segunda-feira, 24 de setembro de 2018

AGORA NO PROGRAMA HORA DA NOTÍCIA OS FATOS QUE VIRARAM NOTÍCIA EM ORÓS, NA REGIÃO, CEARÁ E O MUNDO NESTA SEGUNDA 24/09/18.



DESTAQUES:

Jovem é encontrado morto dentro de escola em Iguatu Polícia captura quatro suspeitos; Em Icó achado de cadáver; Em Baixio suicídio por enforcamento; Sobral registra um fim de semana sangrento com oito pessoas assassinadas; Número de foragidos da Justiça com tornozeleiras; Simaria fala de novo afastamento dos palcos: 'Não tem condição de estar na estrada'; Criminosos destroem canil de abrigo para cães doentes e abandonados na Grande Fortaleza; TRE anuncia locais exclusivos para justificativa do voto; Guarda Municipal morre uma semana após acidente no último dia de romaria em Juazeiro; Dono da rádio FM União, de Jaguaruana, sofre tentativa de assassinato; Ex-vereador acusado de matar companheira a facadas é julgado em Fortaleza; Acidentes de trânsito e assassinatos deixam 52 mortos no Ceará no fim de semana  essas e outras agora para você ficar bem informado.

Vamos assista, curtir, seguir e compartilhar? Obrigado. Zap do povo (88) 9.9422.0106 Acesse www.portaloros.com.br ou www.diariocearense.com.br me segue no Instagram @josembergvieira

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

É Hora da Notícia no seu Portal Orós Jornalismo verdade a serviço do povo! Sexta 21/09/18



Número de assassinatos de mulheres cresce 60% no Ceará


Representantes de movimentos feministas e sociais, organizações não governamentais e membros da sociedade civil e do poder público cravaram, ontem, na areia da Praia de Iracema 315 cruzes, em referência ao número de mulheres assassinadas no Ceará até o dia 8 de setembro deste ano.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), até o dia 12 de setembro de 2018, foram registrados 321 homicídios à mulheres no Estado. Um aumento de 60%, se comparado a 2017, quando no mesmo período, 197 mulheres foram assassinadas.

O dado questiona sobre o que fez crescer a violência, como evitar, punir os agressores, e proteger as mulheres da violência que avança. "A mulher que morre vítima de violência letal, muitas vezes já sofreu com violência de gênero (psicológica, patrimonial, física)", alerta a psicóloga Daniele Negreiros, que compreende a morte feminina como um "processo" entre a rua e o lar.

As manifestantes reivindicavam, sobretudo, a garantia do direito de continuar vivas. Outras faziam ouvir vozes silenciadas pela violência, como Maria Rosilene Brito. Uma das cruzes fincadas na areia representa a filha dela, Stefhany Brito , de 22 anos, assassinada em 1º de janeiro de 2018, pelo ex-namorado que não aceitava o término do relacionamento abusivo. "Minha maior motivação (a participar do ato) foi pedir justiça pela minha filha. E não só por ela, porque isso pode acontecer com qualquer uma", explica a mãe, que ainda não viu o culpado do seu luto preso.

Subnotificação

Entre os 321 homicídios a mulheres de 2018, apenas 15 foram registrados pela SSPDS dentro da categoria de feminicídio - crime que tem como principal característica o fato de a vítima ser mulher.

Para Daniele Negreiros, técnica do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, "a subnotificação vem desse cenário onde o ambiente doméstico é mais difícil de acessar". A especialista ainda sugere que o fortalecimento de coletivos feministas possam contribuir para o maior número de denúncias, uma vez que, em rede, as mulheres podem se sentir mais seguras"

Prevenção

A integrante do Fórum Cearense de Mulheres afirma que os movimentos sociais propõem medidas através da educação, e que uma das principais reivindicações é a criação do Plano Estadual de Políticas Públicas. Além disso, Beth Ferreira cobra o "Plano Emergencial de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres", prometido pelo Governo do Estado, mas que ainda não saiu do papel.

