}); PORTAL ORÓS

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Costumes e tradições da Semana Santa permanecem vivos no interior


Nesta época do ano em que os católicos celebram a Semana Santa, a religiosidade popular expressa seus ritos seculares. No sertão cearense, grupos de penitentes e de caretas circulam por ruas das cidades e por estradas de localidades rurais, mantendo viva a tradição e a cultura do lugar.

Enquanto a chuva renova a paisagem do interior, os sertanejos afloram a fé com as manifestações folclóricas e de religiosidade popular. Em Cedro, grupos de penitentes realizam caminhadas nos sítios rezando, cantando benditos e pedindo esmolas. Um deles, formado por 12 agricultores, percorre estradas de sítios e vilas rurais. Por onde passam o silêncio da noite é quebrado por rezas e cantos de benditos. Vestidos com ´opa´, uma espécie de bata, com cruzes, em estilo de roupa medieval e na mão portando "cacho" (chicote com lâminas de ferro afiadas), os penitentes cumprem a tradição que chegou ao Cariri cearense em 1850 e se espalhou por regiões vizinhas.

Antônio Cipriano, que é decurião, isto é, o líder do grupo, diz que se esforça para manter vivo o ritual. "O que nós fazemos é penitência, tradição e obrigação", explicou. "Jesus sofreu por nossos pecados e nós rezamos para não cair em tentação".

Os penitentes são homens simples e abnegados, que mantêm a tradição. Identificam-se com crendices populares e dogmas religiosos. O ritual é próprio, e os benditos são cantados em voz alta, misturando agudos e graves, que ecoam nas estradas e casas do sertão nordestino noite adentro. Em frente às casas, o grupo canta e reza até que saia um morador para doar uma esmola. Às vezes, são convidados pelo dono da casa a entrar e rezar, abençoando o lar, a família, como forma de agradecimento ou para expressar pedido por graças.

Caretas

Outra tradição mantida na região são os grupos de caretas. Em Iguatu, há forte expressão que tem raiz no sítio Tipis. Em Cariús, o costume é mantido na localidade de Caipu e em outros sítios. No município de Umari, há um núcleo animado no sítio Logradouro. Outra cidade que mantém a tradição popular é Quixelô.

Os caretas são grupos de brincantes que saem às ruas e estradas nessa época do ano em busca de donativos para a tradicional brincadeira de malhação do judas, na noite de Sábado de Aleluia para o Domingo de Páscoa, quando os cristãos comemoram a ressurreição de Jesus Cristo.

Ao som de sanfona, zabumba e triângulo, os caretas percorrem ruas da cidade e localidades rurais. No sítio Logradouro, em Umari, o mestre Geraldo Ferreira de Araújo lembra que a tradição foi herdada dos pais e avós. "Hoje, é mantida pelos jovens", observou. "Os donativos são distribuídos para famílias carentes e servem para a brincadeira do sítio na malhação do judas". Eles usam máscaras, saiotes, paletós, camisas de mangas compridas e alguns calçam botas. A regra é fazer muito barulho e não ser identificado.

Renúncias

O Código de Direito Canônico diz que todas as sextas-feiras do ano e o período de Quaresma são tempos de penitência. A abstinência de carne ou de outro alimento deve ser observada pelos fiéis da Igreja Católica. No caso do Brasil, a Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB) substitui essa privação por "outras formas de penitência, principalmente, obras de caridade e exercícios de piedade".

"Minha mãe dizia que o Padre Cícero jogava carne para os urubus e nem eles comiam. Era pecado", relembra a aposentada Maria de Jesus Pereira. A tradição popular do jejum, ao longo dos anos, vai se alterando. A vendedora autônoma Maria Alves, por exemplo, reproduz o que aprendeu com sua mãe e, durante a Quaresma, renuncia a carnes vermelhas nas quartas e sextas. "Os filhos até acham ruim", admite.

