quarta-feira, 17 de outubro de 2018

QUARTA 17/10 TEM PROGRAMA HORA DA NOTÍCIA AQUI VOCÊ FICA BEM INFORMADO.


DESTAQUES:

Morador do sítio tabuleiro Orós diz que a 30 dias estão sem água para beber e plantão policial em toda região essas e outras agora para você ficar bem informado.

terça-feira, 16 de outubro de 2018

TERÇA 16/10 TEM PROGRAMA HORA DA NOTÍCIA AQUI VOCÊ FICA BEM INFORMADO.

DESTAQUES:

Baixo volume do Açude Orós prejudica atividades econômicas; Nova Mesa Diretora da Assembleia é o prato do dia em almoço de parlamentares; Homicídios de mulheres no Ceará chegam a 377 em 2018, com três casos no feriadão; TRE aprova pedido de auxílio de forças federais para o segundo turno das eleições no CE; Ciro era a melhor estratégia para ganhar a eleição, diz petista Jaques Wagner; Cadeia onde criança foi estuprada passa por princípio de rebelião; Arthur perde pênalti, Ceará fica no empate com o Botafogo e segue na zona de rebaixamento; Cid diz que Haddad irá perder feio as eleições e cobra mea-culpa do PT essas e outras agora para você ficar bem informado.

Baixo volume do Açude Orós prejudica atividades econômicas


O Açude Orós, o segundo maior do Estado, acumula apenas 7,2% de sua capacidade total. O baixo volume do reservatório afetou a produção de pescado, leite, grãos e capim em unidades produtoras nos municípios de Iguatu e Quixelô, na região Centro-Sul do Ceará. A água se distanciou das fazendas, inviabilizando ou reduzindo as atividades agropecuárias locais.

"A produção de peixe acabou", afirmou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva, que é morador e piscicultor na localidade de Barrocas, na bacia do Orós. "Em toda a região do Alencar e de Quixelô, o pescado tanto dos criatórios quanto do açude chegou ao fim".

O problema vem se agravando desde 2016. A associação dos piscicultores estima que somente nas comunidades ribeirinhas pertencentes a Iguatu, no distrito de Alencar, em uma faixa de terra que vai da Conceição dos Vicentes às Barrocas, havia uma produção semanal em torno de 100 toneladas de pescados, gerando uma renda de R$ 200 mil.

Na mesma área, a produção de leite diária era estimada em 20 mil litros por dia, mas hoje caiu pela metade e a tendência de queda permanece.

Por mês, houve uma retração em torno de R$ 1 milhão na atividade. "Estamos falando de apenas uma faixa de produção, em Iguatu, que reúne centenas de agricultores familiares e pescadores artesanais", observa o líder comunitário e vereador, Édson Adriano. "Se incluirmos os projetos de criação de tilápia de Quixelô, que se acabaram, esses números podem ser dobrados".

Além do leite e do pescado, o cultivo de capim e de grãos (feijão, milho e arroz) também foi prejudicado, com a redução de áreas de plantio.


Fonte: Diário do Nordeste

Nova Mesa Diretora da Assembleia é o prato do dia em almoço de parlamentares


Ciro, Camilo e José Sarto (PDT), que quer presidir a Assembleia Legislativa.

Deputados estaduais eleitos fazem hoje, no Rasco Steakhouse, um almoço de confraternização para a nova legislatura na Assembleia Legislativa. Mais do que uma cordialidade corriqueira, o evento do meio-dia em um restaurante na Beira Mar dá força às discussões para a sucessão do comando da Casa que dá suporte ao governador reeleito Camilo Santana (PT).

Caras velhas e novas do parlamento estadual surgem como possíveis candidatos à cadeira ocupada hoje pelo deputado Zezinho Albuquerque (PDT).

Defendendo a unidade partidária e do projeto que “vem dando certo”, o deputado José Sarto (PDT) já fala como candidato e defende a “oxigenação” da cadeira de presidente ocupada há três mandatos por Zezinho.

“(É preciso) Ampliar a participação da Casa com movimentos sociais e integrar com a academia. Puxar a academia para dentro da Assembleia, chamar os movimentos sociais e discutir os temas polêmicos com eles. Seria uma maneira de fazer uma gestão para além do cimento e do aço”, defendeu o parlamentar do PDT.

O que está cristalizado nos bastidores é que um nome do PDT que tem o maior número de parlamentares eleitos assuma o comando da Casa. Quem também tem o nome ventilado é o atual primeiro vice-presidente da AL, deputado Tin Gomes (PDT).

Apesar de argumentar que é “cedo” para a Casa tratar do assunto, o ex-vice-prefeito de Fortaleza não esconde o desejo de chefiar a Assembleia. “Ter o nome lembrado é muito bom, inclusive pelos colegas. Qualquer deputado deseja presidir a Casa”, admitiu.