A SSPDS esclarece que a maioria dos registros de morte de mulheres está ligada ao tráfico de drogas, o latrocínio e disputa entre grupos criminosos. Em relação ao enfrentamento, a pasta informou que "para combater os crimes contra a vida, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) teve o número de delegacias ampliado de cinco para 11, em 2017".

Fonte: Diário do Nordeste

Plantão policial em toda região: Principais ocorrências de 20 para 21/09/2018


IGUATU: FURTO A PESSOA

            No dia 20/09/2018, por volta das 11h20min, a Polícia Militar foi informada via 190, acerca de um furto de celular ocorrido na Rua Cel. Virgílio Correia, 182 – Centro. O policiamento na VTR 10291 compareceu ao local e constatou a veracidade da informação. Segundo informações da vítima I. ALVES DE MATOS DUARTE, 40 anos;

 Uma senhora adentrou no estabelecimento comercial onde a mesma trabalha e aproveitou um momento de sua distração e furtou seu aparelho celular moto g5, tomando em seguida rumo ignorado, em uma motoneta sem placa que dava apoio a ação. A polícia de posse das informações saiu em diligência no sentido de localizar e prender os infratores.



IGUATU         PRISÃO POR FURTO A PESSOA


            No dia 20/09/2018, por volta das 11h40min, os policiais da Força Tática faziam diligências a procura dos autores do furto ocorrido neste mesmo dia, quando na Av. Carlos Roberto Costa, em frente ao Super Lagoa, abordaram um casal que batia com as características dos suspeitos, sendo eles: Lidiane de Lima Batista, 29 anos, residente em Juazeiro do Norte-Ce; e Wanderson Ferreira da Silva, 20 anos. Ambos foram conduzidos para a Delegacia Regional de Iguatu, onde foram reconhecidos pela vítima, sendo autuados pelo crime de furto.


ACOPIARA   ROUBO DE VEÍCULO


            Informo que hoje 20/08/2018, por volta das 21h00min, a Polícia Militar foi informada pelo 190 através da vítima FRANCISCO ARAÚJO NETO, 51 anos; o mesmo informou que por volta de 12h00min trafegava pela estrada vicinal na companhia de sua esposa MARIA DE LURDES DO NASCIMENTO ARAÚJO, 48 anos; quando na altura do Sítio Canto Alegre, distante 18 km da sede do município, foram abordados por dois elementos sendo um deles armado que anunciou o roubo e subtraiu uma motocicleta HONDA/NXR150 BROS ES, COR PRETA, PLACA: OCC0936.

Rapidamente a RP-10461 realizarou diligência, porém não conseguiram obter êxito. Já no início da noite, o policiamento pertencente ao Destacamento de Piquet Carneiro deparou-se com dois elementos identificados como: ANTÔNIO GOMES DA SILVA, vulgo “Salsicha”, foragido da Cadeia Pública de Piquet Carneiro; e LUCAS BENTO DE SOUSA, 20 anos.

Os dois indivíduos circulavam no município de Piquet Carneiro na referida motocicleta roubada, sendo dada foi dada voz de prisão aos mesmos. Posteriormente foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil de Quixeramobim.



Com informações do Quartel do 10º BPM, Iguatu – CE, 21 de SETEMBRO de 2018. 3º SGT PM VILSON – CB PM ASSIS

Procurados por homicídio no Ceará vão para a lista da Interpol


Os dez acusados de matar os líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) - Rogério Jeremias de Simone, o ‘Gegê do Mangue’, e Fabiano Alves de Sousa, o ‘Paca’ - no Ceará, devem entrar para o Canal de Difusão Vermelha da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal). A decisão da 1ª Vara da Comarca de Aquiraz pela inserção dos nomes dos criminosos na lista dos mais procurados do mundo.

Os juízes Mônica Lima Chaves Coutinho, Edísio Meira Tejo Neto e Cristiano de Carvalho determinaram a inclusão do grupo na lista, no último dia 6 de setembro, mas o documento foi publicado no portal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) na última quarta-feira (19). Os magistrados pedem urgência na medida. Porém, até a tarde de ontem, o nome dos denunciados não constava no site da Interpol.

