilizada no dia anterior referente aos gastos em moeda estrangeira de seus clientes; e publicar informações sobre o histórico das taxas de conversão.

Além de se atentarem às taxas de câmbio, os consumidores devem observar que as compras no exterior com cartão de crédito têm incidência do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), com alíquota de 6,38%.


Por: CN7

Policial cearense afirma que não tem mais nada a perder e vai até o fim no motim



O jornal O Estado de S. Paulo traz hoje (25) matéria sobre os amotinados da polícia no Ceará. Segundo a publicação, nos quartéis amotinados, o que se vê são PMs na casa dos 30 anos, muitos de chinelo e bermuda, liderados por políticos de oposição ao governador Camilo Santana.

“O policial que decidiu fazer greve vai até o fim. Já não tem nada a perder”, disse ao jornal um dos amotinados, que aceitou dar entrevista sem revelar o nome, identificando-se apenas como cabo Barbosa.

O grupo está preparado para dias de confinamento: há água e alimento estocados, e marmitas chegam o tempo todo, ainda de acordo com o Estadão.


Por: CN7

Avó e neta de sete meses são baleadas em Canindé



Uma mulher de 57 anos e sua neta, uma bebê de apenas sete meses de idade, foram baleadas no bairro Santa Luzia, no município de Canindé, na tarde desta segunda-feira (24). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSPDS), suspeitos invadiram a residência aonde as vítimas estavam e efetuaram os disparos.

Em seguida, os suspeitos fugiram em um veículo. As vítimas foram socorridas para uma unidade hospitalar, ainda conforme a SSPDS, e um inquérito policial foi instaurado na Delegacia Regional de Canindé, unidade que ficará à frente das investigações. O estado de saúde de avó e neta não foi divulgado.

Fonte: Diário do Nordeste

Jovem de 26 anos morre afogado em açude no Iguatu



Um caso de afogamento ocorreu nesta segunda-feira (24) por volta das 14h30, no açude Trussu, em Iguatu. O jovem Rafael Alves de Souza, de 26 anos, estava em uma balsa com amigos, quando resolveu mergulhar e não retornou.

Os subtenentes Alcântara, Helter, Cheyne e soldados Henrique e S.Lima, do corpo de bombeiros, foram acionados e depois de buscas localizaram o corpo de Rafael Alves e o encaminhou para ser necropsiado no IML de Iguatu.

O Tenente Coronel Nijair Araújo, comandante do Corpo de Bombeiros de Iguatu, alerta os banhistas do risco em mergulhar em locais desconhecidos, principalmente agora com a chegada das chuvas, onde provavelmente existe acúmulo de material arrastado pelas chuvas recentes e na dúvida se informe com moradores onde há correntezas e locais perigosos.

Outro alerta do tenente coronel Nijair, é que em caso de acidentes ou afogamentos, use materiais que tenham boa flutuabilidade, no caso de cordas e cabos, que possam ter acesso a vítima sem precisar entrar na água, ou ligue 193. E se não souber nadar, não se passe por herói, potencializando o número de vítimas.

As informações são do correspondente Richard Lopes
Por Redação
Miséria.com.br

Motim de policiais em 2020 no Ceará tem 18% mais assassinatos do que paralisação de 2012



Durante o motim dos policiais militares no Ceará de 2020, houve 18,5% mais assassinatos no estado do que na paralisação de PMs de 2012. Foram 147 neste ano contra 124 oito anos atrás, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS).

O motim entrou nesta terça-feira (25) no oitavo dia. Três batalhões da PM continuam fechados no estado. O movimento de 2012 durou durou sete dias, um a menos, e se deu entre 29 de dezembro de 2011 e 4 de janeiro de 2012.

Os 147 homicídios neste ano ocorreram em cinco dias, de meia-noite de quarta-feira (19) às 23h59 de domingo (23). Os 124, de 0h de 29 de dezembro de 2011 até as 23h59 de 4 de janeiro de 2012.