Concluindo o terceiro mandato consecutivo na presidência do parlamento estadual, o deputado Zezinho Albuquerque (PDT) é outro pedetista que não esconde o desejo de continuar no posto mais cobiçado entre os deputados estaduais. “Está muito cedo para falar sobre esse assunto. Isso é uma decisão que vai vir do diálogo com o partido e com os deputados”, disse ao O POVO.

O deputado Sérgio Aguiar (PDT), que disputou a presidência na eleição interna passada, também está no páreo. É natural que o PDT indique o novo presidente já que é a maior legenda da Assembleia após eleger 14 parlamentares, lembra o deputado Elmano de Freitas (PT).

Quem surge como potenciais nomes são Salmito Filho e Queiroz Filho, ambos do PDT. Nos bastidores há resistência de que um dos dois repita o êxito de Roberto Cláudio e fure a fila de parlamentares mais “velhos” para presidir a Casa. “Não teria chance para isso porque já existem bons nomes dentro dos antigos”, defende um deputado da base do governador.

Por outro lado, não há movimento de restrição para os novatos sonharem com as candidaturas. “Eu acho que qualquer deputado eleito tem chance, mas é claro que tem deputado que já está há mais tempo, que tem relações políticas, de convivência e que as pessoas têm confiança”, lembrou Elmano.


(O POVO – Repórter Wagner Mendes/Foto – Arquivo)

Homicídios de mulheres no Ceará chegam a 377 em 2018, com três casos no feriadão


Três mulheres foram assassinadas no Ceará no fim de semana prolongado em razão do feriado de Nossa Senhora Aparecida, na última sexta-feira (12). Uma dona de casa foi morta, a tiros, na cidade de Russas, no Vale do Jaguaribe. Outros dois casos ocorreram em Fortaleza e na cidade de Maranguape, na Região Metropolitana da Capital.  Com os últimos três casos, o número de mulheres vítimas de homicídio no Ceará chega a  377 em 2018.

O corpo de Francisca Luzia Jerônimo Lima, 41 anos, foi encontrado logo após uma sequência de estampidos no Centro da cidade de Russas (a 163Km de Fortaleza). O crime aconteceu no começo da tarde do último sábado (13), por volta de 13h10.

Segundo o relato de testemunhas do assassinato, a mulher caminhava pela  Travessa Afonso Lima, Centro, quando apareceram dois homens em uma motocicleta. O garupeiro sacou uma arma e começou a atirar. A  mulher recebeu tiros à curta distância e teve morte imediata.

No local do crime, peritos encontraram 15 cápsulas de balas de calibre Ponto 40. As autoridades não têm dúvidas de que se tratou de um crime de execução sumária e levantaram a hipótese de que a morte de Luzia pode estar relacionada ao assassinato do marido, um guarda municipal também morto de forma semelhante há alguns meses.

Outros casos

Também na tarde de sábado último, uma mulher e seu companheiro foram assassinados, a tiros, no bairro Bom Jardim. Segundo a Polícia, criminosos que seriam, supostamente, de uma facção, mataram as vítimas  com vários tiros à queima-roupa na comunidade Marrocos.

A mulher assassinada era uma ex-presidiária e usava uma tornozeleira eletrônica. Ela teria deixado a cadeia há menos de um mês e foi fuzilada junto com o companheiro.

O terceiro caso ocorreu na noite de sexta-feira (12), quando uma jovem foi morta, a tiros, no Município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Neste mês de outubro, 11 mulheres foram assassinadas no Ceará. Veja, a seguir, os registros do mês.

MULHERES MORTAS NO CEARÁ EM OUTUBRO:

01 – (01/10) – Edineuza Costa Silva (bala) – Bairro Salviano Campos/Pompéia (QUIXERAMOBIM)

02 – (02/10) – Laynara Sousa da Silva (bala) – Rua 118/Bairro Conjunto Timbó (MARACANAÚ)

03 – (03/10) – Sara  da Silva Conceição  (bala) – R. Sargento João Pinheiro/Jatobá/Siqueira (CAPITAL)

04 – (04/10) – Jéssica Victor de Lima (bala) –  Sede (LIMOEIRO DO NORTE)

05 – (06/10) – Janaína da Silva Rodrigues (bala) – Rua da Conquista/Bairro de Fátima (CAPITAL)

06 – (07/10) – Ana Paula (bala) – Rua Democrata/Bairro Granja Portugal (CAPITAL)

07 – (08/10) – Vítima não identificada (bala) – Lagoa da Precabura  (EUSÉBIO)

08 – (09/10) – Vítima não identificada (achado/faca) – (CAUCAIA)

09 – (12/10) – Vítima ainda não identificada (bala) – MARANGUAPE

10 – (13/10) – Vítima ainda não identificada (bala) – Bairro Bom Jardim (CAPITAL)

11 –  (13/10) – Francisca Luzia Jerônimo Lima (bala) – Sede (RUSSAS)


Fonte: Ceará News 7

TRE aprova pedido de auxílio de forças federais para o segundo turno das eleições no CE


O reforço de tropas federais para o segundo turno das eleições no Ceará será requisitado novamento pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE). A decisão pelo pedido ao Supremo Tribunal Federal (TSE) foi aprovada por unanimidade pelos juízes da Corte, em sessão nesta segunda-feira (15), presidida pela desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira.