A determinação da Justiça é baseada na suspeita de a quadrilha já ter deixado o Brasil. “Os acusados sobre os quais recaem as prisões preventivas decretadas tratam-se de pessoas envolvidas em organização criminosa, com atuação em âmbito nacional e internacional, cujos indícios constantes na presente ação penal indicam que os mesmos estejam em outro país estrangeiro ou mesmo em território brasileiro na iminência de evasão”, descrevem os juízes.

Os novos integrantes do Canal de Difusão Vermelha devem ser Gilberto Aparecido dos Santos, o ‘Fuminho’; André Luís da Costa Lopes, o ‘Andrezinho da Baixada’; Erick Machado Santos, o ‘Nego Rick’; Ronaldo Pereira Costa; Carlenilto Pereira Maltas, o ‘Ceará’; Tiago Lourenço de Sá de Lima; Renato Oliveira Mota; Felipe Ramos Morais; Maria Jussara da Conceição Ferreira Santos; e Jefte Ferreira Santos.

Riscos

O único dos criminosos que está preso é Felipe Ramos Morais, que se encontra no Sistema Penitenciário cearense. Mesmo recluso, o piloto do helicóptero que levou assassinos e vítimas para uma reserva indígena, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), deve entrar na lista. Para a Justiça, existe “risco de fuga” do detento. Os outros nove denunciados seguem foragidos, com a prisão decretada.

Além de determinar a publicação dos mandados de prisões no site público da Interpol, o colegiado de juízes se compromete “a requerer formalmente a extradição caso os procurados sejam localizados e presos no exterior, providenciando a versão da documentação para o idioma do país requerido, com o fito de instruir o pedido diplomático no prazo concedido”.

A decisão, acompanhada dos mandados judiciais contra os acusados e da denúncia formulada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), foi encaminhada para a Superintendência Regional da Polícia Federal no Ceará, com vista à Difusão Vermelha.

Organização

‘Fuminho’ junto com Wagner Ferreira da Silva, o ‘Cabelo Duro’, morto ainda naquele mês de fevereiro, teria sido o mandante do duplo homicídio, segundo a investigação da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Ele seria o gerente financeiro do PCC e do próprio líder da facção, Marcos Willians Herbas Camacho, o ‘Marcola’. As últimas notícias sobre Gilberto Aparecido dão conta que ele morava na Bolívia e é o único dos acusados que não tem informações sobre passagem pelo Ceará.

‘Andrezinho da Baixada’, ‘Neguinho Rick da Baixada’, Ronaldo Costa, Carlenilto Maltas e Tiago Lima e ‘Cabelo Duro’ teriam efetuado os disparos contra ‘Gegê do Mangue’ e ‘Paca’. Parte dos executores são membros do PCC em Santos (SP); Carlenilto e Tiago são cearenses. Renato Mota, com residência no Ceará, teria dado apoio direto à ação criminosa; Felipe Morais, era o piloto o helicóptero; e Maria Jussara e Jefte Santos, mãe e filho, teriam auxiliado na logística do crime, negociando a estadia dos homens em uma pousada.

‘Fuminho’, ‘Neguinho Rick’ e Tiago foram acusados por homicídio qualificado, organização criminosa, falsificação de documento e concurso de pessoas. ‘Andrezinho da Baixada’, Ronaldo, Carlenilto e Renato foram denunciados por homicídio qualificado, organização criminosa e concurso de pessoas. Felipe Morais, Maria Jussara e Jefte, livraram-se da acusação de homicídio, mas respondem pelos outros crimes.

