sexta-feira, 9 de outubro de 2020

Ceará já registrou mais de cinco mil focos de incêndios em 2020


O estado do Ceará ultrapassou os cinco mil casos de focos de incêndio em 2020, de acordo com o Sistema de Monitoramento e Alerta da Enel Distribuição Ceará. O estado registrou 5.201 ocorrências desse tipo, conforme o último balanço divulgado. A região cearense que demandou mais atenção neste ano foi o Sertão de Sobral, onde o número de registros chegou a 596.

Em setembro, houve um aumento de 150% dos números da região de Sobral em comparação com agosto. Os municípios que apontam com as maiores incidências são Sobral (250), Cariré (97), Forquilha (53), Massapê (31) e Varjota (28).

Além do sertão sobralense, a maior parte dos incêndios está localizada nas regiões Centro-Sul, Sul e Leste, com 50% dos casos. Em 2020, o recorde de casos registrados no mesmo dia aconteceu em 31 de agosto, com 325 focos; seguido por cinco de setembro, com 281 focos, e 30 de setembro, com 221 focos.

Após o fim da quadra chuvosa, e início do período mais seco no Ceará, o número de incêndios tem aumentado mensalmente conforme expectativa. Setembro é um mês com maior probabilidade da ocorrência desses casos pois possui condições propícias, como ventos fortes, altas temperaturas e baixa umidade relativa do ar.


Queimadas em 2019

Durante todo o ano de 2019, a Enel registrou 53.671 focos de incêndios em todo o Ceará, sendo novembro o mês com maior incidência com 21.462 casos. A Unidade Operativa Sul também foi a mais afetada, somando 59% dos casos de todo o ano de 2019. Já os municípios com maiores registros foram Acopiara (2.637), Mombaça (2.187), Icó (1.640), Crateús (1.542) e Cedro (1.279).

Os três dias em que houve um maior número de focos contabilizados em 2019 foram 25 de outubro, com 1.773, seguido de 8 de novembro, com 1.581 e, em terceiro lugar, 15 de novembro, com 1.338.


Por G1 CE


Nenhum comentário:

Postar um comentário