quarta-feira, 9 de junho de 2021

Ceará tem 200 mil novos cadastros para receber a vacina contra Covid, e sistema fica instável



A plataforma Saúde Digital, da Secretaria da Saúde (Sesa), usada no cadastro para a vacinação contra a Covid-19 no Ceará recebeu 200 mil novos cadastros em Fortaleza e passou por uma instabilidade. Até a manhã desta quarta-feira (9) a plataforma está fora do ar, impossibilitando o acesso do público.

Em nota enviada pela Sesa nesta terça-feira (8), a Sesa afirma que a instabilidade foi causada pela alta demanda de novos cadastros e que o setor técnico está trabalhando para evitar transtornos aos cidadãos.

Além da plataforma, o vacinômetro divulgado pela Sesa, que apresenta o número de pessoas que foram vacinadas contra o novo coronavírus no Estado também está desatualizado. A mais recente atualização foi às 17h de segunda-feira (7). Na ocasião, houve discrepância entre o número das segundas doses de vacinas aplicadas em relação ao dia anterior, ocorrendo uma diminuição significativa da quantidade de pessoas.

A Sesa afirma que o fato aconteceu devido a um ajuste no número de aplicação das segundas doses. "A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informa que na última atualização do vacinômetro estadual ocorreu um ajuste no número de aplicação das segundas doses (D2) pelos municípios cearenses, o que ocasionou uma redução de 1.268 vacinas comparado ao dia anterior", explicou a pasta da saúde.


Listas de agendados em Fortaleza

A prefeitura de Fortaleza divulgou nesta terça-feira (8) novas listas de pessoas agendadas para receber a vacina contra a Covid-19. Há pessoas convocadas para até o dia 18 de junho. Atualmente, estão recebendo o imunizante aqueles que possuem mais de 45 anos e não fazem parte dos grupos prioritários.


Por G1 CE


Nenhum comentário:

Postar um comentário