A exemplo do primeiro turno das eleições, a proposta é solicitar o auxílio dos militares para Fortaleza, Caucaia, Juazeiro do Norte, Maracanaú e Sobral, as cinco cidades com mais de 100 mil eleitores, conforme opinou o presidente da Comissão de Segurança do TRE, Eduardo Scorsafava.

Também foi favorável à requisição das tropas federais o procurador regional eleitoral, Anastácio Tahim Júnior.


Por G1 CE

Ciro era a melhor estratégia para ganhar a eleição, diz petista Jaques Wagner


Coordenador da campanha de Fernando Haddad à Presidência, o ex-governador da Bahia e senador eleito Jaques Wagner afirmou, nesta segunda-feira (15), que a melhor estratégia para uma vitória na corrida presidencial seria o lançamento de Ciro Gomes (PDT) ao Palácio do Planalto.

Repetindo ser defensor de alternância de poder e do fim da reeleição, Wagner fez essa avaliação ao comentar uma proposta da senadora Katia Abreu que sugeriu a substituição de Haddad por Ciro Gomes para garantir a eleição.

Wagner disse que esse era um assunto superado, mas ressaltou sempre ter defendido um acordo com Ciro. Questionado, então, se essa seria a melhor estratégia para o campo de esquerda, Wagner concordou, sob o argumento de que a campanha de Jair Bolsonaro se resume ao ataque ao PT.

"O que eles têm a dizer? É anti-PT. É anti-PT".

Embora reconheça que o PT está estigmatizado, segundo suas próprias palavras, Wagner disse ter esperança de que o medo de Bolsonaro derrube resistências a Haddad neste segundo turno.

"Se as pessoas tiverem mais medo dele do que raiva do PT, podem votar no Haddad. Não precisa amar o PT".

Wagner disse ainda ter esperança de uma declaração de apoio mais contundente de Ciro: "Não vou jogar a toalha. Ele pode enviar um live de onde ele estiver", disse o ex-governador em referência ao fato de Ciro estar na Europa.

Wagner acrescentou: "Alguém me disse que ele voltaria antes e anunciaria o apoio mais contundente".

Segundo Wagner, Haddad defende a amplitude das alianças como saída para a situação.

Também integrante do comitê eleitoral petista, o tesoureiro do PT, Emídio de Souza, afirma que "essa campanha foi feita no submundo". Segundo ele, as fake news estão deformando a vontade popular e as autoridades não estão atacando sua matriz.

"A atuação do TSE está sendo frágil para combater o estímulo à violência na campanha. O TSE tem que coibir a fábrica de fake news", diz.


Fonte: Diário do Nordeste

Cadeia onde criança foi estuprada passa por princípio de rebelião


Um princípio de rebelião foi registrado na noite desta segunda-feira (15) no Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (Cepis), também conhecida como CPPL V, em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza.

A informação foi confirmada por familiares de detentos e agentes penitenciários que estavam no local, mas que não quiseram se identificar.

Os presos dos pavilhões 6 e 7 iniciaram o motim, serrando as grades das celas, e se dirigiram à área externa. Os agentes conseguiram controlá-los e levá-los ao pavilhão 8. A Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) não confirmou a rebelião.

Ainda segundo os agentes penitenciários presentes, o motivo para o movimento dos presos foi a suspensão das visitas de crianças à unidade prisional. A decisão da Sejus aconteceu após o estupro de uma menina de 11 anos na CPPL V, ocorrido no sábado (13).

Estupro de vulnerável

A criança entrou no local com a mãe, para para auxiliar na entrega de produtos pessoais para o pai. Durante a visita, um detento cometeu o abuso.

A criança foi socorrida e levada a uma unidade hospitalar. No local, exames médicos e periciais comprovaram o abuso.

De acordo com a Sejus, foi registrado um procedimento de estupro de vulnerável na Delegacia Metropolitana do Eusébio. "Contudo o caso está em segredo de Justiça. A Delegacia Metropolitana de Itaitinga dará continuidade às investigações", informou, em nota.


Fonte: Diário do Nordeste