"Para mim, isso representa o que Jesus sofreu para nos salvar. Ele não se reclamou em momento algum. Então, isso não é nada demais, além de uma gratidão. É o mínimo", completa a vendedora. Já a assessora jurídica Vivianne Brasileiro, de 33 anos, se privou de carne nesse período há quatro anos. Ela acredita que isso foi uma experiência espiritual interessante. "Vi que estou pronta para qualquer renúncia", completa.

Véu quaresmal

Outra tradição desse período presente na liturgia católica é o costume de cobrir as imagens de santos e cruzes com panos, em sua maioria roxos, nos altares das igrejas, que foi refletida pela cultura popular e, hoje, se mantém presente nos altares das casas. A prática começa no Domingo de Ramos, que antecede a Semana Santa. Acredita-se que o costume tenha surgido na Gália, no século VII, quando, na época de Quaresma, se cobria e tirava da Igreja tudo que servia de ornato: cruzes, relicários, evangeliários. Na Itália, a prática era conhecida no século XI.

Os significados são os mais diversos. Alguns historiadores acreditam que o véu, "o pano de fome", recordava os fiéis da importância de jejuar. Outros acreditam que a Igreja antecipa o luto pela morte de Jesus, trazendo aos religiosos uma mortificação a sua visão. Por fim, outros pesquisadores acreditam que a coberta coloca Cristo como o centro da atenção durante a semana.

Em Juazeiro do Norte, a tradição perdura ainda nos altares populares, principalmente, nas casas próximas à Capela do Socorro e na subida da Colina do Horto. A comerciante Pedrina dos Santos Lima, por exemplo, ergueu um grande cobertor branco em toda parede, ocultando quadros e esculturas. É uma tradição que começou pela sua mãe, mas que não consegue explicar. "Desde pequena, eu a vi fazendo e continuei. Eu só tiro no domingo de Páscoa".

A costureira Estelina Faustino também herdou essa tradição. "Eu cubro na quarta-feira. A gente foi criada assim. Como as estátuas são as fisionomias dos santos, então tinha esse negócio de cobrir como se eles fossem os apóstolos e não vissem Jesus crucificado". Assim com o significado do ato de cobrir as imagens é diverso, a representatividade deles para os devotos, também. "Isso é desde o começo do mundo, porque nas Igrejas cobriam. Minha mãe, que era do tempo do Padre Cícero, fazia. Então acho importante manter a tradição", pontuou a dona de casa Terezinha Ferreira Leite, que mora na Rua do Horto.

Fonte: Diário do Nordeste

31 pessoas morreram por afogamento no Ceará em 2019


Dados consolidados pelo Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) mostram que 31 pessoas morreram vítima de afogamento em rios e açudes do Estado, nos primeiros três meses de 2019. O percentual é 300% maior que o mesmo período do ano anterior.

O caso mais recente foi registrado no rio Maranguapinho, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Um pescador de 65 anos se afogou no local, no fim da tarde da última segunda-feira, 15.

Durante esta quinta, equipes dos Bombeiros realizaram buscas na região, com auxílio de drones, na tentativa de encontrar o idoso. Além disso, foi necessário a utilização de uma retroescavadeira, para retirada do excesso de vegetação aquática no local.

Ainda na segunda, o corpo de uma pessoa foi encontrada em São Gonçalo do Amarante, a 63,6 quilômetros de Fortaleza, conforme noticiou a Rádio O POVO CBN. No mês anterior, foi registrado, no mesmo Município, a morte de Manoel Gomes de Oliveira, de 80 anos, após afogamento na barragem Siupé.

Já em 25 de fevereiro, duas mulheres morreram afogadas após salvarem duas crianças. O ocorrido foi no bairro Sítios Novos, em Caucaia, na RMF. Em janeiro, um homem foi vítima de afogamento em lagoa no Conjunto Ceará.

