quinta-feira, 24 de maio de 2018

Caminhoneiros bloquem saída de veículos no terminal da Distribuidora BR na cidade do Crato





Site Miséria

Ceará atinge a marca de 200 mulheres assassinadas em apenas cinco meses de 2018



O Ceará registrou nesta quarta-feira (23) mais um caso de assassinato de mulher. O corpo de uma jovem de 28 anos foi encontrado com marcas de tiros ao lado do namorado, que praticou o suicídio logo após matar a garota. Os dois foram encontrados dentro de uma caminhonete na zona rural do Município de Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba (a 345Km de Fortaleza). Com o fato, subiu para 200 o número de mulheres assassinadas no estado em menos de cinco meses de 2018.

Os corpos do comerciante Rogério Pereira Vieira, 49 anos, residente em Tianguá; e da namorada dele, Antônia Juliethe Oliveira, foram encontrados dentro do veículo dele, uma caminhonete Hilux, preta, placas NID-7772 (CE), na estrada que dá acesso à localidade de Juá (sentido Uruoca-Serra do Chapéu), próximo ao Distrito de Campo Redondo, na zona rural de Viçosa.

No colo do motorista foi encontrada a arma do crime, um revólver de calibre 38. O comerciante teria assassinado a namorada e logo em seguida praticado o suicídio. O corpo de Juliethe esta no banco do carona . A mulher tinha um tiro peito e lesões na mão esquerda. A caminhonete estava parada ao lado de um matagal, com o pisca-alerta e o som ligados.

Antônia Juliethe, segundo informações levantadas pela Polícia, trabalhava com o comerciante em uma lanchonete no Terminal Rodoviário da cidade de Tianguá.  Os corpos foram periciados no local e recolhidos, junto com a arma e o veículo, para o Núcleo da perícia Forense da cidade de Sobral, onde serão periciados.

Mortes

A morte de Antônia Juliethe elevou para 200 os casos de assassinatos de mulheres no Ceará neste ano. Em janeiro foram registrados 56 caso, em fevereiro 42, março 46, abril 33 e em maio 33. A maioria dos assassinatos ainda está para ser esclarecida. Entre as vítimas estão mulheres de várias idades, desde crianças e adolescentes a idosas.

Além do assassinato de Juliete, casos mais recentes estão sendo investigados pela Polícia, como a morte de uma mulher de 68 anos de idade e de seu filho, executados a tiros, na noite da última segunda-feira, na comunidade do Dendê, no bairro Edson Queiroz, na zona Leste de Fortaleza. Os corpos de Francisca das Chagas Anastácio, 68; e do filho Márcio Rocha Anastácio, 41, foram descobertos por vizinhos na manhã de terça-feira dentro da residência onde eles moravam.

Já na cidade de Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza (a 49Km da Capital), a adolescente Maria Deysiele de Sousa Lima, 15 anos, estudante, e que estava grávida, foi morta a tiros na noite de terça-feira. O crime ocorreu na portaria do condomínio onde a garota morava, no bairro Buriti. O crime ainda não foi esclarecido.

No fim de semana, uma idosa de 88 anos de idade foi violentada e espancada em sua residência, no bairro Bom Jardim, na Capital. O fato ocorreu na tarde do último sábado (19). No dia seguinte, a aposentada Maria Zuíla Pereira acabou falecendo no IJF-Centro. O suspeito foi preso em flagrante após sofrer uma tentativa de linchamento.


Estatística dos assassinatos de mulheres no Ceará em 2018:

 Janeiro …………………………..  56

Fevereiro …………..………….….. 42

Março …………………….…….…. 46

Abril …………………….…….…… 33

Maio* ……………………….…….  23

TOTAL ………………………..…. 200

 (*) até o dia 23/5




Fonte: Ceará News 7

Após incêndio em laboratório, aluna do interior do Ceará descobre material que pode amenizar poluição global



Natural do distrito de Ema, a seis quilômetros de Iracema, município com pouco mais de 13 mil habitantes no interior do Ceará, a estudante de 19 anos Myllena Cristyna da Silva fez uma descoberta científica após provocar um incêndio no laboratório da escola onde cursou o ensino médio. O incidente resultou em uma pesquisa de reciclagem de isopor e na geração de um material que pode ser usado para blindar o vazamento de petróleo no mar, contribuindo para a redução de um dos maiores problemas de poluição ambiental em todo o mundo.

A estudante desenvolveu a pesquisa ao ingressar no Instituto Federal do Ceará (IFCE) de Limoeiro do Norte, no curso técnico em Meio Ambiente.