As duas manifestações foram consideradas ilegais pela Justiça do Ceará, são proibidas pela Constituição Federal e reforçada pelo Supremo Tribunal Federal, em entendimento de 2017. Ainda assim, policiais cruzaram os braços e deixaram de cumprir as atividades de segurança pública.

Para o pesquisador do Laboratório de Estudos da Violência (LEV) da Universidade Federal do Ceará (UFC) Ricardo Moura, o motim realizado neste ano é, pelo menos em parte, consequência de uma crise "mal resolvida" em 2012.

O então governador do Ceará, Cid Gomes, prometeu naquele ano anistia aos militares que atuavam na paralisação. A anistia foi cumprida, mas Cid fez a transferência de vários policiais para cidades distantes do interior do Ceará, o que foi considerado como punição por parte da categoria.

"Desde então as relações entre policiais e o Governo do Estado sempre foram tensas e agora [Camilo Santana, governador do Ceará] lida com uma categoria que quer conseguir as reivindicações na marra", diz o pesquisador.

Mais reforço, mais homicídios
Desde que o motim recebeu maior volume de adeptos, na quarta-feira (19), o governador Camilo Santana solicitou apoio de tropas federais. O estado conta atualmente com 2,5 mil soldados do Exército, 150 agentes da Força Nacional, 212 policiais rodoviários federais que foram deslocados de outros estados além de agentes da própria polícia militar cearense que não aderiram à paralisação.

Em 2012, com a falta de patrulhamento nas ruas, a crise chegou ao auge em 3 de janeiro, quando o comércio de todas as cidades parou, eventos foram cancelados e as ruas ficaram vazias. Naquela ocasião, o dia 1º de janeiro contabilizou 41 assassinatos, até hoje, considerado o dia com maior número de homicídios em toda a série histórica no estado.


Por G1 CE

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Tradicional Bloco das Virgens de Orós




PROGRAMA HORA DA NOTÍCIA COM JOSEMBERG VIEIRA DESTA SEGUNDA-FEIRA 24/02/20. #Daoplayeassista #Compartilhe




Fique bem informado! WhatsApp do povo: (88) 9.9422 – 0106 Participe!

DESTAQUES DE HOJE:

- Oroenses Indignados com pedido de empresário para retirar mais água do açude Orós;

- PM fardado sobe ao altar de igreja em Juazeiro e dirige apelo à sociedade;

- 37 PM’s são presos por não se apresentarem para trabalhar no carnaval;

- Ceará cresce no ranking dos estados que mais avançaram na educação;

- Pai e filha de um ano são mortos a tiros em uma das noites mais violentas do Ceará;

Seja o nosso repórter envie sua matéria (88) 9.9422.0106 - SIGA, CURTA, COMPARTILHA! OBRIGADO.

Instagram Josemberg Vieira: https://instagram.com/josembergvieira

Canal Josemberg Vieira: www.youtube.com/Josembergoros

Canal do Portal Orós: https://www.youtube.com/…/UCiypqX4tErKL…



Reprise às 18:00 hrs na Guassussê FM

Página Cotidiano Oroense

PM fardado sobe ao altar de Igreja em Juazeiro e dirige apelo à sociedade


Um policial militar devidamente fardado, subiu ao altar da Igreja Menino Jesus de Praga do Novo Juazeiro e se inseriu no contexto durante a liturgia. Sua fala durou cerca de três minutos, o mesmo chorou e pediu o apoio da sociedade após rogar o perdão do padre Cícero Leandro, que presidia a missa, por estar atrapalhando.

Foi por volta das 20 horas deste domingo perante uma Igreja lotada e os fiéis atentos quando pediu a ajuda de todos. O PM classificou sua atitude como necessária e admitiu a possibilidade até de ser punido com prisão pelo ato. Ele disse ser paraibano e relacionou alguns fatos que motivaram a Greve da Polícia Militar.

Fez referências as dificuldades enfrentadas pela categoria, pediu socorro e, aos prantos, insistiu no perdão pelo amor de Deus. Se porventura for punido, o policial disse que voltará ao convívio dos pais na Paraíba. Veja o vídeo



Por Demontier Tenório - Miséria.com.br