Para evitar novos casos, o Corpo de Bombeiros ressaltou os principais cuidados na hora de tomar banho em rios e açudes.

Confira:

- Jamais tente entrar na água se não tiver o hábito de nadar ou caso tenha ingerido bebida alcoólica;

- Mesmo que você atenda as condições acima, o ideal é só entrar na água onde existam guarda-vidas por perto;

- Nunca tente atravessar a nado rios e açudes. A baixa flutuabilidade da água doce torna a tarefa exaustiva até para nadadores frequentes.

- Crianças jamais devem tomar banho desacompanhadas de um adulto habilitado a nadar.

*As dicas foram repassadas pela assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros.

Fonte: O Povo


Saboeiro: Prisão de homicida


Nesta quinta-feira dia 18/04/2019, por volta das 05h30min, a Polícia Militar através do telefone 190 recebeu a informação de que ocorrera um homicídio no Distrito de Cruzeta, 08km de Saboeiro, onde um indivíduo teria sido morto por pancadas produzidas por uma barra de ferro, a VTR-10421 foi até o local e constatou a veracidade dos fatos.

A vítima é o sr. CARLOS A. C. SANTOS. Após diligências realizadas pelos policiais citados acima, foi localizado as margens que liga o Distrito de Cruzeta a Saboeiro, o acusado WOSHIGTON B. C. SOUSA. Ele confessou a autoria do crime e relatou ter cometido em razão da vítima ter tentado praticar sexo a força coagindo-o com uma faca, e foi assim que ele golpeou a vítima com a barra de ferro, os policiais encontraram com ele uma chave de fenda na cor amarela e uma faca tipo peixeira, ambos estavam bebendo juntos desde ontem, encontravam-se embriagados. Foi conduzido à Delegacia Regional de Iguatu para a lavratura do flagrante delito, vale salientar que as informações repassadas pelo acusado não foram localizadas pelo Sistema Integrado da Polícia, ou seja, os dados não estão no sistema.


 Fonte: Quartel do 10º BPM, Iguatu – CE, 19 de abril de 2019.

Tarrafas: Cabeleireiro é morto a facadas


Nesta quinta-feira dia 18/04/2019, por volta das 08h00min, a Polícia Militar foi informada por populares, que na estrada carroçável que do acesso ao Sítio Ribeira, zona rural de Tarrafas/CE; mais precisamente próximo ao “matador público”; havia um corpo do sexo masculino, deitado ao solo sem vida. De imediato a VTR 10371 foi ao local e constatou a veracidade da informação. 

Que a vítima foi identificada por nome de EXPEDITO A. DE SOUSA, 50 anos, natural de Tarrafas/CE, cabeleireiro; o qual não tem antecedentes criminais no sistema SSPDS. Que segundo familiares, a vítima estava sumida desde a noite do dia (17/04/2019), e que hoje quinta pela manhã (18/04/2019) foi encontrado. A vítima tinha várias perfurações ocasionadas por faca. Que o rabecão do IML compareceu ao local e fez a remoção do corpo para a adoção das medidas cabíveis. Saliento que o policiamento faz diligências para localizar e prender o autor.


Fonte: Quartel do 10º BPM, Iguatu – CE, 19 de abril de 2019.

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Orós e toda região em destaque no programa HORA DA NOTÍCIA, desta quinta 18/04/19 com Josemberg Vieira


DESTAQUES DE HOJE:

Preços da semana santa no comércio de Orós veja a matéria;
Açude do Caro Custo está quase cheio matéria do internauta;
Via sacra percorre as principais ruas de Orós até o cruzeiro;
Agentes de saúde do Ceará terão reajuste de 23% no piso salarial;
Tarifa de contingência da Cagece pode ser prática abusiva, aponta Decon;
Suspensa a transferência de água do Açude Castanhão para Fortaleza até 30 de junho;

Seja o nosso repórter envie sua matéria (88) 9.9422.0106 - SIGA, CURTA, COMPARTILHA! OBRIGADO.