"O diferencial do trabalho dela é que além de propor uma nova rota de destinação final para os resíduos de isopor, e isso já em um ponto positivo relacionado a questão ambiental, ela também gera um novo produto no mercado que vai trabalhar com a blindagem ou contingência de vazamento de petróleo", comenta o orientador e professor de Gestão Ambiental do IFCE de Limoeiro do Norte, Phylippe Santos.

Neste ano, ela participou pela segunda vez da Intel ISEF (International Science and Engineering Fair), maior feira de ciências do mundo, nos Estados Unidos, de onde voltou no último domingo (20). Com o projeto, ganhou duas bolsas de estudo para universidades do Arizona.


Incêndio

Enquanto fazia o experimento com isopor e solvente no laboratório da escola, Myllena se distraiu conversando com amigos e deixou a estufa queimar. O incêndio atingiu parte do local, quando a adolescente, desesperada, levou o experimento à pia. O choque térmico causado pela água formou uma espécie de cristal, e a partir de pesquisas com esse cristal, ela chegou ao material que pode ser usado em embarcações de petróleo para evitar vazamento e a consequente poluição da água.

A estudante escolheu trabalhar com isopor porque precisava participar da feira de ciências da escola. "No início do ano trocaram os ares-condicionados e juntou muito isopor na escola. A professora falou que isopor era sensível a solvente, e como tinha que fazer o projeto, reaproveitei o material que já tinha, mas não sabia o que ia produzir", conta.

Depois do incêndio, a punição para Myllena foi ficar afastada por um mês do laboratório. No entanto, a pesquisa ficou parada por quase um ano. Segundo ela, a escola não tinha equipamentos para desenvolver os testes.


Pesquisa

Se trata de um ciclo de reutilização do poliestireno expandido, conhecido popularmente como o isopor. A partir da retirada desse material do meio ambiente, a estudante conseguiu desenvolver cristais lisos e porosos. Submetendo esses materiais a uma bactéria, a jovem cientista diminuiu o tempo de decomposição do isopor no planeta – de cerca de 150 anos – para sete meses.

Myllena explica por que o produto desenvolvido com a técnica também impacta na poluição do mares com petróleo. "Todos os dias acontecem viagens de navio petroleiro, e é obrigatório fazer uma lavagem pra retirar o material impregnado no lastro, para não influenciar na próxima carga. A água utilizada pra isso é a água o mar, que é poluída com o petróleo. Esse material vai servir como película protetora do lastro, repele 95% do petróleo que ficava impregnado. Mesmo com a lavagem, as empresas não perdem material, nem ele vai pro meio ambiente”, detalha.

Além disso, a pesquisa desenvolveu um ciclo completo de reutilização do isopor, material que comumente é descartado de forma irregular no meio ambiente.

Com a bactéria usada para decompor plásticos, Myllena percebe que, na reação, é excretada a própria matéria-prima de que é feito o isopor e outros tipos de plástico: o óleo de estireno. Isso significa que, em vez de ser descartado de maneira imprópria, um isopor usado poderia ser reaproveitado pela própria empresa fabricante e submetido ao processo descoberto pela cientista, para gerar outros materiais, diminuindo o custo da empresa.

A pesquisa de Myllena também tem impactos econômicos. “O segundo ponto é resolver um dos problemas considerados um dos maiores problemas ambientais: o derramamento de petróleo no mar. Isso gera impacto ambiental e econômico, o petróleo é um material caríssimo, o derramamento causa prejuízo enorme”, ressalta.

Ela foi procurada para patentear o produto, mas recusou por não considerar a proposta de divisão de royalties justa.


Impossível

Filha de pai agricultor que estudou até o ensino fundamental, e de mãe doméstica, com ensino médio, Myllena nunca imaginou que pudesse alcançar uma realidade tão distinta.


Para os pais, ver a filha realizando tamanho feito é algo inacreditável. "Estou conquistando coisas que, pela nossa realidade, as pessoas julgam impossível. Não sou filha de advogado ou médico. Eles, que não tiveram oportunidade de estudar, vendo eu conquistar duas bolsas numa faculdade nos EUA… enchem os olhos d’água. Liguei pra minha mãe e disse ‘passei, vou pros EUA’, ela começou a chorar, não conseguia dizer nada no telefone", reflete a estudante.

O interesse pela ciência começou ainda nos primeiros anos da escola, quando conheceu as feiras científicas. “Não sabia como era, achava que era como na TV, com vulcões explodindo…”, conta.