Fique por dentro

116 brasileiros são alvos da Instituição

O Canal de Difusão Vermelha da Interpol é integrada por 116 brasileiros, com extradição demandada. A maioria está foragida. Alguns estão presos, outros localizados em algum País, mas ainda não foram presos, nem extraditados. Entre os crimes cometidos por essas pessoas estão tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e homicídio. Além da Interpol também tem listas de Difusão Azul (extradição de testemunhas e familiares de partes); Difusão Verde (criminosos habituais, que não precisam de mandados de prisão); Difusão Amarela (pessoas desaparecidas); Difusão Roxa (modos de agir de criminosos); Difusão Laranja (armas dissimuladas); e Difusão Preta (identificação de cadáveres).

Fonte: Diário do Nordeste

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula


Nenhuma aposta acertou o prêmio principal da Mega-Sena especial da Mega Semana do Apostador, cujo sorteio foi realizado nessa quinta-feira (29), no Caminhão da Sorte estacionado na cidade de Oliveira, em Minas Gerais.

As dezenas sorteadas foram: 10 – 22 – 40 – 46 – 55 – 58.

Com isso, o prêmio previsto de R$ 17 milhões acumulou. De acordo com a Caixa, a estimativa para o concurso 2.081, que será realizado neste sábado (22), é de pagar R$ 22 milhões para quem acertar as seis dezenas.

Mega-Sena, loterias, lotéricas
Mega-Sena acumula e Caixa estima prêmio de R$ 22 milhões para o concurso deste sábado – Marcello Casal Jr./Agência Brasil
A Quina teve 38 vencedoras e cada apostador vai receber R$ 43.325,46. A quadra vai pagar R$ 813,26 a cada um dos 2.892 acertadores.

O bilhete simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) deste sábado em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país.

(Agência Brasil)

Garçom morto com guarda-chuva brigou com policial semana antes


O chefe do garçom Rodrigo Serrano, de 26 anos, disse que ele brigou com um policial militar três semanas antes de morrer com três tiros disparados por um PM no Chapéu Mangueira, na Zona Sul do Rio nesta segunda-feira (17). Testemunhas dizem que o agente teria confundido o guarda-chuva que a vítima segurava com um fuzil.

Segundo o relato o chefe César Salas ao jornal ´Extra´, Rodrigo faltou o trabalho no Delirium Tap House, em Ipanema, durante dois dias seguidos pois havia se envolvido numa briga com um PM na favela.

"Ele contou que um tiro atingiu um vidro da casa dele. E ficou indignado porque tinha dois filhos pequenos, e foi tomar satisfação com um policial. Segundo ele disse, o caso terminou em briga e ele acabou empurrando o PM", disse César, que deu R$ 180 para que a vítima trocasse o vidro.

Rodrigo trabalhou das 9h às 17h na segunda-feira e foi às compras ao sair de lá. O garçom morreu no caminho do mercado para a casa.

A Polícia Militar diz que nove agentes que participaram da ação afirmaram que "foram recebidos com disparos de arma de fogo na localidade conhecida como Bar do Davi na comunidade do Chapéu Mangueira". Um dos agentes revidou e atirou contra Rodrigo. Já uma testemunha ocular contestou esta versão, dizendo que não houve confronto. Foi apenas uma rajada de tiros da PM em direção à vítima.

Notícias ao Minuto

Caixa libera consultas sobre PIS por assistente de voz em smartphone


Os trabalhadores com saldo no Programa de Integração Social (PIS) podem usar o assistente de voz de telefone celular para consultar o calendário de pagamento e tirar dúvidas sobre o benefício. A Caixa Econômica Federal liberou o recurso para smartphones do sistema Android.

Para fazer a consulta, basta o correntista abrir o assistente de voz do Google no smartphone e falar “OK, Google”. Em seguida, o usuário pode entrar em contato com o banco ao pronunciar a frase “falar com a Caixa”. A partir daí, basta fazer perguntas para ser atendido pela plataforma de inteligência artificial do banco e tirar as dúvidas.

Atualmente, qualquer usuário pode consultar resultados de loteria e taxas de câmbio por meio do assistente de voz da Caixa. O banco pretende ampliar o serviço de inteligência artificial até o fim do ano.

(Agência Brasil)