Instagram Josemberg Vieira: https://instagram.com/josembergvieira?utm_source=ig_profile_share&igshid=1vrif50yxvl10

Canal Josemberg Vieira: www.youtube.com/Josembergoros

Canal do Portal Orós: https://www.youtube.com/channel/UCiypqX4tErKL8FY3MvGFYww

Página: https://www.facebook.com/portaloros

Site: www.portaloros.com.br

Agentes de saúde do Ceará terão reajuste de 23% no piso salarial

Agentes comunitários de saúde com vínculo estadual passam a contar com um novo piso salarial, no valor de R$ 1.250,00, o que representa um aumento de 23%. O reajuste foi sancionado pelo governador Camilo Santana, na manhã desta quarta-feira (17), em solenidade no Palácio da Abolição, em Fortaleza. A mensagem enviada pelo Governo do Ceará no final de março para deliberação da Assembleia Legislativa foi aprovada por unanimidade no último dia 4 de abril pelos deputados estaduais.

“A Assembleia Legislativa teve um papel fundamental, já que aprovou com rapidez e por unanimidade essa lei que beneficia diretamente centenas de profissionais de uma categoria importantíssima para a promoção da saúde de todos os cearenses”. Destacou José Sarto presidente da assembleia legislativa do Ceará.


Sanção da Lei de reajuste do piso dos agentes comunitários de saúde.




O governador disse que, garantir esse reajuste aos profissionais, é uma maneira de agradecer pelo trabalho realizado dia a dia nos diversos lares cearenses pela categoria. “O agente comunitário de saúde do Ceará tem um simbolismo muito forte, porque foi aqui no estado que nasceu o Programa de Saúde da Família (PSF). O que nós fizemos foi garantir a continuidade do pagamento do piso salarial nacional, compromisso que assumi e pago desde 2015. É um reconhecimento ao trabalho dos agentes comunitários de saúde do Ceará. Eu sempre digo que o agente de saúde cria uma relação com as famílias. Ele é um pouco de psicólogo, educador, enfermeiro, médico. Ele convive e conhece a realidade da família”, disse Camilo Santana. O governador garantiu ainda que, enquanto estiver à frente do Governo do Ceará, o Estado vai pagar o piso nacional para a categoria.

Conquistas da categoria

Desde 2015, o profissional vem conquistando importantes benefícios concedidos pelo Estado. Marta Brandão, presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Estado do Ceará (Sindsaúde), destacou a atenção especial que os agentes recebem do Executivo Estadual. “Aqui a gente vem tendo importantes êxitos. O governador Camilo foi um dos primeiros governadores a criar a lei para assegurar o pagamento do piso nacional. Depois ele garantiu o direito ao adicional de insalubridade, que muitos agentes comunitários no Brasil não têm. E agora sinaliza mais uma vez o compromisso dele ao enviar para a Assembleia a mensagem que garante o reajuste dos agentes de saúde vinculados ao Estado. Isso é muito importante para a categoria”, comemora.

Tarifa de contingência da Cagece pode ser prática abusiva, aponta Decon


Em vigor desde dezembro de 2015, a tarifa de contingência aplicada pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) pode ser considerada prática abusiva, de acordo com os órgãos de defesa do consumidor. O motivo apontado é a falta de transparência nos cálculos utilizados e na data limite de vigor da tarifa.

O diretor de fiscalização do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), Pedro Ian Sarmento, avalia que, embora a medida esteja sendo utilizada por conta da escassez hídrica, a cobrança extra já dura muito tempo. "Está desde o fim de 2015. Até quando vai durar?", questiona.

Em nota, a Companhia esclarece que a "tarifa está vinculada diretamente ao estado de escassez hídrica que o Ceará atravessa e deverá permanecer enquanto esta situação perdurar". Além disso, "o que define este estado crítico é o Ato Declaratório 01/2015/SRH que dispõe sobre a declaração de situação de escassez hídrica em todo o estado do Ceará", continua o texto.