Vencendo as feiras estudantis do interior, ela se reconheceu e abraçou o próprio caminho. “Na feira estadual, que era um nível mais avançado do que a realidade que eu tava acostumada, foi como um incentivo. Foi onde vi que era aquilo que queria pra minha vida, que eu amava ciências e feiras científicas.”

Myllena pretende cursar uma universidade pública no Arizona a partir do próximo ano, que lhe dará ajuda de custo para permanecer no local. “Minha avó tá aqui dizendo que não quer que eu vá, mas vou sim, é meu sonho”, diz, entre risos.


Por Cinthia Freitas, G1 CE

Caminhoneiros ampliam número de bloqueios nas rodovias do CE no 4º dia seguido de protestos



Motoristas de caminhão ampliaram os bloqueios nas rodovias federais do Ceará nesta quinta-feira (24), quarto dia seguido de protestos contra o aumento do preço do combustível. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), oito trechos estão fechados no estado, até as 9h01.

Caminhoneiros autônomos protestam desde segunda-feira (21) no Ceará e em outros estados do país. Os profissionais reclamam do aumento no preço do diesel e também reivindicam um reajuste nos valores recebidos pelos fretes.

Na Região do Cariri, a greve dos caminhoneiros afetou o fornecimento de combustível para as aeronaves. De acordo com a Infraero, o Aeroporto de Juazeiro do Norte só tem combustível para os próximos três dias.

As manifestações também prejudicaram o fornecimento de serviços como o dos Correios e no atraso na entrega de hortifrutigranjeiros na Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa), em Maracanaú, Grande Fortaleza. O transporte público não foi afetado pelos protestos, conforme o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

Nesta manhã, a PRF confirmou bloqueios em sete cidades do Ceará:


  • BR-116, km 18, Eusébio. Caminhões ocupam os dois senditos da via;
  • BR-116, km 70, Chorozinho. 850 caminhões ocupam 7 km do acostamento;
  • BR 116, Km 545, Penaforte. 200 caminhões ocupam ambos os sentidos da rodovia;
  • BR 222, km 334, Tianguá. Cerca de 100 caminhoneiros fecharam a rodovia;
  • BR 116, km 250, Alto Santo. Uma fila de caminhões se formou nos dois sentidos;
  • BR 116, KM 168, Russas. Caminhoneiros fecham a via desde as 17h30 de quarta-feira (23);
  • BR 116, km 215, Tabuleiro do Norte. Caminhoneiros fecharam um dos sentidos da via.
  • BR 304, km 47, Aracati. Caminhoneiros fecharam os dois sentidos da via.
  • Em todos os bloqueios, os caminhoneiros autônomos impedem o fluxo de veículos de grande porte e de cargas, como caminhoneiros e carretas. Longos engarrafamentos se formaram nos trechos bloqueados, conforme a PRF.


No Eusébio, os condutores pararam os caminhões nos dois sentidos da BR-116. A Polícia Rodoviária informou que cerca de 200 caminhoneiros participam do protesto. Um engarrafamento de cerca de 7 quilômetros se formou na rodovia.

Somente veículos de passeio, como carros e motos, ônibus e caminhões de pequeno porte estão transitando pelos bloqueios.

Caminhões com alimentos como cenoura, cebola, uva e maçã não chegaram ao posto da Ceasa, segundo o analista de mercado da Central, Odálio Girão. Ainda segundo Girão, o atraso da entrega dos produtos no posto de Maracanaú pode gerar aumento do preço. As principais mercadorias afetas foram as vindas do Sul e do Sudeste do país.

Reivindicações
Segundo o caminhoneiro Lázaro Amaral, um dos caminhoneiros que participa do protesto na BR-116, a categoria cobra uma redução no valor do diesel e também um reajuste nos preços dos fretes. Ele diz que os custos das viagens aumentaram, porém os lucros reduziram em torno de 50% devido à alta do combustível. Lázaro afirmou que os caminhoneiros devem permanecer com os protestos até que os preços sejam ajustados.

Um outro caminhoneiro ouvido pelo G1 disse que a retirada da Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico (CIDE), do preço do óleo diesel, anunciada pelo Governo Federal, não é suficiente para que os caminhoneiros encerrem as manifestações. José Antônio da Silva afirmou que o tributo representa apenas R$ 0,05 do preço do diesel.

Redução
Em decisão temporária, a Petrobras reduziu em 10% o preço do diesel pelos próximos 15 dias. A medida entra em vigor nesta quinta-feira e o impacto será de R$ 0,25 por litro no bolso dos consumidores.