Ainda segundo a Cagece, apesar dos resultados da quadra chuvosa deste ano, a situação atual dos aportes nos reservatórios dos sistemas Jaguaribe e Metropolitano, que abastecem Fortaleza e Região Metropolitana, é pior que a encontrada há quatro anos. "Em 2015, quando foi publicado o ato declaratório, a situação de aporte dos reservatórios dos sistemas Jaguaribe e Metropolitano era de 16,41% da capacidade. Hoje, esse percentual chega a apenas 9,56%".

A Companhia ainda pontua que, "de acordo com a Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), para sair do estado crítico de escassez hídrica e entrar em uma condição mais segura de abastecimento, é necessário que os reservatórios do Estado estejam com, pelo menos, 30% da capacidade".

Sarmento ressalta, porém, que o consumidor não pode ficar pagando a sobretaxa por tempo indeterminado. "E se por acaso nunca mais chegar a 30%? Quanto tempo nossos açudes passarão no volume morto? A gente entende que essa cobrança do jeito que está é abusiva. O consumidor não pode ter um valor a mais sendo cobrado sem um respaldo legal simplesmente por imposição da Cagece e sem saber quando vai acabar", alerta.

Economia

Destacando a importância da tarifa de contingência, a Cagece pontua que o volume de água economizado com a medida até fevereiro deste ano é equivalente a 5,3 meses do consumo de Fortaleza. "A tarifa de contingência tem sido estratégica para evitar colapso no abastecimento".

Ainda assim, para o diretor de fiscalização do Decon, a companhia e outros órgãos do Estado não se mobilizam para fazer projetos de armazenamento e captação de água, principalmente nas regiões mais chuvosas do Ceará. "Só arrecada e fica por conta do consumidor que paga esses valores a mais sem uma regulamentação clara", dispara.

Sobre a arrecadação, a Cagece detalha que dos R$ 297 milhões arrecadados com tarifa até fevereiro deste ano, aproximadamente R$ 75 milhões foram destinados a impostos e R$ 154 milhões investidos nas ações de segurança hídrica. "Todo recurso da tarifa é destinado a uma conta especial que só é movimentada com autorização das agências reguladoras. O recurso da tarifa é destinado exclusivamente para ações e obras relacionadas à segurança hídrica. A Cagece dispõe ainda de um comitê que monitora diariamente o uso desses recursos".

Fonte: Diário do Nordeste


Polícia captura três suspeitos de envolvimento em incêndio a ônibus escolar no Assaré

Policiais da Delegacia Regional de Crato e Delegacia Municipal de Assaré cumpriram no fim da tarde desta quarta-feira (17) três mandados de prisão e de busca e apreensão dos envolvidos no incêndio de um ônibus escolar na cidade de Assaré. Na ocasião, outro carro que estava próximo ao veículo também foi atingido pelas chamas.
Um dos suspeitos, identificado como Wandergleyson Barbosa de Souza, havia sido identificado no dia do ataque, após ser flagrado por câmeras de monitoramento comprando combustível e ateando fogo no ônibus. Ele chegou a ser detido no dia, mas foi liberado.
De acordo com a polícia, durante as investigações foram identificados a participação de outras três pessoas. Além de Wandergleyson, foram presos José Iago Candido de Alencar e o mandante do crime, identificado como Antônio Fernandes de Oliveira, conhecido como Antônio Côco Seco, que está recolhido na Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (Pirc), localizada em Juazeiro do Norte. 
Ainda conforme a polícia, o quarto suspeito de envolvimento no crime está foragido desde o dia do ataque.


Fonte: Diário do Nordeste

Suspensa a transferência de água do Açude Castanhão para Fortaleza até 30 de junho

Foi suspensa a transferência de água do Açude Castanhão para Fortaleza e Região Metropolitana até o dia 30 de junho de 2019, segundo resolução publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (16). De acordo com a assessoria da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), este é um procedimento normal feito todos os anos para que o açude acumule água.
De acordo com a publicação, o Castanhão terá sua operação limitada à vazão média de 3,5 metros cúbicos por segundo para a perenização do Rio Jaguaribe. Enquanto isso, Capital e RMF seguem sendo abastecidos pelas águas do Sistema Metropolitano, formado pelos açudes Pacoti, Pacajus, Riachão e Gavião. 
A medida assinada pelo presidente do Conselho Estadual de Recursos Hídricos do Ceará, Francisco José Coelho Teixeira e pelo secretário executivo Carlos Magno Feijó Campelo, entrou em vigor a partir da data de publicação.
Reservatórios
Neste ano, o balanço parcial da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) indica que as chuvas do Ceará já encontram-se em torno da média histórica, que é de 600,7 milímetros entre fevereiro e maio. Os dois primeiros meses da quadra chuvosa ficaram 45% e 15,6% acima da média, respectivamente.
Apesar das precipitações observadas, os açudes do estado ainda estão em cenário crítico. Dos 155 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), 78 estão com volume abaixo dos 30%. O Castanhão, maior açude do estado, tem, neste momento, apenas 5,10% da sua capacidade total.

Fonte: Diário do Nordeste

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Orós e toda região em destaque no programa HORA DA NOTÍCIA, desta quarta 17/04/19 com Josemberg Vieira


DESTAQUES DE HOJE:

Açude Orós aumenta 06 centímetros nos últimos dias somando 2,79 M;

Primeiras camadas de asfalto começam a serem colocadas na estrada Orós/Santarém;

Em Porteira homem vende arma e o comprador é o Raio;

Conta de luz aumenta 7,39% a partir de segunda 22 de abril;

Primeira-dama, vereador e ouvidora de Pentecoste são presos por estelionato;

Epidemia de dengue tipo 2, mais grave, pode voltar ao Ceará;


Seja o nosso repórter envie sua matéria (88) 9.9422.0106 - SIGA, CURTA, COMPARTILHA! OBRIGADO.

Instagram Josemberg Vieira: https://instagram.com/josembergvieira?utm_source=ig_profile_share&igshid=1vrif50yxvl10

Canal Josemberg Vieira: www.youtube.com/Josembergoros

Canal do Portal Orós: https://www.youtube.com/channel/UCiypqX4tErKL8FY3MvGFYww

Página: https://www.facebook.com/portaloros

Site: www.portaloros.com.br

Em Porteira homem vende arma e o comprador é o Raio.


Após uma denúncia anônima, nesta terça-feira, por volta 16h30min, a equipe do Raio chegou a residência de Damião Oliveira dos Santos localizada na rua Vereador de Decaboclo de no centro da cidade de Porteiras no Ceará.

As informações davam conta que ele estaria vendendo uma arma de fogo calibre 38 com três munições intactas, ao invés de um cliente Damião Oliveira recebeu a visita da equipe do Raio, o homem foi levado para a Polícia Civil onde foi autuado e vai responder pelo crime de posse de arma de fogo.

Portal Orós Josemberg Vieira

Conta de luz aumenta 7,39% a partir de segunda 22 de abril.


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou uma revisão tarifaria da Enel Ceará, válido a partir de 22 de abril. O índice estabelecido é inferior aos 11,62% sugeridos inicialmente.

Para o consumidor de baixa tensão o aumento será de 8,35%, em média, sendo de 7,39% para consumidores residenciais, enquanto o aumento médio para as tarifas de consumidores atendidos em alta tensão será de 7,87%. Os índices estabelecidos são resultado da quinta revisão tarifária da concessionária, que ocorre de quatro em quatro anos.

Eita povo sofredor esse povo cearense, prepare seu bolso.


Portal Orós Josemberg Vieira