Por Valdir Almeida e Gioras Xerez, G1 CE

Iguatu: Presos mataram ativista em 'ritual de magia negra' no Ceará para 'melhorar de vida', diz delegado



Dois homens presos pela morte de Jheyderson de Oliveira Xavier, ativista que atuava em defesa do público LGBT, afirmaram à polícia que assassinaram o jovem num ritual de magia negra para "baixar o espírito de satanás e melhorar de vida", conforme relatou o delegado Jerffison Pereira. O crime ocorreu na sexta-feira (18) em Iguatu, no do centro-sul do Ceará, e os suspeitos foram presos nesta quarta (23).

Conforme apontou o delegado, Roberto Alves da Silva (41 anos) e Gleudson Dantas Barros (30 anos) foram presos em flagrante e indiciados por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e posse ilegal de arma de fogo. Jheyderson estava desaparecido desde a sexta-feira (18). O corpo foi encontrado nesta quarta-feira (23) em uma cova rasa, com um tiro na nuca.

A polícia agora procura outros três suspeitos de participarem do crime. Todos já foram identificados.

Jhey de Oliveira, como era conhecido, tinha 24 anos e era estudante do curso de serviço social no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). A instituição emitiu uma nota de pesar pela morte do jovem. "Sensibilizamo-nos com a família, amigos e com os professores e colegas de curso, a quem prestamos nossa solidariedade."

A vítima também era ativista em defesa de direitos de gays, travestis e transexuais no interior do Ceará e realizava serviços sociais em Iguatu. O corpo apresentava sinais de tortura e ele foi morto com dois tiros.

Magia negra

O local onde a vítima foi encontrada fica a dez metros de uma residência no distrito de Suassurana, onde estavam dois dos suspeitos do crime. De acordo com o delegado Jerffison Pereira, na casa foram encontrados "livros de magia negra e ocultismo", um revólver 38 com munição, duas cápsulas de projétil já disparados, o celular da vítima, esculturas de entidades relacionadas a ocultismo, um crânio humano, "além de outros objetos relacionados a rituais satânicos".

Segundo as informações apuradas pela polícia, os dois presos são praticantes de rituais de magia negra.

Depoimento 'mentiroso'

Ainda conforme o delegado Jerffison Pereira, colegas da vítima informaram que Jhey de Oliveira havia faltado a aula na sexta-feira para se encontrar com um dos suspeitos do homicídio. "O suspeito deu um depoimento extremamente mentiroso, ele caiu em contradição. Ele disse que não via o Jheyderson desde novembro do ano passado, mas a gente encontrou imagens de uma câmera de segurança que mostra ele saindo com o pai de santo na sexta-feira [18]", diz.

O delegado aponta ainda que o suspeito foi reconhecido nas imagens pelos próprios pais. "Ele [o suspeito] puxa a perna [resultado de uma deficiência física] e aparece nas imagens usando uma mochila que também estava na casa dele", detalha o policial civil.



Por G1 CE

Fortaleza terá mais voos para Miami e destinos nacionais; confira lista



Um acordo firmado com o Governo do Estado, a Latam Airlines Brasil criou novos voos para o Ceará, a serem inaugurados em julho e agosto. Rotas para Orlando, em Miami, e Vitória, no Espírito Santo, vão ser inauguradas. Além disso, foram aumentadas frequências em voos para Miami e retomadas rotas entre destinos nacionais.

Rotas inauguradas

2 voos entre Fortaleza-Orlando-Fortaleza, por semana.
6 voos entre Fortaleza-Vitória-Fortaleza, por semana.
O voo de Fortaleza para Orlando passa a operar a partir do dia 5 de julho. Já o voo para Vitória será inaugurado no dia 1º de agosto.

A rota Fortaleza-Galeão-Fortaleza será retomada a partir do dia 2 de julho, com um voo semanal.

A terceira frequência Fortaleza-Miami vai passar a operar a partir de 1º de julho, ampliando de dois para três o número de voos semanais.

As rotas nacionais vão ter aumento de voos a partir do dia 1º de agosto.

  • De 41 voos para 47 voos semanais na rota Fortaleza-Guarulhos-Fortaleza
  • De 19 voos para 20 voos na rota Fortaleza-Brasília-Fortaleza
  • De 8 voos para 13 voos na rota Fortaleza-Salvador-Fortaleza
  • De 7 voos para 11 voos na rota Fortaleza-Recife-Fortaleza
  • De 10 voos para 11 voos na rota Fortaleza-São Luís-Fortaleza
  • De 8 voos para 9 voos na rota Fortaleza-Belém-Fortaleza
  • De 7 voos para 8 voos na rota Fortaleza-Teresina-Fortaleza
  • De 1 voo para 2 voos na rota Fortaleza-Manaus-Fortaleza
  • De 1 voo para 2 voos na rota Fortaleza-Belo Horizonte-Fortaleza
  • Para todos os destinos citados acima, as passagens já estão à venda.


Novos voos já inaugurados:

  • Nova rota Fortaleza-Porto Alegre-Fortaleza com voos operados aos finais de semana
  • Nova rota Fortaleza-Curitiba-Fortaleza com voos operados aos finais de semana
  • Rota Fortaleza-Brasília-Fortaleza teve ampliação de 14 para 18 voos (ida e volta) semanais
  • Rota Fortaleza-Guarulhos-Fortaleza teve ampliação de 36 para 41 voos (ida e volta) semanais
  • Segunda frequência semanal na rota Fortaleza-Miami-Fortaleza.


Por G1CE

Postos vendem gasolina a até R$ 5,05 no Ceará



Mesmo após protestos de caminhoneiros em todo o Brasil contra o aumento do preço do combustível, o custo do produto segue em alta no Ceará. Em Viçosa do Ceará, no interior do estado, o litro da gasolina comum custa R$ 5,05; o mesmo produto aditivado chega a R$ 5,20.

Em Fortaleza, o litro de gasolina comum chegou a R$ 4,89 em alguns postos de combustível. Os mesmo estabelecimentos vendem a gasolina aditivada a R$ 5,19. É o maior preço já registrado no Ceará.

No Ceará, os protestos de caminhoneiros ocorrem há três dias. Nesta quarta, os profissionais da categoria bloqueiam alguns trechos da BR-116:

  • Interdição parcial do km 18 da BR-116 em Eusébio
  • Interdição parcial do km 70 na BR-116, em Chorozinho; 800 caminhões ocupando 6 km de acostamento em ambos os sentidos
  • BR-116, Km 545, Jati



Propostas para redução de preço

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou nesta quarta-feira (23) que negocia com o governo um corte "provisório" no PIS/Cofins que incide sobre o diesel, para permitir uma redução maior no valor do combustível.

De acordo com o presidente da Câmara, a negociação sobre o diesel está sendo feita com o relator do projeto de reoneração, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), e a proposta prevê o corte do PIS/Cofins sobre diesel até o fim do ano.


Por G1 CE



Motoristas de reboque aderem a paralisação dos caminhoneiros em Fortaleza



Um grupo com cerca de 45 motoristas reboques de Fortaleza aderiu ao protesto nacional dos caminhoneiros nesta quarta-feira (23). Os guinchos interromperam o fluxo de veículos na Praça Portugal e Avenida Desembargador Moreira no fim da tarde desta quarta e seguiram para a BR-116, onde caminhoneiros protestam pelo 3º dia seguido.

De acordo com um dos organizadores, Flávio Lima, a mobilização é contra o aumento do preço dos combustíveis. "Em menos de quatro meses já teve todo esse aumento no litro. Por semana tô com gasto a mais de R$ 1.000”, reclama.

Segundo Flávio, o governo tem que dar condições de trabalho para esses profissionais. "Não estão repassando esses sucessivos aumentos pro preço do frete. Ninguém quer a população pagando conta, que sofra ainda mais. Nós estamos sentindo, e isso reflete em todo mundo", completa.


Caminhoneiros

Os caminhoneiros protestam contra sucessivos aumento no custo do combustível e realizam o terceiro dia de manifestação. Um profissional ouvido pelo G1 informou que a alta do diesel elevou em cerca de R$ 1,4 mil o custo médio de uma viagem de caminhão.

Pontos da BR-116 interdidatos por volta das 10h desta quarta, segundo a polícia rodoviária:

  • Em Eusébio, na BR-116, km 18 (em frente a Fábrica Fortaleza), na região metropolitana; desde 6h desta quarta-feira (23). Cerca de 200 caminhões;
  • Chorozinho, na BR-116, Km 70 (nas proximidades do Triângulo de Chorozinho), região metropolitana; desde 10h36 de 22 de maio 2018, cerca de 600 caminhões, ocupando aproximadamente 4 km de acostamento;
  • Alto Santo, na BR-116, Km 250 (no Posto Nelson Lee), interior do estado do Ceará; desde 13h desta quarta
  • Penaforte, na BR-116, km 545 (proximidades do Posto Limarques III), desde 11h13 de 22 de maio
  • Em Tianguá, na BR-222, km 334 (no Posto Fiscal na cidade); desde 7h de 23 maio 2018



Por G1CE